O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. A importância do transporte público para os espaços urbanos

A importância do transporte público para os espaços urbanos

A importância do transporte público para os espaços urbanos
A importância do transporte público para os espaços urbanos, © Urban Land Institute, via Flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
© Urban Land Institute, via Flickr. Used under Creative Commons

Uma das características dos espaços públicos bem projetados é que as pessoas querem visitá-los e gostam de permanecer neles. Para que isto ocorra há vários fatores envolvidos, como a influência exercida pela arquitetura, os edifícios históricos e os monumentos, as atividades que existem no lugar, a facilidade de acessá-lo, entre outros. 

Em relação a este último ponto, não apenas os deslocamentos são importantes, mas também os acessos através das conexões oferecidas pelo transporte público. Portanto, tem-se um equilíbrio entre desenho urbano e transporte planejado que influencia o caráter e causa um impacto social nos espaços públicos. 

Conheça, a seguir, três espaços bem sucedidos nesse aspecto: 

1. Praça Ban Jelačić, Zagreb 

© Ktoine, via Flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
© Ktoine, via Flickr. Used under Creative Commons

A principal praça da capital croata se localiza, como era de se esperar, no centro histórico da cidade. As ruas peatonais circundantes fazem com que as pessoas confluam para a praça, que apresenta tanto importantes edifícios históricos do século XVII como edifícios modernos e contemporâneos, revelando diferentes camadas históricas da capital. Além disso, a acessibilidade também é assegurada pelos bondes que chegam à praça e a conectam aos bairros históricos de Gradec e Kaptol. 

2. Praça Hidalgo, Cidade do México 

© gtoexperience, via Flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
© gtoexperience, via Flickr. Used under Creative Commons

De vendedores ambulantes a apresentações musicais, pode-se ver de tudo praça do bairro histórico de Coyoacán, na Cidade do México. A confluência de diversos meios de transporte transforma este local num ponto de encontro, já que é possível acessá-lo a pé, de bicicleta, de ônibus e de carro. Além disso, a proximidade da Universidad Nacional Autónoma e de duas das principais ruas comerciais da cidade garante um público bastante heterogêneo, com cidadãos de todas as faixas etárias. 

3. High Line, Nova Iorque 

© Lisa Bettany {Mostly Lisa}, via Flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
© Lisa Bettany {Mostly Lisa}, via Flickr. Used under Creative Commons

Sem dúvida, um dos exemplos mais representativos de reutilização de estruturas para a criação de espaços públicos é o High Line. Estas linhas ferroviárias elevadas, por onde passavam trens cargueiros, estiveram prestes a ser demolidas quando os caminhões passaram a desempenhar a função dos antigos trens.

Contudo, a campanha iniciada pela organização Amigos do High Line permitiu recuperar esta infraestrutura e construir um parque público em sua superfície. Assim, em 2009 foi inaugurada a primeira etapa, em 2011, a segunda - que completou 1,6 quilômetros de extensão – e a terceira etapa já está a caminho. Como neste caso a infraestrutura atravessa parte considerável da cidade, o acesso pode se dar a pé ou através de conexões com outros meios de transporte público. 

Via Plataforma Urbana. Tradução Arthur Stofella, ArchDaily Brasil.

Cita: Constanza Martínez Gaete. "A importância do transporte público para os espaços urbanos" 31 Jul 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/624959/a-importancia-do-transporte-publico-para-os-espacos-urbanos> ISSN 0719-8906