O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. “OMG, Who Stole My Ads?”: A apropriação do espaço público através da arte

“OMG, Who Stole My Ads?”: A apropriação do espaço público através da arte

“OMG, Who Stole My Ads?”: A apropriação do espaço público através da arte
“OMG, Who Stole My Ads?”: A apropriação do espaço público através da arte, Cortesia de etiennelavie.fr
Cortesia de etiennelavie.fr

As ruas, estações de metrô e alguns parques em Paris estão vendo sua paisagem se transformar em uma sala de exposições com a "OMG, Who Stole my Ads?" (Meu Deus, quem roubou meus anúncios?), uma intervenção do artista francês Etienne Lavie. Sua proposta é colocar pinturas clássicas francesas nas placas e outdoors de publicidade para não apenas reconquistar um lugar onde os cidadãos podem apreciar a arte, mas para permitir mais opções de apropriações dos espaços públicos.

Mais imagens e informações abaixo.

Cortesia de etiennelavie.fr Cortesia de etiennelavie.fr Cortesia de etiennelavie.fr Cortesia de etiennelavie.fr + 13

A montagem desta intervenção foi feita pelo próprio artista e corresponde à “arte urbana de guerrilha”, que consiste em transformar o espaço público através de exposições de arte. Neste trabalho, além da recuperação de espaços destinados aos cidadãos, percebeu-se a quantidade de espaços repletos de mensagens publicitárias em vez de mensagens realmente úteis aos cidadãos.

Cortesia de etiennelavie.fr
Cortesia de etiennelavie.fr

Na foto acima você podemos ver a "La Liberté guidant le peuple" (A Liberdade guiando o povo) de 1830, de Eugène Delacroix e preservada no Louvre. Em outros lugares de Paris podemos encontrar quadros de Camille Corot e Renoir.

Cortesia de etiennelavie.fr
Cortesia de etiennelavie.fr

Não existe explicação dada pelo artista sobre este trabalho. Em sua página na internet, no relatório do projeto consta apenas "blah, blah, blah", que pode ser interpretada como uma mensagem muito óbvia sem necessidade de outras explicações.

Cortesia de etiennelavie.fr
Cortesia de etiennelavie.fr

A expansão da publicidade nas cidades levou alguns artistas de rua e cidadãos a mudarem parte de seu entorno com conteúdos que realmente carreguem mensagens importantes. Em 2011, a intervenção cARTographyTO, em Toronto, também exigia melhor conteúdo nas ruas, uma vez que as autoridades não cumpriram sua promessa de usar as placas para isto.

Via Plataforma Urbana. Tradução Maria Julia Martins, ArchDaily Brasil.

Ver a galeria completa

Cita: Constanza Martínez Gaete. "“OMG, Who Stole My Ads?”: A apropriação do espaço público através da arte" 01 Mar 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/180147/omg-who-stole-my-ads-a-apropriacao-do-espaco-publico-atraves-da-arte> ISSN 0719-8906