O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Centro de Formação Cassia Co-op / TYIN Tegnestue Architetos

Centro de Formação Cassia Co-op / TYIN Tegnestue Architetos

Centro de Formação Cassia Co-op / TYIN Tegnestue Architetos
Centro de Formação Cassia Co-op / TYIN Tegnestue Architetos, © Pasi Aalto
© Pasi Aalto

© Pasi Aalto

O projeto do Centro de Formação Coop Cassia iniciou em 2010, com a visita do empresário francês Patrick Barthelemy. Ele viajou da Indonésia para o escritório dos arquitetos em Trondheim, e se sentou na frente deles com uma história fascinante e uma maleta cheia de canela. A cidade de Sumatra fornece 85% da canela consumida no mundo, no entanto os trabalhadores que tornam isso possível têm longas jornadas de trabalho mal pago em fábricas inseguras e insalubres.

© Pasi Aalto

Após um ano de planejamento, os arquitetos se encontraram no bosques de canela de Sumatra, prontos para desenhar e construir uma escola de Canela sustentável para os agricultores locais e trabalhadores. O Centro de Formação Coop Cassia se converteu em um centro único, com a ambição de superar seus competidores, não apenas em qualidade, mas também em ética de trabalho.

© Pasi Aalto

O centro pretende estabelecer uma novo padrão na forma de conceber uma empresa que funcione socialmente bem, onde os trabalhadores e agricultores locais recebam uma pagamento adequado, assistência médica decente e acesso à escolas e à educação. Além disso, as fábricas Coop Cassia são limpas e seguras.

© Pasi Aalto

A principal idéia por trás do projeto é o conceito de uma construção leve de madeira sobre uma base pesada de tijolos e concreto. A construção de madeira transmite a sensação de se estar dentro de um bosque de canela. O centro está construído em torno de duas grandes árvores, com vista panorâmica para o lago Kerinci-en em frente e para a exuberante selva de canela em sua fachada posterior.

© Pasi Aalto

Buscou-se potencializar a ventilação natural debaixo da cobertura de 600 metros quadrados. O conhecimento e a experiência adquirida em projetos anteriores têm ajudado muito no comportamento térmico da cobertura, através do uso de massa térmica e da proteção contra a insolação direta através de beirais.

© Pasi Aalto

O projeto é construído principalmente com dois materiais: tijolo de fabricação local e troncos de canela. Os trocos são um subproduto da produção da canela e não possui muito valor para os habitantes locais. A delicadeza está, entre outras cosias, nas portas e janelas do centro.

© Pasi Aalto

Uma série de pilares determina a distribuição dos espaços internos, enquanto que o sistema construtivo garante sua estanqueidade e rigidez. Embaixo da cobertura estão dispostos cinco blocos de tijolo, dentre os quais um pequeno laboratório, salas de aula, escritórios e uma cozinha.

Planta

Em um projeto deste tamanho, construído em três meses, a logística se apresenta com um fator muito importante. Com setenta trabalhadores, oito búfalos arrastando árvores do bosque e uma serraria montada no local, a gestão correta do projeto é essencial.

© Zifeng Wei

O projeto foi pensado para ser construído com mão de obra não especializada, além de dever suportar os constantes tremores e terremotos que afligem o lugar. Isto se deu através da separação dos diferentes componentes da construção segundo sua materialidade.

Ficha técnica:

  • Arquitetos:TYIN Tegnestue Architects
  • Ano: 2011
  • Endereço: Sungai Penuh, Kerinchi Sumatra Indonésia
  • Tipo de projeto: Educacional
  • Status:Construído
  • Materialidade: Tijolo e Madeira
  • Estrutura: Madeira e Tijolo
  • Localização: Sungai Penuh, Kerinchi, Sumatra, Indonésia
  • Implantação no terreno: Isolado

Equipe:

  1. Arquitetos: TYIN Tegnestue Architects
  2. Equipe de Projeto: Gjermund Wibe, Morten Staubo, Therese Jonassen,Kasama Yamtree, Andreas Gjertsen, Yashar Hanstad
  3. Fotografias: Pasi AaltoZifeng WeiWenzel Prokosch
  1. Custo: € 30,000
  2. Cliente: Cassia Co-op

Sobre este escritório
TYIN Tegnestue Architects
Escritório
Cita: Romullo Baratto Fontenelle. "Centro de Formação Cassia Co-op / TYIN Tegnestue Architetos" 06 Out 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/74429/centro-de-formacao-cassia-co-op-tyin-tegnestue-architetos> ISSN 0719-8906