Clássicos da Arquitetura: Paróquia do Santo Sacrifício nas Filipinas / Leandro V. Locsin

Clássicos da Arquitetura: Paróquia do Santo Sacrifício nas Filipinas / Leandro V. Locsin

Apelidada de "disco voador", a Paróquia (Igreja) do Santo Sacrifício é uma expressão modernista que incorpora a complexa história colonial das Filipinas. Localizado em um campus universitário em Quezon City (anteriormente a capital da nação, agora uma parte da Região da Capital Nacional de Manila), a igreja em estrutura de casca de concreto foi produto do arquiteto filipino Leandro Locsin e de outros três artistas nacionais que contribuíram para seu interior. [1] O projeto de Locsin, que combina elementos da arquitetura filipina tradicional com a estética internacional do pós-guerra, sendo um poderoso símbolo de uma nação recém-independente após séculos de controle imperial.

+ 7

Naikot ko na ata ang buong UP campus bago pa kita nahanap. Be back soon #VisitaIglesia

A photo posted by @dovz_tinajora on

A República das Filipinas foi um dos muitos governos a se levantar das cinzas da Segunda Guerra Mundial. A independência do novo país em 4 de julho de 1946 viu o povo filipino libertado do controle imperial pela primeira vez desde que a Espanha assumiu o controle do arquipélago no final do século XVI. A colônia passou da Espanha para os Estados Unidos em 1898 como resultado do Tratado de Paris que encerrou a guerra hispano-americana. Os planos para a transição da colônia para a independência foram adiados pelo início da guerra e subsequente invasão japonesa em 1941. No final da guerra, as Filipinas finalmente receberam sua longa e aguardada liberdade, mas a um enorme custo: sua capital, Manila, tinha sido quase totalmente destruída durante o retiro japonês das ilhas. [2]

Cortesia de Wikimedia user Ramon FVelasquez

Uma das maiores perdas arquitetônicas causadas pelo conflito foram as muitas igrejas católicas do país. O catolicismo reinou supremo nas ilhas desde a chegada do conquistador Miguel López de Legazpi em 1565; os missionários que o acompanhavam, junto com seus colegas cristãos que seguiram, ergueram centenas de igrejas barrocas, neogóticas e rococós durante toda a era imperial espanhola. Essas estruturas, que tipicamente dominavam as praças centrais dos povoados coloniais e serviam como fortificações para os japoneses, tornaram-se alvos primários para o fim da ocupação. Quando chegou o momento de reconstruir, o processo foi realizado por uma nova onda de arquitetos treinados ou influenciados pelos Estados Unidos - entre eles, Leandro Locsin. [3]

Locsin estudou na Universidade de Santo Tomás em Manila entre 1947 e 1953. A tendência predominante na prática arquitetônica filipina na época era imitar a arquitetura modernista ocidental, uma atitude que decorreu da impressão de que tais edifícios representavam ordem, progresso e sofisticação. A arquitetura mais tradicional, especialmente a vernacular, foi popularmente vista como pouco sofisticada. Embora Locsin tenha trabalhado no estilo modernista, ele foi notado como sendo um dos únicos arquitetos contemporâneos a capturar um "olhar filipino distinto" em seus projetos. [4]

Cortesia de Wikimedia user Ramon FVelasquez

Pouco depois da graduação de Locsin na UST, ele foi contratado por Frederic Ossorio para projetar uma capela escolar para a Victorias Milling Corporation. Enquanto o projeto estava em andamento, no entanto, Ossorio foi chamado para os Estados Unidos, e o projeto acababou ruindo. Em 1954, Locsin conheceu o padre John Delaney, que procurava um arquiteto para projetar uma capela para o campus da Universidade das Filipinas em Diliman. Com permissão de Ossorio, Locsin adaptou seu projeto anterior para a universidade. [5]

A diretriz primária de Delaney para o projeto era que a capela deveria refletir o espírito dos jovens que rezariam lá. Observando que os estudantes tendem a cantar a Missa em uníssono, Locsin elaborou um plano circular que dissolveu o limite tradicional entre a congregação e o coro. [6] Essa sensibilidade igualitária foi reforçada pela colocação do altar no centro da capela; Um gesto simbólico que, de acordo com os desejos de Delaney, foi considerado inadequado para os ritos católicos tradicionalmente lineares. Não havia um ponto de entrada único e definido, com várias entradas distribuídas uniformemente em torno do perímetro da capela. O espaço foi protegido por uma cúpula de concreto, apoiada por colunas reforçadas e uma viga de anel; A leveza aparente desta estrutura deu à paróquia seu apelido, "o disco voador". [7]

