O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Em detalhe: Bloco cerâmico dissipador de calor

Em detalhe: Bloco cerâmico dissipador de calor

Em detalhe: Bloco cerâmico dissipador de calor
Em detalhe: Bloco cerâmico dissipador de calor, © Camilo Suz
© Camilo Suz

Com o objetivo de aproveitar as vantagens da argila como materia prima característica da região de Cúrcuta, no município de Norte de Santander, na Colômbia, os arquitetos Miguel Niño e Johanna Navarro criaram Sumart Diseño y Arquitectura SAS, um escritório que projeta e desenvolve soluções arquitetônicas sustentáveis.

Um de seus projetos de maior êxito é o Bloco Termodisipador (BT),um elemento cerâmico projetado com uma secção transversal irregular que permite que a ventilação passe através dos blocos dissipando rapidamente a temperatura acumulada, reduzindo a quantidade de calor emitido no interior do edifício.

© Camilo Suz © Camilo Suz © Camilo Suz © Camilo Suz + 14

Descrição dos arquitetos: O problema

A crescente demanda de habitações a nivel mundial é sem dúvida uma das maiores exigências da arquitetura sustentável do novo século. Projetar e construir com qualidade de vida e conforto é parte fundamental da produção arquitetônica do momento, ainda que as condições de vida tenham mudado, alguns materiais se mantêm como tradicionais.

© Camilo Suz
© Camilo Suz

O bloco de argila tradicional foi o ponto de partida para desenvolver um novo modelo de utilidade que proporcionasse novas soluções a quatro deficiências na construção colombiana nos últimos tempos:

  • Reduzir o desconforto térmico para minimizar a utilização de mecanismos reguladores de temperatura.
  • A insuficiência de novas soluções construtivas energeticamente sustentáveis que estivessem ao alcance de qualquer pessoa.
  • A reduçao de materiais de instalação, acabamentos e tempo de obra.
  • Promover o incentivo à uma indústria de cerâmica através do projeto, aproveitando a mão de obra, matérias primas locais e sistemas industriais tradicionais.

A solução

BT - Bloco Termodissipador é uma peça cerâmica para a construção de fechamentos e fachadas arquitetônicas, que adota o mesmo processo de fabricação do bolco de argila cozida tradicional, mas com a inovação no desenho de sua secção transversal, utilizada no processo de moldagem de extrusão. Sua forma irregular, que consiste de um retângulo e um triângulo escaleno irregular, protege parcialmente o bloco e as articulações dos fluxos de radiação solar e de transmissão de calor.

© Camilo Suz
© Camilo Suz

A separação entre blocos e dutos que conformam o triângulo escaleno irregular, permitem que a ventilação passe através deles, dissipando rapidamente a temperatura acumulada, reduzindo a quantidade de calor emitido no interior da edificação.

© Camilo Suz
© Camilo Suz

O triângulo escaleno possui um ângulo de 114° em relação ao exterior, ângulo oposto à radiação solar com insolação máxima (24°). Sua forma irregular permite inúmeras composições estéticas tridimensionais, que também atuam como deflectores de som, reduzindo a quantidade de ruído transmitido ao interior.

Nos cantos dos blocos está um espaço que recebe a argamassa, o que permite que a argamassa seja quase a mesma para cada bloco, evitando o desperdício de material e a má exposição solar.

© Camilo Suz
© Camilo Suz

Qualidades

- A forma do bloco de argila cozida tradicional que se usa para o fechamento de fachadas foi caracterizado por ser de forma retangular, permitindo que a totalidade da parede esteja exposta à radiação solar por longos períodos. A parte absorvida da radiação se transforma em energia térmica que é acumulada nos fechamentos, que por sua vez cedem parte do calor para o interior (FIGURA 1). É por isso que o Bloco Termodissipador adota o mesmo processo de fabricação por extrusão, mas diferenciando desta a sua forma irregular (FIGURA 2), que protege parcialmente a parede da radiação solar e transmissão de fluxos de calor. Os espaços vazios que conformam o triângulo irregular permitem que a ventilação passe através deles, dissipando rapidamente a temperatura do bloco, reduzindo a quantidade de calor emitido ao interior (FIGURA 3).

- A superfície do tijolo de argila tradicional é plana, e as paredes construídas com eles são posicionadas perpendicularmente ao solo, transformando a fachada em uma superfície refrativa que direciona a radiação solar para o solo (FIGURA 1). A superfície do bloco é feita a partir de um triângulo irregular, onde o lado mais longo possui angulação de 114°, um ângulo que enfrenta a radiação solar na quantidade máxima de luz solar (24 °). Este ângulo permite que os raios UV sejam redireccionados para cima e não para o solo. (FIGURA 2).

