O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Como o terrorismo tem moldado os espaços públicos

Como o terrorismo tem moldado os espaços públicos

Como o terrorismo tem moldado os espaços públicos
Como o terrorismo tem moldado os espaços públicos, via Shutterstock
via Shutterstock

Há dezessete anos o mundo assistia a um dos maiores e mais trágicos eventos da história:o “ataque de 11 de Setembro de 2001”, deixando aproximadamente 3 mil mortos e mais de 6 mil feridos. Outros diversos ataques já haviam ocorrido e continuam acontecendo em diversas cidades pelo mundo. Por tratarem-se de eventos surpresa e pulverizados no território, mas que geralmente ocorrem em espaços públicos com multidões, ações diversas tem sido realizadas para impedir os ataques, isso tem desafiado potências e organizações centradas em estratégias de segurança.

Na China, por exemplo, já são mais de 200 milhões de câmeras de reconhecimento facial espalhadas por todo o país somadas a investimentos em tecnologia avançada para a vigilância e monitoramento do “passo a passo” de cada cidadão, conformando um enorme banco de dados controlado pelo governo. A tecnologia é tão eficaz que permite inclusive reconhecer aqueles que não estão cadastrados no sistema e através de simples imagens captadas em segundos, que consegue traçar a idade, altura e peso do pedestre em questão. 

via Shutterstock
via Shutterstock

No que diz respeito à arquitetura enquanto objeto, projetos têm assumido novas direções em estratégias projetuais, como é o caso de hospitais em Israel. Decorrente do cenário de instabilidade política territorial que já dura décadas, o país tem construído hospitais bunkers. Com estruturas abaixo do nível do solo e longe dos ataques, um antigo estacionamento foi recentemente transformado no maior hospital subterrâneo do mundo. Localizado em Haifa, terceira maior cidade de Israel e vítima de intensos ataques, a medida tomada pareceu cabível à proteção dos pacientes. Vale lembrar que em 2006, quando Israel entrou em conflito com Hezbollah, Haifa foi atingida por mísseis e o maior hospital local teve o atendimento comprometido. Como medida, instalações foram fortificadas e construído o novo hospital subterrâneo a 20 metros de profundidade e capacidade para 2 mil pessoas que entre as instalações, há ainda uma sala de controle às autoridades.

via Shutterstock
via Shutterstock

Países europeus também tem instituído medidas antiterroristas e novos elementos remodelando os espaços públicos, como pilaretes, floreiras e iluminação em zonas de maior afluência turística e de moradores, de forma que as simples medidas afastem possíveis condutores de tais ações e reduzam o impacto de possíveis atropelamentos ou atentados de morte. Cidades como Paris, Berlim e Londres, líderes em visitação turística na Europa, também tem se deparado no desafio por instituir medidas preventivas e anti-atentados, garantindo a segurança da população, consequentemente ocasionando mudanças na paisagem pública urbana.

via Shutterstock
via Shutterstock

Em Paris, recentemente a área envolvente do térreo da icônica Torre Eiffel foi cercada por um muro de vidro anti-balístico que teve custo de € 20 milhões.A blindagem com 6,5 centímetros de espessura e 3 metros de altura, tem por objetivo proteger os visitantes e monumento de possível ataque armado. Junto ao vidro, cercas de ferro e blocos de concreto também foram instalados, fortificando-a. Vale salientar que desde os ataques terroristas de novembro de 2015, a capital francesa vem remodelando bruscamente as áreas públicas, de grandes peças de concreto à evitar o ataque por automóveis a extensas linhas de gradis.

Na capital britânica algumas medidas são parecidas às anteriores - de grandes peças de concreto bordeando grandes avenidas e áreas de permanência pública a reforços em gradis. O governo também tem investido em maior número de ônibus e redes de transporte público térreo, uma vez que após ataques ao metrô, muitos moradores e turistas têm optado por sistemas de transporte alternativos.

via Shutterstock
via Shutterstock

Em Berlim medidas nos espaços físicos da cidade têm dividido a população e alterado o relacionamento entre pedestre e o espaço. Obstáculos no trânsito, barreiras de concreto ou elementos estrategicamente posicionados a fim de evitar o ataque por carros ou armas vêm sendo adotados em áreas de grande aglomeração.

A questão central que paira sobre a problemática constitui-se entre proteger e limitar o uso dos espaços públicos. Mais do que os danos sociais e físicos causados pelos ataques, o medo de um novo evento é o que move todas essas ações de segurança. E é por isso que tanto tem se gastado energia e recursos, alterando espaços públicos e turísticos. 

Referências Bibliográficas:

AUTRAN, Felipe. Tecmundo. Polícia chinesa prende homem com detecção facial; em meio a 50 mil pessoas. Disponível em: <https://www.tecmundo.com.br/seguranca/129241-suspeito-preso-china-identificado-deteccao-facial-governo-show.htm>. Acesso em 30 ago 2018.
EICHENBERG, Fernando; SARMENTO, Claudia; MAGALHÃES-RUETHER, Graça. Medidas para evitar atentados modificam cenário das principais capitais europeias. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/mundo/medidas-para-evitar-atentados-modificam-cenario-das-principais-capitais-europeias-21863361>. Acesso em 10 set 2018.
Globo. Jornal diz que EUA rastreiam usuários de Google e Facebook. Disponível em: <http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2013/06/eua-monitoramempresas-para-rastrear-usuarios-na-internet-diz-jornal.html>. Acesso em 30 ago 2018.
Record. Israel transforma estacionamento em maior hospital subterrâneo do mundo. Disponível em: <https://noticias.r7.com/jornal-da-record/videos/israel-transforma-estacionamento-em-maior-hospital-subterraneo-do-mundo-05072018>. Acesso em 30 ago 2018.
VALENTINO, Marcelina. Medidas anti-terrorismo vão ser alargadas às cidades mais turísticas. Disponível em: < https://www.dn.pt/portugal/interior/medidas-anti-terrorismo-vao-ser-alargadas-as-cidades-mais-turisticas-8808618.html>. Acesso em 30 ago 2018.

Sobre este autor
Matheus Pereira
Autor
Cita: Matheus Pereira. "Como o terrorismo tem moldado os espaços públicos" 11 Set 2018. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/901774/como-o-terrorismo-tem-moldado-os-espacos-publicos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.