O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Em detalhe: Fachada biológica por Studio Marco Vermeulen

Em detalhe: Fachada biológica por Studio Marco Vermeulen

Em detalhe: Fachada biológica por Studio Marco Vermeulen
© Ronald Tilleman
© Ronald Tilleman

Atualmente, a indústria petroquímica busca ansiosamente por novos materiais orgânicos que eventualmente possam substituir aqueles derivados do petróleo. Ainda que estas investigações estejam em fase inicial, são muito significativas para o campo da arquitetura e construção.

Essa estação receptora de gás, projetada pelo Studio Marco Vermeulen, é revestida por painéis fabricados com Nabasco, um composto de bioresina e fibras de cânhamo produzido pela NPSP Composites, transformando-se na primeira fachada do mundo a ser construída com base em resíduos orgânicos.

© Ronald Tilleman © Ronald Tilleman Cortesia de Studio Marco Vermeulen Cortesia de Studio Marco Vermeulen + 12

* Nabasco é um material biocomposto fabricado com fibras naturais como juta, coco e cânhamo, além de resina de poliéster. Pode ser utilizado para a construção de fachadas e é o primeiro material que, disponível ao ar livre, é 100% renovável.

Cortesia de Studio Marco Vermeulen
Cortesia de Studio Marco Vermeulen

A indústria da região de Brabante Ocidental, nos Países Baixos, é pioneira nessa pesquisa. Essas transição para uma economia de base biológica - desenvolvida em Agro & Food Cluster Nieuw Prinsenland e seu entorno - rendeu aos arquitetos de Marco Vermeulen a possibilidade única de experimentar com este material de construção.

Cortesia de Studio Marco Vermeulen
Cortesia de Studio Marco Vermeulen

O desafio era enorme pois a companhia de gás é muito exigente com a escolha dos materiais. O painel apresenta uma composição química de gás natural na proporção correta de hidrogênio (H), carbono (C) e nitrogênio (N). Assim, o uso dos combustíveis fósseis na estação de serviço anuncia um promissor "bio-futuro".

Cortesia de Studio Marco Vermeulen
Cortesia de Studio Marco Vermeulen

Agro & Food Cluster Nieuw Prinsenland é uma enorme área de desenvolvimento da horticultura e agroindústria, localizada em Dinteloord, 30 minutos ao sul de Roterdã. A área, qua inclui os terrenos industriais da Sugar Union, tem um tamanho de aproximadamente 600 hectares. A AFC Nieuw Prinsenland busca se converter em um exemplo de produção sustentável de alimentos, onde os ciclos de energia, água e resíduos permaneçam, dentro do possível, fechados.

Esquema do Metabolismo
Esquema do Metabolismo

A zona de estufas, por exemplo, pode fazer uso do calor residual e do CO2 proveniente da fábrica de açúcar. O açúcar é um grande aporte quando se trata de transformação e reutilização dos resíduos verdes pois assume um novo valor como matéria prima para plásticos e medicamentos.

© Ronald Tilleman
© Ronald Tilleman

Muitos outros materiais estão sendo reutilizados dentro do complexo, que converte, ainda, os resíduos vegetais em biogás. Esse "gás verde" será, em breve, fornecido a 5 mil residências de Dinteloord e utilizado nas estufas para a geração de calor, eletricidade e CO2.

Fachada
Fachada

* informações fornecidas pelos arquitetos.

Arquitetos: Studio Marco Vermeulen
Localização: 114 Noordzeedijk, Dinteloord, Holanda
Cliente: Horticulture Development
Fabricação dos Painéis: NPSP Composites, Haarlem
Fotografias: Ronald Tilleman, Cortesia de Studio Marco Vermeulen

Ver a galeria completa

Sobre este autor
José Tomás Franco
Autor
Cita: Tomás, José. "Em detalhe: Fachada biológica por Studio Marco Vermeulen" [En Detalle: Fachada de base biológica] 12 Out 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Romullo Baratto) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/755044/em-detalhe-fachada-biologica-por-studio-marco-vermeulen> ISSN 0719-8906