Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Como as salas de concerto contemporâneas operam como catalisadoras de transformações urbanas

Como as salas de concerto contemporâneas operam como catalisadoras de transformações urbanas

  • 07:00 - 10 Dezembro, 2017
  • por
  • Traduzido por Vinicius Libardoni
Como as salas de concerto contemporâneas operam como catalisadoras de transformações urbanas
Como as salas de concerto contemporâneas operam como catalisadoras de transformações urbanas, Esquerda e inferior direita: Harpa Concert Hall, imagem Cortesia de Henning Larsen Architects; superior direita: Filarmônica de Paris, imagem © Danica O Kus
Esquerda e inferior direita: Harpa Concert Hall, imagem Cortesia de Henning Larsen Architects; superior direita: Filarmônica de Paris, imagem © Danica O Kus

Na série de vídeos desenvolvidos para o World Architecture Festival em novembro de 2017, o PLANE-SITE apresenta uma imersão nos projetos das salas de concertos contemporâneas. Os quatro vídeos realizados destacam os principais elementos da arquitetura contemporânea dos espaços musicais através de um painel multimídia interativo. Como exemplo, são apresentados os projetos do Harpa Concert Hall em Reykjavik, o Fórum Nacional da Música em Wroclaw e a Filarmônica de Paris. Os vídeos revelam que as salas de concertos contemporâneas nunca foram tão tecnológicas e multifuncionais como nos dias de hoje, e que a arquitetura tem proporcionado uma transformação efetiva das experiências musicais.

Esta série de vídeos serviu como ponto de partida para um debate aberto entre o público da WAF e seus palestrantes, moderado por Andres Ramirez do PLANE-SITE. Entre os convidados estavam Michel Cova da dUCKS scéno, Tateo Nakajima representando a Arup e Jacob Kurek do Henning Larsen Architects.

A expressão do som

Um dos principais elementos dos projetos contemporâneos para salas de espetáculos é a acústica. Os arquitetos não são os únicos responsáveis pelo projeto de um espaço acusticamente perfeito. Novas tecnologias, formas e materiais também são essenciais para proporcionar um altíssimo desempenho acústico a estes edifícios.

A mutifuncionalidade

Normalmente, as fachadas destes edifícios são muito mais evidentes que o interior do palco. Salas de concerto geralmente tornam-se ícones na paisagem urbana, mas além disso elas também precisam ser convidativas para o público. O edifício deve tanto segregar os acesso do público e dos artistas quanto integrá-los na experiência do espetáculo. Além disso, a multifuncionalidade deve ser um atributo fundamental a se considerar em projetos deste tipo. Como centros culturais, como as salas de concertos, podem ser úteis mesmo quando não há nenhum espetáculo programado?

Integração com o espaço urbano

Os salas de concertos possuem a capacidade de atuar diretamente nas transformações dos espaços urbanos. Devido a sua escala, a arquitetura destes edifícios pode trabalhar a favor da identidade de uma cidade, compor o tecido urbano e até mesmo induzir transformações sociais. O Fórum Nacional da Música em Wroclaw é um excelente exemplo disso. Neste filme o PLANE-SITE analisa como a sala de concertos e a cidade trabalham juntas pelo bem de todos.

Sobre este autor
Cita: Lindsey Leardi. "Como as salas de concerto contemporâneas operam como catalisadoras de transformações urbanas" [Contemporary Concert Halls Have Become Multi-Functional Catalysts for Urban Change] 10 Dez 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/884930/como-as-salas-de-concerto-contemporaneas-operam-como-catalisadoras-de-transformacoes-urbanas> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.