Sistemas para projetar uma residência inteligente e "Contactless"

Sistemas para projetar uma residência inteligente e "Contactless"

© Luis GallardoCourtesy of RES4© Paul Finkel© Charles Hosa+ 15

Casas inteligentes (smart homes), a Internet das Coisas e as tecnologias Contactless (sem contato) tornaram-se parte indelével das indústrias de arquitetura e design de interiores, assim como iluminações e unidades AVAC (Aquecimento, Ventilação e Ar Condicionado) inteligentes, assim como alto-falantes como Alexa ou Google Home se tornando parte principal das residências mais modernas. À medida que novos dispositivos e sistemas concorrentes são lançados continuamente, listamos algumas das tecnologias domésticas mais populares desenvolvidas pela Lutron, juntamente com dicas de como integrá-las e escolher a mais adequada.

© Leonardo Finotti
© Leonardo Finotti

Como é demonstrado por sua crescente integração em nossas vidas diárias, o setor de residências inteligentes tem crescido constantemente desde a sua concepção, uma taxa que só deve aumentar à medida que algumas das maiores empresas de tecnologia no mundo desenvolvem seus próprios produtos domésticos inteligentes. De acordo com a Berg Insight, por exemplo, em 2018, a base instalada de sistemas domésticos inteligentes na América do Norte aumentou 49,7%, atingindo 135,4 milhões no final do ano. Entre 2018 e 2023, esperava-se que o mercado crescesse ainda mais a uma taxa anual de 17,3%, atingindo U$ 49,5 bilhões em receita anual até o final do período previsto.

© Paul Finkel
© Paul Finkel

No entanto, à medida que a indústria cresce e os dispositivos proliferam, as complexidades de organizar um sistema doméstico inteligente coeso e integrado começam a se revelar. Muitos usuários em potencial discordam do setor por sua fragmentação, com produtos concorrentes implementando diferentes protocolos de comunicação que complicam seu uso combinado. Da mesma forma, muitos enfrentam preocupações com confiabilidade, interfaces obtusas e barreiras de alto custo, enquanto outros duvidam da capacidade da tecnologia de melhorar sua qualidade de vida. Embora a solução desses problemas seja, em grande parte, um imperativo do setor, os compradores têm os meios para escolher e combinar produtos que melhor atendem às suas próprias necessidades. As dicas abaixo destinam-se a ajudar nesse sentido.

Pesquisas de mercado revelam que iluminação inteligente, termostatos e segurança estão entre os dispositivos domésticos mais procurados pelos proprietários. Cada tipo de dispositivo requer considerações diferentes para garantir que elas atendam às necessidades do proprietário com precisão.

Courtesy of RES4
Courtesy of RES4

Iluminação Inteligente

Atualmente, este é o sistema doméstico inteligente mais procurado. É benéfico por várias razões, incluindo conveniência, estética, segurança e economia de energia. A conveniência de controlar as luzes de um único dispositivo como um smartphone é auto-explicativa. Mas o benefício estético de eliminar interruptores de luz ou a opção de segurança de integrar a iluminação com alarmes ou outros sistemas de segurança são vantagens menos óbvias. Para esses fins, existem três categorias diferentes de sistemas de iluminação inteligentes: centralizado, local e híbrido.

© Luis Gallardo
© Luis Gallardo

A iluminação centralizada substitui grupos confusos de dimerizadores e switches por teclados únicos que são conectados a um painel central através de cabos de comunicação. Esta opção funciona melhor com novos projetos e grandes reformas devido a demandas específicas de fiação. Por serem totalmente planejados, os sistemas de iluminação inteligente centralizados são altamente eficazes na criação de uma estética coesa que abrange toda a casa, limitando simultaneamente o número de interruptores ou dimerizadores visíveis nas paredes. Com um único teclado, os proprietários podem controlar as luzes em qualquer lugar da casa. Além disso, há uma grande flexibilidade com a colocação do painel de controle central devido ao uso de cabos, em vez da comunicação por radiofrequência sem fio. Por fim, normalmente há mais opções de design para sistemas de iluminação centralizados. Sua maior desvantagem é, portanto, a necessidade de incorporá-los nos estágios iniciais do processo de design.

Lutron Lighting Designer App. Image Courtesy of Lutron
Lutron Lighting Designer App. Image Courtesy of Lutron

Os sistemas locais, por outro lado, continuam a usar interruptores e dimerizadores tradicionais, que são simplesmente integrados ao sistema e alteráveis com os teclados locais colocados ao redor da casa. Esses sistemas usam comunicação de radiofrequência sem fio em vez de se comunicar por fio. Além disso, eles usam a fiação existente para fornecer energia, tornando-os adequados para pequenas reformas, bem como para novas construções. Eles também podem ser facilmente modificados ou expandidos após a implementação inicial: os proprietários que desejam adicionar dispositivos adicionais podem simplesmente substituir comutadores (switches) ou dimerizadores existentes e programá-los para o sistema. Diferente dos sistemas centralizados, a iluminação inteligente local requer mais espaço na parede, e os dispositivos de controle têm pouca flexibilidade no posicionamento devido aos requisitos de comunicação sem fio. Aqueles que escolherem entre essas duas opções devem ter em mente esses problemas - estética, localização e tipo de projeto.

