O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Artigos
  3. Um passeio virtual pela Case Study House #12 de Whitney R. Smith

Um passeio virtual pela Case Study House #12 de Whitney R. Smith

Um passeio virtual pela Case Study House #12 de Whitney R. Smith
Um passeio virtual pela Case Study House #12 de Whitney R. Smith, Cortesia de Archilogic
Cortesia de Archilogic

Ao projetar sua casa (não construída) para o programa Case Study da Arts & Architecture, Whitney Smith, assim como Richard Neutra, priorizou a conexão com o espaço externo. Sua motivação, entretanto, era mais específica do que o simples desejo de estender a área de estar da casa. Pelo contrário, ele queria criar um espaço altamente pessoal, voltado para a paixão de seu cliente hipotético. Vendo as plantas convencionais como uma camisa de força para os moradores que desejavam espaço de trabalho apropriado dentro de sua casa (seja um estúdio de costura ou uma sala escura para revelação de fotografias), o arquiteto buscou adaptar esta casa às necessidades de um horticultor.

Inspirando-se em estruturas semeadeiras usadas por jardineiros para fornecer abrigo do sol e do vento, sem enclausurar as plantas em crescimento,
Smith posicionou duas dessas estruturas em cada extremidade da longa sala de estar: uma na entrada principal e outra atrás da lareira. Movendo-se através do modelo 3D criado pelo Archilogic, pode-se ver como esta organização garantiu que um vasto conjunto de plantas fosse sempre visível a partir de qualquer posição na sala de estar / jantar. Smith estava entusiasmado com os ricos contrastes que isso proporcionava - abrigo contra o sol e o fogo - e a convidativa transição do espaço para o exterior. Este longo ambiente proporcionaria uma sensação de "abertura e abrigo", correspondente à função da estrutura semeadeira para os vegetais. 

A outra ala da casa - ramificando-se da entrada principal em 90 graus para o salão - oferece uma área funcional distinta, com quartos voltados para um terraço e isolados da área de estar pela vegetação interior e  armários. Um retiro é possibilitado pelo "quarto extra": uma unidade inteiramente separada, ligada à casa apenas pela cobertura da garagem.

Smith projetou a casa para repousar sobre e explorar um local suavemente inclinado. A variação no nível do solo aumentaria a separação dos diferentes ambientes, com a passagem para os quartos alguns degraus abaixo. Os materiais foram escolhidos para assegurar a continuidade com o meio ambiente e a estrutura semeadeira: um muro de contenção de rocha e argamassa; madeira em ripas horizontais na cerca e no terraço solar. E, claro, as extensões familiares de portas corrediças de vidro maximizam a luz e o prazer do espaço ao ar livre, tanto nas áreas de estar como nas privadas.

A Casa # 12 é outro exemplo marcante do modernismo californiano tão prevalecente nas Case Study Houses, uma estética que quebrou com a tradição decorativa para enfatizar espaços abertos, racionalidade e celebrar a paisagem ensolarada de Los Angeles. Esta concepção foi muito influente nas décadas seguintes; mas, estando tão conectada ao contexto, trai a ideia das Case Study Houses. Apesar de seu poderoso apelo, estas não são casas que poderiam ser facilmente transplantadas para outros locais. E esta casa, confiando tão fortemente na paixão de um jardineiro, é uma das menos factíveis de transposição de toda a série.

Veja outros projetos da Case Study Houses criados pelo Archilogic aqui.

Sobre este autor
Cita: Weldon, Robynn. "Um passeio virtual pela Case Study House #12 de Whitney R. Smith" [A Virtual Look Inside the Case study house #12 by Whitney R Smith] 10 Mar 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/806767/um-passeio-virtual-pela-case-study-house-number-12-de-whitney-r-smith> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.