O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Comunidade que se respeita tem uma capela: a experiência do Ateliê 'Con lo que hay' no Equador

Comunidade que se respeita tem uma capela: a experiência do Ateliê 'Con lo que hay' no Equador

Comunidade que se respeita tem uma capela: a experiência do Ateliê 'Con lo que hay' no Equador
Comunidade que se respeita tem uma capela: a experiência do Ateliê 'Con lo que hay' no Equador, Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura

Junto à assessoria técnica de ENSUSITIO Arquitectura, o escritório acadêmico  Con lo que hay da Faculdade de Arquiteturam, Design e Artes da Pontifícia Universidade Católica do Ecuador (FADA-PUCE) compartilha conosco o processo de projeto e construção de seu sexto projeto: a Capela San José de Oales na comunidade agrícola equatoriana de mesmo nome.

"Comunidade que se respeita tem uma capela", proclamaram os vizinhos ao encarregar a construção, antes de deixar claro seu categórico repúdio à tipologia convencional da capela. Em resposta, Con lo que hay optou por resgatar a estreita relação que a comunidade desenvolve com a natureza, a agricultura e sua coesão familiar para o projeto final. Tal como a visão da natureza como pai e mãe, tudo gira em torno dela: uma grande árvore altar atua como eixo central de uma estrutura atirantada, onde os fiéis estão dispostos radialmente em torno dele.

"Quando a arquitetura não se reduz aos espaços, mas a como estes são concebidos, isso dá a voz necessária aos sem voz. Das mães, suas famílias e campos nasce esta capela", explica Enrique Villacis Tapia de ENSUSITIO.

Capela San José de Oales. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura Ateliê "Con lo que hay" 6. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura + 32

Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura

Descrição dos arquitetos: A comunidade agrícola andina de San José de Olaes é muito particular: está localizado a apenas 20 minutos da cidade de Quito, mas mantém uma condição de auto-isolamento por causa de seu estilo de vida.

San José de Olaes oficialmente nasceu como uma comunidade em 1968 a partir do processo de reforma agrária iniciada há quatro anos no Equador, onde os terrenos dos grandes proprietários de terra foi distribuída aos agricultores que trabalharam nele. Assim, foram alcançados terra produtiva e uma distribuição mais justa da riqueza.

Embora este processo tenha trazido muito ressentimento social no Equador, no caso desta comunidade ele aconteceu com justiça, mantendo uma relação respeitosa com os latifundiários. Esta relação, agora laboral, juntou a comunidade com os latifundiários. Graças a isso, tanto a comunidade como os proprietários de terras são parte do processo de tomada de decisões no seu território e infraestrutura. A comunidade de San José de Olaes, que também são familiares na maioria, em seguida, manteve essa visão estreita e posse comunal e cultivo da terra.

Centralidade. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Centralidade. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura

O escritório Con lo que hay da Faculdade de Arquitetura (FADA) da Pontificia Universidad Católica del Ecuador (PUCE) junto a ENSUSITIO Arquitectura e a comunidade colaborou desde o entendimento da possível necessidade, passando pelo projeto participativo à construção comunitária.

Ao receber a inquietude sobre a demanda de construir uma capela por parte de Gustavo Paucár, presidente da comunidade, sempre nos vem a dúvida sobre se é uma necessidade real. Após abordagens juntos descobrimos que a capela, além do culto religioso, significa um símbolo da presença e existência da comunidade. Disseram-nos:

Comunidade que se respeita tem uma capela

Lo que hay

Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura

Todo o processo de projeto foi levado junto à população, especialmente devido a sua particular situação que não aceitava o projeto de uma capela convencional, mas algo muito específico para San José de Olaes. Sua forte relação com a terra, a natureza, a agricultura e sua coesão familiar nos levou a um projeto muito particular de capela. O centro é uma grande árvore-altar, a partir da qual os fiéis se localizam radialmente com relação visual direta, fomentando essa coesão familiar, decisões tomadas especialmente com as mães, principais usuárias.

Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura

Isso, inclusive, trouxe conflitos com os homens, que por conta da facilidade construtiva queriam impor uma concepção convencional. No entanto as mulheres prevaleceram através da aplicação de seu pensamento. A arquitetura, então, para além do produto, neste caso, torna-se uma ferramenta de empoderamento e visibilidade das vozes são frequentemente silenciada pelo patriarcado.

É vital que todos os atores tenham claro o alcance da colaboração e as capacidades de cada um dos participantes e os tempos acadêmicos. O ateliê Con lo que hay comprometeu-se a levar a construção até a estrutura de madeira de eucalipto do lugar. No entanto, com uma equipe de voluntários de diversas universidades, La Escuelita Pirata, e Ensusitio avançamos com a alvenaria e a cobertura. Deixando nas mãos da comunidade o restante, fechando um processo coerente de participação e empoderamento, mas nenhuma dependência ou paternalismo.

Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura

Gustavo Paucar, presidente da comunidade de San José de Olaes, disse sobre o projeto. "Estou feliz de ver a capela avançada, queremos vê-la terminada e no sábado trabalharemos até tarde. A comunidade é muito grata por ter nossa capela assim tão bonita, é a casa do nosso padroeiro San Jose".

Publicações

Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura

Tradicionalmente, Con lo que hay, ao terminar seu processo, produz uma publicação relevante à comunidade. Nessa ocasião decidiu desenvolver o manual passo a passo da construção do elemento estrutural característico da Capela, uma viga atirantada. Foi um elemento decisivo já que, ao utilizar recursos locais, madeira de eucalipto do bosque próximo, é importante entender seu aporte estrutural para sua futura aplicação nas diferentes construções da comunidade e fora dela.

Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura

Todo esse processo e produção de conhecimento também foi registrado em artigos científicos apresentados em conferências internacionais, onde desde uma perspectiva técnica analisam-se os processos para torná-los acessíveis naquelas esferas que geralmente vivem em bolhas desligadas da realidade.

Estas publicações são Minority Voice in Community design building processes, apresentado na International Conference on Sustainable Design, Engineering and Construction (ICSDEC 2016) na Universidade Estatal de Arizona, Estados Unidos; e Pertinence of Social Inclusion Design Methods in communities na First International Conference on Urban Physics (FICUP 2016) em Quito.

Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura

Sobre o resultado do Ateliê Con lo que hay 6, o reitor da FADA-PUCE, Alexis Mosquera, comenta: “Não somente tenta resolver problemas, mas também tem um objetivo mais importante que é a transferência de tecnologia, situação que tem permitido avançar na construção de um objeto arquitetônico até o nível da estrutura, e a produção de um manual de procedimentos tecnológicos que servirá de guia constante nos esforços para finalizar a edificação começada e abordar outros empreendimentos.

Manual de construção da viga atirantada

Publicação Ateliê con lo que hay 6. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Publicação Ateliê con lo que hay 6. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura

Passo a passo I. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura Passo a passo II. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura Passo a passo III. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura Passo a passo IV. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura + 32

A presente publicação é o resultado do processo ocorrido na comunidade de San José de Olaes. Como um manual de construção, essa publicação mostra o projeto, a montagem, o funcionamento e o uso da viga atirantada, elemento estrutural utilizado na Capela de San José de Olaes. A finalidade do manual é reafirmar os processos construtivos locais  a partir do uso do existente (toras de eucalipto), mas com um aporte técnico.

Créditos

Localização: Comunidade San José de Olaes, Equador.
Anos do projeto: 2014 - 2015
Equipe Estudantes Taller con lo que hay 6: José Álvarez, Andrea Ampudia, Jorge Asuero, Belén Ayala, Ariana Esquetini, Samantha González, Carla Narváez, José Noroña, Cristina Rodríguez, Jessy Rodríguez, Alejandra Salvador
Coordenador Geral e tutoria: Enrique Villacís Tapia
Acessoria Profissional: ENSUSITIO Arquitectura
ENSUSITIO Arquitectura: Cynthia Ayarza, Lorena Rodríguez
Engenharia:Patricio Cevallos
Escuelita Pirata: Wiliam Pillajo, Juan Carlos Rúales, Pablo Valencia, Benjamín Arleth
Comunidade San José de Olaes: Gustavo Paucar (presidente), Mayra Lema (tesorera), Gonzalo Lema, Don Pachu
Reitor FADA-PUCE: Alexis Mosquera
Coordenação FADA – PUCE: Miroslava Garzón
Agradecimentos: Monseñor Carlos Quintana Puente, Parroco Juan Carlos Garzón, Padre Delfín Tenesaca

Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Etapa de construção. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Capela San José de Oales. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Capela San José de Oales. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Capela San José de Oales. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Capela San José de Oales. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Ateliê "Con lo que hay" 6. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura
Ateliê "Con lo que hay" 6. Cortesia de Con Lo Que Hay / ENSUSITIO Arquitectura

Cita: Valencia, Nicolás. "Comunidade que se respeita tem uma capela: a experiência do Ateliê 'Con lo que hay' no Equador" [Comunidad que se respeta, tiene capilla: la experiencia del Taller 'Con lo que hay' en Ecuador] 28 Fev 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/806231/comunidade-que-se-respeita-tem-uma-capela-a-experiencia-do-atelie-con-lo-que-hay-no-ecuador> ISSN 0719-8906