Courtesy of RES4
Courtesy of RES4

Finalmente, os sistemas híbridos combinam aspectos de ambas as opções, usando dimerizadores e interruptores ou teclados onde eles são mais adequados. As salas que usam apenas teclados devem conectar esses dispositivos a um painel de controle central, como no sistema centralizado. Diferentemente dos sistemas centralizados, a iluminação híbrida é comparativamente flexível e permite que dispositivos sem fio adicionais sejam adicionados após a construção. No entanto, todos os dispositivos que usam comunicação por radiofrequência estão sujeitos às mesmas limitações que em sistemas localizados.

© Leonardo Finotti
© Leonardo Finotti

Cortinas automatizadas

Embora o controle da iluminação artificial seja obviamente essencial, a iluminação natural também deve ser levada em consideração. Persianas inteligentes são igualmente convenientes e potencialmente estéticas, mas também podem resolver problemas mais concretos, como janelas inacessíveis ou de difícil acesso. Embora sejam ostensivamente projetadas para serem abertas e fechadas, 45% a 75% das cortinas simplesmente nunca são movidas na residência típica em parte por conta desses problemas. As persianas automatizadas resolvem esse problema, permitindo que sejam abertas ou fechadas simplesmente com o pressionar de um botão.

Courtesy of RES4
Courtesy of RES4

Além disso, como as persianas estão ligadas a um sistema, os proprietários podem agendar o movimento, abrindo automaticamente as persianas pela manhã e fechando-as à noite. Se assistirem a um filme, podem fechar as cortinas sem sair do lugar. Há também vários modelos diferentes disponíveis, permitindo que esses dispositivos correspondam à estética de praticamente qualquer casa. Designers e proprietários podem optar por integrar essa tecnologia, pois têm janelas de difícil acesso ou simplesmente se atraem à conveniência adicional.

Serena Shades by Lutron: Programming the Pico Remote. Image Courtesy of Lutron
Serena Shades by Lutron: Programming the Pico Remote. Image Courtesy of Lutron

Controle de temperatura

O controle de temperatura ambiente, ou AVAC, é outro aspecto da tecnologia doméstica que os dispositivos inteligentes podem transformar por conveniência e economia de energia. Termostatos inteligentes podem aprender preferências e regular automaticamente a temperatura com base na localização do proprietário dentro ou fora da casa. Aqueles que estão preocupados com a economia de energia ou que têm demandas específicas de temperatura devem definitivamente considerar investir em um termostato inteligente. Para maior comodidade, como muitos outros produtos automatizados, estes podem ser acionados por alto-falantes inteligentes.

© Luis Gallardo
© Luis Gallardo

Alto-falantes inteligentes

Uma das melhores maneiras de unificar diferentes sistemas domésticos inteligentes é integrando-os por meio de um alto-falante inteligente. Este dispositivo pode resolver sozinho problemas de protocolos de comunicação fragmentados ou interfaces de usuário obtusas. Com o aplicativo de alto-falante, os proprietários geralmente podem fazer login em cada uma de suas contas domésticas inteligentes, tornando-os acessíveis automaticamente por meio de comandos de voz. Assim, simplesmente listando as demandas, os usuários podem ajustar as luzes, abrir as persianas e alterar a temperatura em segundos sem se mover. Mesmo que fabricantes diferentes criem cada sistema inteligente, todos eles são facilmente alteráveis usando comandos semelhantes. No caso da Lutron, suas tecnologias são compatíveis com todos os sistemas de voz atualmente disponíveis.

Os usuários também podem programar determinadas instruções para efetuar várias alterações em diferentes sistemas: por exemplo, com um simples "Estou saindo!" o alto-falante inteligente pode iniciar o apagamento das luzes, o termostato passando para o modo de ausência e a trava da porta.

É claro que os alto-falantes inteligentes têm valor, mesmo quando desvinculados de outros sistemas domésticos inteligentes: eles podem fornecer o horário, clima, tocar música ou ler as notícias em resposta a um simples comando de voz. Como os comandos de voz são tão naturais, eles ganharam popularidade em todo o mundo, com 1 em cada 5 adultos nos EUA atualmente possuindo um. Assim como a automação residencial em geral, esses números só devem aumentar.

Courtesy of Lutron
Courtesy of Lutron

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Cao, Lilly. "Sistemas para projetar uma residência inteligente e "Contactless"" [Systems to Design a Smart and Contactless Home] 25 Jun 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/942027/como-projetar-uma-residencia-inteligente-e-contactless> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.