Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Egito moderno: nova arquitetura em um mundo antigo

Egito moderno: nova arquitetura em um mundo antigo

A arquitetura egípcia contemporânea está baseada em uma história enriquecedora. Como berço da civilização, o país transcontinental influenciou vários estilos de construção e culturas de projeto. Lar de alguns dos primeiros desenvolvimentos urbanos e governos centralizados, o Egito é definido por sua geografia e seu contexto multicultural. Hoje, sua arquitetura moderna precisa enfrentar uma herança de construção que se estende por milênios.

© Essam Arafa © Rayem © Rayem © Ahmed Hossam Saafan + 14

© Rayem
© Rayem

Moldando a arquitetura e a construção em todo o mundo, as raízes do Egito estão ligadas ao Mediterrâneo, à África e ao Oriente Médio. A maioria da população do país está concentrada ao longo dos vales do Nilo e Delta, evitando historicamente as intensas condições de deserto do Saara e do deserto da Líbia. Enquanto grande parte do mundo conhece o Egito por seus templos e túmulos, pela Grande Esfinge ou pelo icônico complexo das pirâmides de Gizé, o país construiu muitos projetos modernos na última década. Considerando a abertura do Grande Museu Egípcio como importante marco para o próximo ano, o texto a seguir analisa projetos contemporâneos construídos em todo o Egito. Uma mistura de projetos públicos e privados que reflete como os arquitetos estão projetando para reinterpretar a história e as tradições do país.

Mesquita de Basuna / Dar Arafa Architecture

© Essam Arafa
© Essam Arafa

A Mesquita de Basuna está localizada na cidade quente e árida de Basuna, Sohag, Egito. Situada em meio à uma área barulhenta e densamente construída, com prédios residenciais próximos, um cemitério e um pequeno mercado improvisado semanal instalado no lado de fora da entrada principal deste local de culto. O novo volume foi construído para oferecer paz e tranquilidade aos seus usuários.

Biblioteca Alexandrina / Snøhetta

© Snøhetta
© Snøhetta

A Biblioteca Alexandrina foi construída em um local próximo ao antigo porto de Alexandria, no centro histórico da cidade. A biblioteca de 11 andares pode abrigar até 4 milhões de volumes de livros e pode ser expandida para 8 milhões por meio da técnica do armazenamento compacto. Além das instalações da biblioteca em si, ela também contém outras funções culturais e educacionais, incluindo um planetário, vários museus, uma escola de ciência da informação e instalações de conservação.

Centro de Visitantes Wadi El Gemal / Egyptian Earth Construction Association

© Nour El Refai
© Nour El Refai

Localizado a 50 km ao sul da cidade egípcia de Marsa Alam, na costa do Mar Vermelho, o Parque Nacional Wadi El Gemal (WGNP) foi oficialmente declarado o 24º protetorado no Egito devido a sua incrível paisagem e importantes recursos culturais. O Centro de Visitantes está localizado na entrada norte do WGNP, como ponto focal ao longo da estrada costeira de Suez / Bir Shalatein.

Palácio Kattameya Dunes / Phenomena Studio - Hisham Alaa Designs

© Nour El Refai
© Nour El Refai

O arquiteto e designer de interiores Hisham Alaa ganhou a comissão para esse projeto em julho de 2017. O edifício era apenas um esqueleto de concreto que já havia sido construído quando o proprietário o comprou desejando morar em um luxuoso palácio moderno com vista para o campo de golfe Kattameya Dunes.

Residência Observatório de Quéops / Studio Malka Architecture

© Rayem
© Rayem

O projeto está localizado no planalto da necrópole de Gizé, na cidade de Nazlet El Samman. Este antigo local foi fundado no século VII por tribos do deserto fascinadas pelas pirâmides. A cidade é, portanto, um local preservado. O Observatório Queóps é uma residência artística, uma porta de entrada para o deserto, um mirante habitado a uma curta distância das maiores pirâmides do planalto de Gizé.

Centro Cultural Dawar El Ezba / Ahmed Hossam Saafan

© Ahmed Hossam Saafan
© Ahmed Hossam Saafan

A Dawar Kitchen é uma empresa social localizada em Ezbet Khairallah, um dos maiores assentamentos informais do Cairo. Por meio da restauração e outras formas de produção de alimentos, eles fornecem emprego e treinamento profissional para mulheres migrantes, refugiadas e egípcias. O edifício também visa mudar o tecido arquitetônico deteriorado, mostrando as possibilidades de usar os recursos existentes para criar valor estético e funcional.

Sobre este autor
Cita: Baldwin, Eric. "Egito moderno: nova arquitetura em um mundo antigo" [Modern Egypt: New Architecture in an Ancient World] 19 Mai 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/939663/egito-moderno-nova-arquitetura-em-um-mundo-antigo> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.