Cortesia de Wikimedia user Ramon FVelasquez

A natureza descentralizada e aberta da Paróquia do Santo Sacrifício obrigou Locsin a usar dimensões verticais e luzes para definir espaços independentes. O teto baixo que conforma a borda da capela promove o movimento do exterior para o interior do espaço, "oprimindo" os visitantes quando entram em um lugar de culto. A transição da deslumbrante luz do sol tropical das Filipinas para uma passagem sombreada de concreto enfatiza ainda mais o sentido do movimento em direção a um ambiente diferente, sagrado. Uma vez que passa pelo anel periférico, o teto ergue-se em direção ao ápice da cúpula, que é brilhantemente iluminado pelas janelas do clerestório na base da cúpula - um gesto que simultaneamente unifica o espaço de culto e diferencia-o da passagem circundante, tudo sem o uso de paredes limitantes. [8]

In this place, no one's alone 🙏🏻 #vscocam #architecture

A photo posted by Drew Gozar (@archtgozar) on

A capela de Locsin parece inicialmente evitar completamente a tradição filipina, favorecendo a sensibilidade do projeto contemporâneo das nações ocidentais que, apenas nove anos antes, controlavam o vocabulário arquitetônico nas Filipinas há séculos. A cúpula de conchas de concreto era, na época, um novo desenvolvimento na Ásia - uma forma sem precedentes na tradição arquitetônica regional. No entanto, enquanto as igrejas coloniais nas Filipinas eram conhecidas por maciças e pesadas paredes para suportar terremotos frequentes, a paróquia do Santo Sacrifício é caracterizada por sua visível leveza; No cume, a cúpula tem apenas dez centímetros de espessura. Essa leveza suspensa não sugere influências espanholas ou americanas, mas dos antigos abrigos filipinos: o bahay kubo ("casa cubo"). [9]

Exemplo de uma típica "bahay kubo". Creative Commons. Cortesia de Flickr user Neil Bryan Sietereales

O bahay kubo, a casa nativa tradicional construída nas Filipinas, compreende uma casa de um dormitório construída de bambu com um telhado inclinado de palha, montada sobre palafitas. A fachada e as paredes permeáveis mantêm o bahay kubo ventilado, fresco e seco - qualidades altamente desejáveis nos trópicos. [10] A fachada da casa dá-lhe a aparência de suspensão no ar, uma qualidade que Locsin imitou para a Paróquia da cúpula do Santo Sacrifício. [11]

Cortesia de Wikimedia user Ramon FVelasquez

A Paróquia do Santo Sacrifício foi formalmente inaugurada em 20 de dezembro de 1955, com uma procissão à meia-noite à luz de velas. Quase imediatamente, a capela tornou-se um centro popular para os fiéis em Metro Manila, um status que mantém até hoje. [12] É também um símbolo duradouro do que Locsin chamou de "cultura híbrida", enquanto muitos arquitetos filipinos continuam a imitar a estética da arquitetura americana contemporânea, o "disco voador" de Locsin é um dos poucos exemplos proeminentes do projeto distintamente modernista filipino. [13,14]

Referências

[1] "The University" (PDF). University of the Philippines Diliman. Acesso em 3 de maio de 2014. [link] p8.
[2] Encyclopædia Britannica Online, s. v. "Philippines", Acesso em 22 de junho de 2016, [link]
[3] Rodell, Paul A. Culture and Customs of the Philippines. Westport, CT: Greenwood Press, 2002. p82-85.
[4] Paredes-Santillan, Caryn. "A Study on Bipolarity in the Architecture of Leandro V. Locsin." Journal of Asian Architecture and Building Engineering JJABE 8, no. 1 (2009): 1-8. p3-4.
[5] “The University.” p8.
[6] De Ayala, Fernando Zóbel. "The Chapel of the Holy Sacrifice at the University of the Philippines." Philippine Studies 5, no. 1 (1957): 1-8. [link]. p2-7.
[7] Paredes-Santillan, Caryn. "Approaching The Sacred: A Study Of The Spatial Manifestations Of Liminality In The Churches Of Leandro V. Locsin." Acesso em 22 de junho de 2016. [link]. p4-7.
[8] Paredes-Santillan, “Approaching the Sacred.” p8-9.
[9] Ogura, Nobuyuki, David Leonides T. Yap, and Kenichi Tanoue. "Modern Architecture in the Philippines and the Quest for Filipino Style." Journal of Asian Architecture and Building Engineering JJABE 1, no. 2 (November 2002): 233-38. p237.
[10] Hila, Ma Corazon A. Arkitektura: An Essay on Philippine Ethnic Architecture. Manila: Sentrong Pangkultura Ng Pilipinas, 1992. p11.
[11] Ogura et al, p237.
[12] De Ayala, p8.
[13] Paredes-Santillan, “A Study on Bipolarity in the Architecture of Leandro V. Locsin.” p8.
[14] Ogura et al, p238.

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Laurel Ave, U P Campus Diliman, Filipinas

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: Fiederer, Luke. "Clássicos da Arquitetura: Paróquia do Santo Sacrifício nas Filipinas / Leandro V. Locsin" [AD Classics: Parish of the Holy Sacrifice / Leandro V. Locsin] 27 Jun 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/874489/classicos-da-arquitetura-paroquia-do-santo-sacrificio-nas-filipinas-leandro-v-locsin> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.