Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Artigos
  3. Entendendo Absorção e Difusão Acústica em projetos de arquitetura

Entendendo Absorção e Difusão Acústica em projetos de arquitetura

Entendendo Absorção e Difusão Acústica em projetos de arquitetura
Cortesia de Acoustical Surfaces
Cortesia de Acoustical Surfaces

"Acústica", na arquitetura, significa melhorar o som nos ambientes. Apesar de ser uma ciência complexa, entender o básico - e tomar decisões eficientes - é muito mais fácil do que se imagina. O primeiro passo é entender que existem duas categorias técnicas usadas em acústica: isolamento e tratamento de som. Insonorização significa "menos ruído" e tratamento, "mais qualidade de som".

Cortesia de Acoustical Surfaces
Cortesia de Acoustical Surfaces

A insonorização é conhecidamente usada em estúdios de gravação de música - mas também pode ser aplicada em locais próximos de grandes avenidas, de escolas, de construções ou até de um vizinho que toca bateria. Insonorizar um ambiente é como protegê-lo contra intempéries: a estrutura deve ser o mais sólida possível e sem furos ou rachaduras. Para diminuir o ruído entrando ou saindo de uma sala, deve-se então aumentar a massa estrutural das paredes, piso e teto e selar as lacunas de ar em portas, janelas, aberturas para refrigeração e até em tomadas. As medidas adotadas vão depender de quanto barulho há do lado de fora, e de quanto você deseja que ele seja reduzido do lado de dentro.

(1) Som incidente / (2) Som refletido / (3) Som transmitido / (4) Som absorvido

Entendendo Absorção e Difusão Acústica em projetos de arquitetura, Cortesia de Acoustical Surfaces
Cortesia de Acoustical Surfaces

Já o tratamento de som é usado quando deseja-se ter mais qualidade no som dentro de um ambiente - que os clientes se escutem em um restaurante, que os alunos entendam o professor, que toda a plateia aprecie a música em um auditório. Todos os materiais de construção têm propriedades acústicas, pois todos absorvem, refletem ou transmitem sons que os atingem. Quando os sons são refletidos, eles causam um aumento nos níveis gerais de eco e reverberação em um espaço. Ao tratar as salas corretamente, o eco e a reverberação são reduzidos - e para tratar as salas, há dois métodos disponíveis: absorção e difusão do som. As melhores estratégias de tratamento combinam essas duas técnicas.

Cortesia de Acoustical Surfaces
Cortesia de Acoustical Surfaces

Absorção sonora é definida como o som incidente que atinge um material que não é refletido de volta. Uma janela aberta é um excelente absorvedor, uma vez que os sons que passam pela janela aberta não são refletidos de volta. Em ambientes fechados, os materiais considerados acústicos são aqueles projetados e utilizados com a finalidade de absorver o som que, de outra forma, poderia ser refletido. Quanto mais fibroso for um material, melhor será a absorção; por outro lado, os materiais mais densos são menos absorventes. As características de absorção acústica dos materiais acústicos variam significativamente com a frequência. Em geral, sons de baixa frequência são muito difíceis de absorver devido ao seu longo comprimento de onda. Somos menos suscetíveis a sons de baixa frequência, o que significa que muitas vezes não precisamos tratar uma sala para absorção de baixa frequência.

Cortesia de Acoustical Surfaces
Cortesia de Acoustical Surfaces

Tipos de superfícies: (1) Reflexiva / (2) Absortiva / (3) Difusora

Cortesia de Acoustical Surfaces
Cortesia de Acoustical Surfaces

Difusão é o método de espalhar a energia sonora com um difusor para melhorar som em um espaço. Porém, o processo e as ferramentas de difusão sonora são amplamente mal compreendidos, mesmo por alguns profissionais de acústica. A difusão espalha a energia sonora refletida em uma sala, reduzindo também os efeitos prejudiciais do eco forte e da reverberação. Um tipo de difusor é um painel curvo, muitas vezes com uma capa de tecido, que pode ser facilmente colocado em paredes e tetos. Esses tipos de painéis têm a vantagem de espalhar uniformemente reflexos de parede plana que, de outra forma, seriam combinados com ondas sonoras originais para criar interferência destrutiva. Em uma sala de concertos, por exemplo, painéis de difusão são usados para aumentar a riqueza do som e ajudar a criar uma sensação de espaço.

Elinor Bunin Munroe Film Center / Rockwell Group. Image © Albert Vecerka / Esto
Elinor Bunin Munroe Film Center / Rockwell Group. Image © Albert Vecerka / Esto

Quando uma onda sonora atinge um material acústico, a onda sonora faz vibrar as fibras ou partículas do material absorvente. Esta vibração provoca pequenas quantidades de calor devido ao atrito e, assim, a absorção sonora é realizada por meio de energia para conversão de calor. Para a grande maioria dos materiais acústicos convencionais, a espessura do material tem o maior impacto nas qualidades de absorção de som do material. Enquanto a composição inerente do material acústico determina seu desempenho, outros fatores podem ser usados para melhorar ou influenciar o desempenho acústico. Por exemplo, a incorporação de um espaço aéreo atrás de um teto acústico ou de um painel de parede geralmente melhora o desempenho de baixa frequência.

Cortesia de Acoustical Surfaces
Cortesia de Acoustical Surfaces

Ao dispor elementos absortivos e difusores no ambiente, o nível de ruídos indesejáveis, na forma de ecos e reverberações, é diminuído. O ruído é um termo relativo e pode variar de baixos níveis de som intrusivo em um ambiente silencioso a sons altos em um ambiente já ruidoso. É um termo relativo e pode variar de baixos níveis de som intrusivo em um ambiente silencioso a sons altos em um ambiente já ruidoso.Quando os níveis de ruído são suficientemente altos, o ruído de fundo pode mascarar os níveis de som da fala que desejam ser ouvidos. Os restaurantes podem ser exemplos clássicos de interferência excessiva de ruído devido à falta de qualidade ou quantidade suficiente de materiais absorvedores de som que impedem o acúmulo excessivo de ruído. Os clientes têm de falar cada vez mais alto para serem ouvidos e, ao fazê-lo, competir entre si, aumentando assim os níveis de som para níveis ainda maiores. O tratamento acústico adequado evitará o acúmulo de ruído refletido e reduzirá significativamente a necessidade de os clientes falarem mais alto para conversarem uns com os outros.

Cortesia de Acoustical Surfaces
Cortesia de Acoustical Surfaces

Estar em um ambiente com acústica inadequada pode ser extremamente desagradável e influencia diretamente o conforto ambiental de um espaço, nosso comportamento e até mesmo nossa produtividade. Assim como os arquitetos não precisam necessariamente ser especialistas em todos os aspectos técnicos de um projeto, é o mesmo para o conhecimento acústico - pode ser útil recorrer a fornecedores de produtos acústicos para revisar cuidadosamente as especificações técnicas de um projeto e recomendar os melhores produtos disponíveis para melhorar o ambiente acústico. No entanto, também é útil ter uma ideia básica desses problemas. Isso nos ajudará a tomar decisões fundamentadas para incorporar um som melhor no projeto, proporcionando uma melhor experiência ao usuário.

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Cita: Eduardo Souza. "Entendendo Absorção e Difusão Acústica em projetos de arquitetura" 09 Abr 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/912788/entendendo-absorcao-e-difusao-acustica-em-projetos-de-arquitetura> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.