O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Nova "cola" molecular pode contribuir para edificações em madeira ainda mais altas

Nova "cola" molecular pode contribuir para edificações em madeira ainda mais altas

Nova "cola" molecular pode contribuir para edificações em madeira ainda mais altas
Nova "cola" molecular pode contribuir para edificações em madeira ainda mais altas, HAUT, a proposed 240-foot timber-framed tower to be built in Amsterdam. Image Cortesia de Team V Architectuur
HAUT, a proposed 240-foot timber-framed tower to be built in Amsterdam. Image Cortesia de Team V Architectuur

O segredo para uma engenharia da madeira resistente o bastante para suportar arranha-céus pode estar na interação entre moléculas dez mil vezes menores que um fio de cabelo.

Um novo estudo realizado por pesquisadores das universidades de Warwick e Cambridge resolveu um mistério de longa data de como os principais polímeros das células vegetais se conectam para formar materiais resistentes como madeira e a palha. Recriando esta "cola" em laboratório, os engenheiros podem produzir novos materiais à base de madeira que ultrapassam suas capacidades estruturais atuais.

A descoberta está na ligação entre os dois polímeros mais comuns encontrados na natureza, a celulose e o xilano, ambos encontrados nas paredes das células da madeira. Por algum tempo, os cientistas investigaram como o xilano poderia aderir às moléculas de celulose mais grossas e de estrutura alongada.

"Sabíamos que a resposta deveria ser elegante e simples", explicou o professor Paul Dupree, do Departamento de Bioquímica da Universidade de Cambridge. "E, de fato, era. O que descobrimos foi que a celulose induz o xilano a destorcer-se e a endireitar-se, permitindo que ele se conecte à molécula de celulose, atuando então como uma espécie de 'cola' que pode proteger a celulose ou unir as moléculas, resultando em estruturas muito resistentes".

Os cientistas acreditam que esta descoberta pode ter um grande efeito nas indústrias que fazem uso da madeira, como a produção de papel e biocombustíveis, reduzindo a quantidade de energia necessária para a realização dos processos, além da possibilidade de criar novos materiais à base de madeira.

Com arranha-céus de madeira surgindo em todo o mundo, esses novos materiais poderiam estabelecer a madeira como o padrão para a construção de edifícios em altura nos próximos anos.

Saiba mais sobre esta descoberta, aqui.

Via Phys.org.  

Cita: Lynch, Patrick. "Nova "cola" molecular pode contribuir para edificações em madeira ainda mais altas" 30 Dez 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/802386/nova-cola-molecular-pode-contribuir-para-edificacoes-em-madeira-ainda-mais-altas> ISSN 0719-8906