O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. São Caetano no topo da lista de IDH das cidades brasileiras

São Caetano no topo da lista de IDH das cidades brasileiras

São Caetano no topo da lista de IDH das cidades brasileiras
São Caetano no topo da lista de IDH das cidades brasileiras

Com aproximadamente 150 mil habitantes, o município de São Caetano, no estado de São Paulo, ficou pela terceira vez no topo do ranking das cidades com maior Índice de Desenvolvimento Humano do Brasil. A pontuação alcançada, 0,862, garante à cidade um lugar na categoria “muito alto” do índice.

O levantamento realizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolviemnto (Pnud) leva em consideração dados referentes à saúde, educação e renda. A pontuação varia de 0 a 1: quanto mais próximo a 1, melhor o “desenvolvimento humano”, quanto mais próximo a zero, pior.

Cortesia de g1.globo.com/
Cortesia de g1.globo.com/

São Caetano, que fica no ABC e faz divisa com a capital paulista, obteve também o melhor IDHM em 2003 e em 1998. O segundo melhor IDHM do país é o de Águas de São Pedro (SP) e o terceiro, o de Florianópolis, capital de Santa Catarina.

Considerando conjuntamente os dados de toda a população do país, o IDHM do Brasil é de 0,727, considerado "alto" (entre 0,700 e 0,799). Das 50 cidades melhores colocadas no ranking nacional, 28 são do estado de São Paulo. Veja a seguir a lista dos 50 municípios que atingiram as maiores pontuações na avaliação divulgada recentemente:

Cortesia de g1.globo.com/
Cortesia de g1.globo.com/

Nota-se, na lista, a ausência de municípios das regiões Norte e Nordeste, e a predominância massiva de cidades do Sul e Sudeste. Inclusive, é interessante, porém nada surpreendente, observar que na lista dos 50 municípios com as pontuações mais baixas, figuram apenas representantes do Norte e Nordeste do Brasil. Veja abaixo a lista:

Cortesia de g1.globo.com/
Cortesia de g1.globo.com/

Infraestrutura municipal

Em um comunicado sobre a avaliação do IDHM, a Presidente Dilma Rousseff comemorou a pontuação geral das cidades brasileiras, mas deixou claro que a questão da mobilidade urbana é ainda um desafio a ser vencido, dizendo que “[...] Garantia de transporte público rápido e de qualidade é um dos eixos de combate à desigualdade nas cidades médias e grandes".

Além da questão da mobilidade - que se configura em um enorme problema das cidades, haja vista o modo como o tema foi (e infelizmente ainda é) abordado, através de uma lógica rodoviarista, com foco no transporte individual – outras questões, tratadas indiretamente (ou não tratadas) pelo índice, deveriam fazer parte da agenda política da mesma forma como fazem parte da agenda do planejamento urbano: esgoto, água potável, moradia digna, acesso igual a todos, enfim, toda uma infraestrutura que garanta o direto à cidade a todos.

Das 5.565 cidades avaliadas pelo Pnud, 44 (0,7%) têm índices muito altos de desenvolvimento humano. No outro extremo, outros 32 municípios (0,5%) têm índices considerados muito baixos. Em geral, as cidades brasileiras permanecem no meio da faixa de avaliação: 1.889 cidades têm IDHM alto (33,9%), outras 2.233 registram índices médios (40,1%).

Contudo, as demais 1367 cidades (24,5%) nos lembram constantemente da enorme desigualdade entre as regiões do Brasil e, ainda, que apesar do índice geral do Brasil ser de 0,727 (considerado “alto”), há questões urgentes a serem ainda tratadas nas cidades brasileiras. E neste panorama, arquitetos, urbanistas e planejadores têm um papel essencial.

Fonte: g1.globo.com


Ver a galeria completa

Sobre este autor
Romullo Baratto
Autor
Cita: Romullo Baratto. "São Caetano no topo da lista de IDH das cidades brasileiras" 01 Ago 2013. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/131953/sao-caetano-no-topo-da-lista-de-idh-das-cidades-brasileiras> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.