Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Exposição de arte pública transforma Quebec em um museu a céu aberto

Exposição de arte pública transforma Quebec em um museu a céu aberto

A 6ª edição da Exposição de Arte Pública chamada de Passages Insolites ou Passagens Inusitadas, foi inaugurada no último dia 20 de junho na cidade de Quebec no Canadá. Aberta até o próximo dia 14 de outubro, Passages Insolites é uma exposição de arte pública instalada ao longo de um percurso de quatro quilômetros pelas ruas dos históricos distritos de Petit Champlain e Saint-Roch, um percurso cultural pontuado por 14 instalações produzidas por 40 artistas locais, internacionais e coletivos de arquitetura.

O mote do evento, como o próprio nome sugere, é um convite ao inesperado. Artistas são encorajados à desenvolver projetos e instalações efêmeras de arte urbana que sejam capazes de surpreender os visitantes e moradores ao longo deste percurso, questionando as principais convenções sociais: “Às vezes extravagantes, às vezes introspectivas, estas obras encontram-se profundamente enraizadas no espaço urbano que habitam.”

On Equal Footing- Guillaume La Brie (Montreal). Image © Stéphane Bourgeois
On Equal Footing- Guillaume La Brie (Montreal). Image © Stéphane Bourgeois

Com o objetivo de ocupar e transformar os espaços urbanos à partir de diferentes instalações de arte pública, o Passages Insolites vem sendo organizado anualmente na cidade de Quebec pela EXMURO arts publics - uma Organização Não Governamental dedicada à promoção de projetos e instalações de arte pública. Passagens Inusitadas, concebido pelo curador Vincent Roy, apresenta uma série de obras de arte contemporânea em um percurso aberto, gratuito e transformador, um convite à redescoberta de alguns dos espaços urbanos mais icônicos de Quebec.

Dreamers’ Echo - Caravane BLING BLING! (Quebec City, Saint-Léonard-de-Portneuf). Image © Stéphane Bourgeois
Dreamers’ Echo - Caravane BLING BLING! (Quebec City, Saint-Léonard-de-Portneuf). Image © Stéphane Bourgeois

Além disso, para esta 6ª edição do festival a programação incluirá outras cidades além de Quebec, permitindo que algumas das instalações possam viajar para outras cidades ao redor do mundo. Quatro obras foram também exibidas em Longueuil e outras três vão viajar para os Estados Unidos e serão expostas no Philadelphia's Flow no próximo mês de outubro.

Saiba mais sobre algumas das instalações descritas pelos próprios artistas.

The Portal - BGL (Quebec)

The Portal - BGL (Quebec City). Image © Stéphane Bourgeois
The Portal - BGL (Quebec City). Image © Stéphane Bourgeois

The Portal é uma instalação efêmera construída a partir de cercas de segurança, marcando uma fronteira fictícia no espaço urbano. Uma intervenção que parece austera e intimidadora mas que ao mesmo tempo é translúcida e permeável, um convite a atravessar uma fronteira aparentemente incerta. Elementos utilizados para afastar e isolar foram ressignificados para integrar e aproximar, questionando sua própria função e a maneira como percebemos o espaço. Através desta instalação, a BGL nos convida a refletir sobre os limites entre o controle e liberdade, entre seguir as regras do jogo ou transcende-las.

Dreamers’ Echo - Caravane BLING BLING! (Quebec, Saint-Léonard-de-Portneuf)

Dreamers’ Echo - Caravane BLING BLING! (Quebec City, Saint-Léonard-de-Portneuf). Image © Stéphane Bourgeois
Dreamers’ Echo - Caravane BLING BLING! (Quebec City, Saint-Léonard-de-Portneuf). Image © Stéphane Bourgeois

Dreamers’ Echo foi concebido por um enorme e diverso grupo de artistas e colaboradores. Refletindo esta profusão de pessoas e ideias, o projeto  (R)ASSEMBLER (Togetherness) é um conjunto de corpos híbridos que habitam o espaço, objetos cotidianos recobertos por “lantejoulas hexagonais” desenvolvidos e produzidos em oficinas públicas realizadas ao longo do evento. O Dreamers’ Echo é o resultado de uma experiência colaborativa entre artistas e visitantes onde todos são convidados a por a mão na massa e compartilhar suas ideias e histórias. 

