O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Artigos
  3. A improvável vida, morte e renascimento do cais de Hastings

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

A improvável vida, morte e renascimento do cais de Hastings

A improvável vida, morte e renascimento do cais de Hastings
A improvável vida, morte e renascimento do cais de Hastings , Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou

A história do Cais de Hastings é improvável. Localizado em Hastings - a poucos passos de distância do campo de batalha que definiu a história da Inglaterra - o cais foi aberto ao público em 1872. Durante décadas, a estrutura entreteve multidões à beira-mar, mas no século XXI caiu em desuso. Em 2008, o cais foi fechado - um ato que se tornou aparentemente irreversível quando, dois anos depois, a estrutura foi alvo de um incêndio.

Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou + 21

Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou

Quando o escritório londrino dRMM venceu o concurso para reimaginar a estrutura, aproveitou a oportunidade não apenas para reviver os dias de glória, mas também trabalhar com o público para fazer um "cais para o povo". Seus esforços renderam o Prêmio Stirling 2017 e marcaram um momento marcante na arquitetura de recuperação. O presidente do RIBA, Ben Derbyshire, descreveu o projeto como "uma obra-prima em regeneração e inspiração. Os arquitetos e a comunidade local transformaram um destroço negligenciado em um novo e impressionante cais que encanta e inspira locais e turistas."

Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou

O Cais de Hastings hoje está muito longe de seu antecessor do século XIX. Desapareceram os ornamentos, assim como os festões de luz e o pavilhão mouro que cobria o passeio. O cais é agora um exercício de contenção e detalhes sutis, culminando em um amplo espaço aberto no topo que lhe rendeu o apelido de "A Prancha".

Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou

"Você espera que um cais seja cheio de coisas, em vez disso, há um espaço livre e nenhuma edificação", diz Alex de Rijke, co-fundador do dRMM. "O novo cais foi projetado como uma plataforma pública ampla e gratuita sobre o mar - capaz de receber instalações e eventos temporários de diferentes escalas. Esse espaço oferecia mais potencial do que um edifício 'icônico' e demonstra o papel evolutivo do arquiteto como agente de mudança."

Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou

A flexibilidade da nova estrutura permite que o cais abrigue uma infinidade de eventos, de pequenos encontros a festividades maiores. Quando não está oficialmente em uso, o cais é uma incrível extensão de madeira marcada pelas intempéries, um complemento adequado à poderosa visão que oferece.

Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou

A criação do ponto de observação aberto exigia que os arquitetos deslocassem o tradicional pavilhão do cais do topo da estrutura para o centro. A estrutura de madeira laminada cruzada é revestida por madeira recuperada do antigo cais, assim como ocorre com o mobiliário. 

Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou

O sucesso inicial do píer, contudo, não ocorreu sem controvérsia. No verão passado, foram anunciados planos de vender a estrutura para o poder privado - uma venda que parece desastrosa devido ao papel extraordinariamente ativo do público na concepção, projeto e construção do píer. O destino parece, mais uma vez, incerto.

Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou

Mas independentemente do proprietário ou do uso futuro, o cais continuará sendo um marco na arquitetura. A obra define um padrão notável de como os arquitetos podem interagir não apenas com seus clientes, mas com os futuros usuários de seus projetos. Comparado com o orgulho local que inspirou, o prêmio Stirling é apenas a cereja no topo do bolo.

Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou
Hastings Pier / dRMM. Imagem © Laurian Ghinitiou

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Cita: Allen, Katherine. "A improvável vida, morte e renascimento do cais de Hastings " [The Unlikely Life, Death and Rebirth of the Hastings Pier] 14 Mar 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/912981/a-improvavel-vida-morte-e-renascimento-do-cais-de-hastings> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.