O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Cidade do México vence prêmio internacional de mobilidade

Cidade do México vence prêmio internacional de mobilidade

Cidade do México vence prêmio internacional de mobilidade

A Cidade do México ganhou o prêmio internacional Audi Urban Future Award, organizado pela empresa Audi, que seleciona algumas cidades de diferentes partes do mundo para questionar sobre os futuros avanços na questão da mobilidade. A ideia é desmanchar os pensamentos relacionados ao estado crítico da mobilidade no século XXI dentro de um contexto de desafios complexos, mas também de novas oportunidades.

Este ano, na sua terceira edição, a Cidade do México foi escolhida, juntamente com Boston, Berlim e Seul, para oferecer uma visão de como poderia ser o futuro urbano se os dados fossem utilizados de maneira estratégica. A premiação foi entregue começo de novembro na cidade de Berlim.

Com a participação do Laboratorio para la Ciudad, Jose Castillo, co-fundador do escritório Arquitectura 911sc e Carlos Gershenson, pesquisador e chefe do Departamento de Ciências da Computação do Instituto de Pesquisas Matemáticas (IIMAS) da UNAM, a equipe da Cidade do México, chamada Living Mobilities, obteve o primeiro lugar apresentando a captação de dados de mobilidade como tarefa primordial do projeto.

Saiba mais, a seguir.

Este prêmio, seguindo as bases da plataforma de arquitetura e desenho Stylepark, procura acabar com as ideias relacionadas ao momento crítico da mobilidade no século XXI. Partindo da pergunta “Como os dados darão forma à mobilidade nas metrópoles do futuro?” as equipes das quatro cidades foram selecionadas para apresentar uma proposta.

Cidade do México vence prêmio internacional de mobilidade, Cortesia de Laboratorio para la Ciudad
Cortesia de Laboratorio para la Ciudad

O júri era composto por John Urry, diretor do Centro de Pesquisa para Mobilidade da Universidade de Lancaster; Alejandro Echeverri, arquiteto colombiano; José A. Gómez-Ibáñez, professor de planejamento urbano em Harvard; Christian Gärtner, economista e fundador da agência Stylepark; Xiaodu Liu, arquiteto chinês; Mariana Mazzucato, economista e professora na Universidade de Sussex; Rupert Stadler, diretor geral da Audi, desde 2007; Ulrich Weinberg, professor na Universidade de Cinema e Televisão de Postdam e Universidade de Comunicação da China e, por fim, Meejin Yoon, membro da equipe ganhadora do Audi Urban Future Award 2012 e professor da faculdade de arquitetura do Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT).

A inovação e a criatividade permitiram a Cidade do México imaginar novas maneiras de uma metrópole de um país emergente enfrentar os desafios de mobilidade no século XXI. Os desafios enfrentados por esta cidade serão cada vez mais comuns no mundo, já que atualmente metade da população mundial vive em cidades e este número continuará crescendo nas próximas décadas.

Cortesia de Laboratorio para la Ciudad
Cortesia de Laboratorio para la Ciudad

A proposta vencedora se baseia em coletar dados da maior quantidade possível de fontes, incluindo empresas e infraestrutura urbana, conferido uma importância particular às informações que cada cidadão pode compartilhar de maneira voluntaria como “doadores de dados”.

Os organizadores do Audi Urban Future Award premiaram a iniciativa do Living Mobilities com 100 mil euros para que a ideia continue a ser desenvolvida. Com este apoio, a equipe mexicana poderá colocar em funcionamento os mecanismos que farão com que a cidade possa contar com informações em tempo real sobre padrões de mobilidade. Eventualmente, isto fará com que os cidadãos possam tomar tanto decisões cotidianas como decisões maiores, de modo muito mais informado.

Cortesia de Laboratorio para la Ciudad
Cortesia de Laboratorio para la Ciudad

A proposta do Living Mobilities baseia-se em exercícios especulativos que em algum momento poderão se tornar realidade. A informação permitirá uma interação entre governo, cidadãos e as decisões que estes tomam para deslocar-se na cidade. O objetivo é criar um sistema de cidade que se mova como um organismo vivo.

Esta é a primeira vez que uma agência do governo participa diretamente do Audi Urban Future Award. O Laboratório para a Cidade, como área experimental do Governo da Cidade do México, recebeu apoio de outras organizações como Ecobici, Semovi, Sedema e a Direção Geral de Planejamento e Estratégia Urbana da Agência de Gestão Urbana.

Cortesia de Laboratorio para la Ciudad
Cortesia de Laboratorio para la Ciudad

Via Plataforma Urbana. Tradução Camilla Ghisleni, ArchDaily Brasil.

Sobre este autor
Cita: Daniela Cruz. "Cidade do México vence prêmio internacional de mobilidade" 26 Nov 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/758023/cidade-do-mexico-vence-premio-internacional-de-mobilidade> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.