The History Arcade - Consortium 19 (Quebec, Rouyn-Noranda)

The History Arcade - Consortium 19 (Quebec City, Rouyn-Noranda). Image © Stéphane Bourgeois
The History Arcade - Consortium 19 (Quebec City, Rouyn-Noranda). Image © Stéphane Bourgeois

Quem disse que estudar história não é divertido? The History Arcade, desenvolvido pleo Consortium 19, transforma literalmente a história em brincadeira. Personagens e marcos históricos da cidade Quebec são postos à mesa para que os visitantes possam interagir e revisitar fatos históricos do passado de Quebec através de uma espécie de vídeo-game interativo. Com este inusitado quebra-cabeça, descobrir e explorar a história de uma cidade nunca foi tão divertido.

Echo - Jeffrey Poirier (Quebec)

Echo - Jeffrey Poirier (Quebec City). Image © Stéphane Bourgeois
Echo - Jeffrey Poirier (Quebec City). Image © Stéphane Bourgeois

Echo é um obstáculo gigante, uma pedra no caminho que bloqueia a nossa passagem. Apesar de assumir a mesma materialidade dos edifícios vizinhos, sua forma esférica se contrapõe à verticalidade de seus referentes. O tijolo, material de construção amplamente utilizado ao longo do século XIX e início do século XX, é transformado em um elemento ambíguo que contrasta fortemente com a linearidade da arquitetura. Circundando este objeto de arte pública, espremidos entre a esfera e as paredes dos edifícios, descobrimos outras relações com o espaço e uma diferente compreensão da escala humana.

Endgame (Nagg & Nell) - Max Streicher (Toronto)

Endgame (Nagg & Nell) - Max Streicher (Toronto). Image © Stéphane Bourgeois
Endgame (Nagg & Nell) - Max Streicher (Toronto). Image © Stéphane Bourgeois

A cena parece um tanto absurda: duas enormes cabeças de palhaço entaladas entre duas empenas, flutuando acima da rua. Somos tomados por uma sensação de estranhamento: a figura do palhaço - associada à alegria - aqui assume um caráter perturbador, dependendo do nosso ponto de vista a medida que nos deslocamos pelo espaço. O título Endgame refere-se à peça de Beckett no qual dois personagens, Nagg e Nell, passam a viver em uma lixeira depois de perderem as suas pernas...

Shifting Utopias - Collective 5M2 (Quebec)

Shifting Utopias - Collective 5M2 (Quebec City). Image © Stéphane Bourgeois
Shifting Utopias - Collective 5M2 (Quebec City). Image © Stéphane Bourgeois

Shifiting Utopias é um convite à explorar diferentes realidades. Um percurso através de um mundo de cores que ocultam uma crítica à nossa relação com a natureza: vegetação artificial, agricultura industrial, comida higienizada e restaurantes automatizados. Em meio à esse conjunto de utopias não muito distantes da nossa realidade, o futuro parece cada vez mais assustador e próximo. Seria este o ponto final ou um alerta para uma mudança de comportamento?

Obras de edições prévias do Passages Insolites:

Alouette #2 - Brandon Vickerd (Hamilton)

Edição de 2018 

Alouette #2 - Brandon Vickerd (Hamilton). Image © Stéphane Bourgeois
Alouette #2 - Brandon Vickerd (Hamilton). Image © Stéphane Bourgeois

Celestial Rubbish - Collectif Allard-Duchesneau (Montreal)

Edição de 2016

Celestial Rubbish - Collectif Allard-Duchesneau (Montreal). Image © Stéphane Bourgeois
Celestial Rubbish - Collectif Allard-Duchesneau (Montreal). Image © Stéphane Bourgeois

Space Cube - Marie-Eve Martel (Blainville)

Edição de 2016

Space Cube - Marie-Eve Martel (Blainville). Image © Stéphane Bourgeois
Space Cube - Marie-Eve Martel (Blainville). Image © Stéphane Bourgeois

Via v2com.

Sobre este autor
Cita: Harrouk, Christele. "Exposição de arte pública transforma Quebec em um museu a céu aberto" [Public Art Exhibition on the Streets of Quebec] 18 Ago 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/923095/exposicao-de-arte-publica-transforma-quebec-em-um-museu-a-ceu-aberto> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.