O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Comentários sobre o projeto Quinta da Malagueira de Álvaro Siza

Comentários sobre o projeto Quinta da Malagueira de Álvaro Siza

Comentários sobre o projeto Quinta da Malagueira de Álvaro Siza

Em um ensaio acompanhado de um mini-documentário de Ellis Woodman para oThe Architectural Review, o icônico projeto habitacional Quinta da Malagueira (1973-1977), de Álvaro Siza, em Évora, Portugal, é compreensivamente explorado e examinado com um olhar crítico. Em vez de criar um projeto habitacional em altura na sensível paisagem em torno da cidade, Siza propôs "um plano que distribui o programa entre dois campos compostos por casas geminadas de baixo gabarito."

Como fica claro no vídeo acima, um dos aspectos mais marcantes da Quinta da Malagueira é que ela é "regida por uma terceira camada de infraestrutura" que assume a forma de "uma rede elevada de encanamentos que distribui água e eletricidade [...] muito semelhante a um aqueduto em miniatura." Para Siza, essa foi uma solução lógica, pois oferece o meio mais barato de distribuir os serviços em torno do complexo. Woodman conclui dizendo que "o trabalho de Siza em Malagueira convida a uma leitura menos como um artefato rígido e mais como um episódio nas transformações correntes do lugar."

Leia trechos dos comentário feitos por Pier Vittorio Aureli, Tony Fretton, eJohn Tuomey (entre outros) sobre a obra de Siza, a seguir.

Fotografias atuais mostram a vida de rua e o aumento do número de carros. Cortesia de The Architectural Review
Fotografias atuais mostram a vida de rua e o aumento do número de carros. Cortesia de The Architectural Review
Siza em visita ao terreno em 1977. Cortesia de The Architectural Review
Siza em visita ao terreno em 1977. Cortesia de The Architectural Review

Para Tony Fretton, (Tony Fretton Architects) "Os edifícios de Siza são cheios de lições generosas e não retóricas para a prática arquitetônica." Ele acredita que em Quinta da Malagueira uma nova peça da cidade foi criada, "com excepcional habilidade e convicção."

Pier Vittorio Aureli (DOGMA) descreve a Quinta da Malagueira como "talvez o último grande 'projeto de habitação social'. Isto é, a última grande contribuição arquitetônica à cidade na qual a arquitetura desempenha um papel fundamental." A singularidade desse projeto, para Aureli, vem do casamento de "princípios formais e intenções políticas" em um único edifício.

Peter St John (Caruso St. John) argumenta que "é difícil descrever a importância da arquitetura de Álvaro Siza em poucas palavras, pois sua obra é tão sutil e espirituosa e suas interpretações têm muitas camadas de significados." Apesar da habilidade de seus projetos de "se comunicarem com o contexto", eles alcançam "algo a mais" através de sua abordagem dominante que, em última instância, atinge um nível "abstrato e profundamente emocionante."

Jonathan Woolf (Jonathan Woolf Architects) argumenta que "a capacidade de Siza de trabalhar de forma significativa dentro de uma gama de restrições e tipologias não é nem imatura tampouco previsível."

Para John Tuomey (O'Donnell + Tuomey) A "geomância do lugar" tem um papel importante nas obras de Siza: "sua compreensão poética das condições do lugar apenas se revelam através de nossa experiência espacial de construir a realidade."

Para William Mann (Witherford Watson Mann), "Os edifícios de Siza apresentam uma economia de meios, um ágil oportunismo e uma silenciosa generosidade." O que é impressionante é que ele "sustenta uma qualidade de reflexão e pesquisa há mais de seis décadas."

Leia os comentários na íntegra, além do ensaio de Ellis Woodman, na página do The Architectural Review.

Croqui mostrando a organização dos pátios. Cortesia de The Architectural Review
Croqui mostrando a organização dos pátios. Cortesia de The Architectural Review
Sobre este autor
James Taylor-Foster
Autor
Cita: Taylor-Foster, James. "Comentários sobre o projeto Quinta da Malagueira de Álvaro Siza" [Reflections On Álvaro Siza's Seminal Quinta da Malagueira Housing Scheme] 02 Fev 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/761284/comentarios-sobre-o-projeto-quinta-da-malagueira-de-alvaro-siza> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.