Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

BIG e ONU propõem uma eco-cidade flutuante modular

BIG e ONU propõem uma eco-cidade flutuante modular

Como parte da Nova Agenda Urbana da UN-Habitat, o Bjarke Ingels Group propôs um projeto para a primeira comunidade flutuante resiliente e sustentável do mundo, feita para acomodar 10.000 pessoas. “Oceanix City” é uma resposta à previsão de que, em 2050, 90% das maiores cidades do mundo estarão expostas à elevação dos mares, resultando em deslocamento de massa e destruição de casas e infraestrutura. O projeto está ancorado nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, promulgando fluxos circulares de alimentos, energia, água e resíduos.

© Bjarke Ingels Group © Bjarke Ingels Group © Bjarke Ingels Group © Bjarke Ingels Group + 15

© Bjarke Ingels Group
© Bjarke Ingels Group

A cidade foi projetada para crescer, transformar e adaptar-se organicamente ao longo do tempo, com uma abordagem escalonável que transita de bairros para cidades infinitas. Os bairros modulares de dois hectares podem acomodar até 300 residentes em um espaço de uso misto para morar, trabalhar e se reunir durante o dia e a noite. Todas as estruturas construídas são mantidas abaixo de 7 pavimentos para criar um centro de gravidade baixo e resistir ao vento, enquanto uma forma de leque oferece sombreamento para espaços internos e para o ambiente público.

© Bjarke Ingels Group
© Bjarke Ingels Group

A agricultura comunitária está no centro de todas as plataformas, permitindo que os residentes adotem o compartilhamento de cultivos e sistemas de desperdício zero. Abaixo do nível do mar, recifes flutuantes biorock, algas, ostras, mexilhões, vieiras e moluscos limpam a água e aceleram a regeneração do ecossistema.

© Bjarke Ingels Group
© Bjarke Ingels Group

Os seis bairros que formam o projeto do BIG estão agrupados em torno de um porto central protegido, com funções sociais, recreativas e comerciais posicionadas no anel interno que serve para incentivar os cidadãos a se reunirem e se movimentarem pela vila. As seis aldeias juntas formam uma cidade de 10.000 habitantes com um forte senso de comunidade e identidade complementada com destinos flutuantes como praças públicas, um mercado e centros de espiritualidade, aprendizado, saúde, esporte e cultura.

© Bjarke Ingels Group
© Bjarke Ingels Group

Todas as comunidades, independentemente do tamanho, priorizarão os materiais de origem local para a construção civil, incluindo o bambu de crescimento rápido que tem seis vezes a resistência à tração do aço, emissão negativa de carbono e pode ser cultivado nos próprios bairros. As cidades podem ser pré-fabricadas em terra e rebocadas até o local final, reduzindo os custos de construção e, quando combinadas com o baixo custo de locação de espaço no oceano, criam um módulo de manufatura acessível.

© Bjarke Ingels Group
© Bjarke Ingels Group

Via: Bjarke Ingels Group

Nome: OCEANIX CITY
Código: SFC
Data: 03/04/2019
Programa: Espaço Público
Status: Em Progresso
Tamanho em m2: 500000
Gênero de Projeto: Comissionado
Cliente: OCEANIX
Colaboradores: MIT Center for Ocean Engineering, Mobility in Chain, Sherwood Design Engineers, Center for Zero Waste Design, Transsolar Klima
Engineering, Global Coral Reef Alliance, Studio Other Spaces, Dickson Despommier
Localização: (22.3193039,114.16936110000006)

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este autor
Cita: Walsh, Niall. "BIG e ONU propõem uma eco-cidade flutuante modular" [BIG and UN Collaborate on Floating, Modular Eco-City ] 14 Abr 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/914811/big-e-onu-propoem-uma-eco-cidade-flutuante-modular> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.