- Nos tijolos tradicionais, o calor é transferido em uma direção, devido às superfícies horizontais que fazem os canais nos tijolos, agindo como pontes térmicas que conduzem o calor a uma velocidade maior. (FIGURA 1). As superfícies horizontais do Bloco Termodissipador são interrompidos por uma série de sub canais menores, fazendo com que o caminho para o calor seja maior, e reduzindo sua velocidade e quantidade para o interior. (FIGURA 2 e 3).

- O processo de acabamento de paredes com o bloco de argila tradicional se desenvolve em diversas fases: reboco, pintura ou revestimento, antes de obter seu acabamento final na fachada. O BT, além de cumprir a função de fechamento apresenta em sua face irregular um acabamento natural caracterizado por diferentes tons de argila, permitindo deixar a parede de tijolos a vista nas fachadas, o que se traduz em economias de custos de materiais, mãos de obra, e duração de uma obra, evitando além disto, a manutenção posterior devido ao deterioramento causados por efeitos do clima e envelhecimento (FIGURA 4).

- Nas paredes de fechamento com o bloco de argila tradicional, a composição formal é sempre bidimensional e depede de um acabamento final. A forma irregular do BT permite inúmeras formas de instalação e disposição de aplicamento que se traduzem em diferentes composições tridimensionais. O BT dá liberdade na linguagem arquitetônica e transmite uma autêntica consciência regional (FIGURA 5).

- Muitas das fachadas de fechamento realizadas com o tijolo tradicional apresentam paredes sem terminar, graças aos cantos planos que fazem evidente a argamassa e o desperdício deste material em sua instalação, alterando seu acabamento final e respondem de maneira negativa ao seu entorno. Nos cantos do BT estão os espaços que contém a argamassa (FIGURA 3), o que permite que a quantidade de argamassa seja quase a mesma para cada bloco, isto evita o desperdício e a má exposição do material além de contribuir para uma economia de material. Ocultar as juntas dos tijolos, brincar com as diferentes composições e acabamentos que se podem atingir com ele aportam estética à fachada e contribuem com o embelezamento da paisagem urbana (FIGURA 6).

- A superfície do tijolo tradicional é plana e recebe com maior facilidade o ruído proveniente do exterior, facilitando o percurso dele através de toda a parede, refletindo parte ao interior e ao exterior. A forma irregular do BT atua como dissipador de ruído, rompendo a onda contínua e dissipando a quantidade de ruído refletido para o interior e exterior da edificação (FIGURA 7).

- A menor face do triângulo irregular possui uma inclinação que não permite que acumule água da chuva em qualquer posição do bloco (FIGURA 5 e 6). Se a água é depositada no interior dos canais dissipadores, ela ajudará a resfriar o bloco e por consequente, o interior da edificação através da "refrigeração por evapotranspiração".

- As dimensões do lado retangular do BT são iguais aos tijolos tradicionais, o que permite integrá-los em composições de fechamentos.

- O processo de instalação do BT é exatamente igual ao tijolo tradicional, apesar de utilizar um separador de juntas para corrigir a postura do bloco e limitar a quantidade de argamassa em sua parte retangular para que o triângulo irregular fique completamente limpo, com este dilatador é possível obter uma uniformidade das separações entre blocos. (FIGURA 8).

Este projeto está relacionado com o setor da indústria cerâmica denominado Gres fabricação de tijolos e blocos de argila cozida, elaborados com a técnica de elaboração por extrusão, classificados segundo as normas técnicas Colombianas.

O projeto foi ganhador do Prêmio Lápiz de Acero Verde 2015, organizado pela revista Proyecto Diseño.

Projeto: BT – Bloco Termodissipador
Desenho: Sumart Diseño y Arquitectura
Diretor de Projeto: Miguel Niño
Projetistas: Johanna Navarro, Miguel Niño
Acessoria Técnica: Ladrillera Norsan LTDA
Localização: Cúcuta, Norte de Santander, Colombia
Ano: 2015
Fotografias: Camilo Suz

Ver a galeria completa

Sobre este autor
José Tomás Franco
Autor
Cita: Franco, José Tomás. "Em detalhe: Bloco cerâmico dissipador de calor" [En Detalle: bloque de ladrillo termodisipador, desarrollado en Colombia] 14 Jan 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/780208/em-detalhe-bloco-ceramico-termodissipador-desenvolvido-na-colombia> ISSN 0719-8906
Ler comentários