Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Podcast

Podcast: O mais recente de arquitetura e notícia

Giancarlo Mazzanti: "Brincar é a capacidade de sair do cotidiano e voltar a ser sociável"

POdemos garantir que Giancarlo Mazzanti é um arquiteto midiático. Sua repercussão no âmbito da arquitetura é quase tão forte quanto o interesse que sua obra e sua postura geram para vários setores da sociedade colombiana.

O podcast The Frye Show faz parte do grupo de interessados no polêmico arquiteto e em seus hábitos criativos, os quais são colocados em cena através de duas conversas realizadas no final do ano passado, que expõem a complexidade da obra de Mazzanti.

Teddy Cruz e Fonna Forman: "Com nossas intervenções, estamos tentando diluir a fronteira"

Os fundadores do Estudio Teddy Cruz + Forman, o arquiteto Teddy Cruz e a politóloga Fonna Forman, abordaram, em uma recente entrevista publicada pela Univision, os desafios trabalhados em seu estúdio no contexto da fronteira entre México e Estados Unidos, especificamente entre Tijuana e San Diego.

"No discurso político atual, a fronteira entre EUA e México é um ponto de criminalização", afirma Cruz. "Porém, estamos tratando de elevá-la ao status de local de criatividade", acrescenta o arquiteto. Forman por sua vez, comenta que, além da fronteira que mais gerou discussão nos últimos tempos, as fronteiras se "reproduzem de muitas maneiras - fisicamente, socialmente e psicologicamente" - em todo o mundo. 

Projeto do Estudio Teddy Cruz + Forman,. Cortesia de Teddy Cruz + Fonna Forman. Cortesía de Curry Stone Design Prize Projeto do Estudio Teddy Cruz + Forman,. Cortesia de Teddy Cruz + Fonna Forman. Cortesía de Curry Stone Design Prize Projeto do Estudio Teddy Cruz + Forman,. Cortesia de Teddy Cruz + Fonna Forman. Cortesía de Curry Stone Design Prize Projeto do Estudio Teddy Cruz + Forman,. Cortesia de Teddy Cruz + Fonna Forman. Cortesía de Curry Stone Design Prize + 5

6 Escritórios reconhecidos como inovadores sociais por Curry Stone Design Prize

Nos últimos 10 anos, o Curry Stone Design Prize cresceu para se tornar um dos prêmios mais importantes do mundo honrando profissionais socialmente impactantes e a influência do projeto como uma força para melhorar as vidas e fortalecer as comunidades.

Este ano, em homenagem ao 10º aniversário do prêmio, a Fundação Curry Stone reconhecerá o maior grupo de práticas influentes até hoje, reconhecendo 100 escritórios nos próximos doze meses como membros do "Círculo de Projetos Sociais". Cada empresa será perfilada no site oficial do prêmio, além de participar do novo podcast da fundação, Social Design Insights, a partir de 5 de janeiro de 2017.

99% Invisible mostra como a biotecnologia pode afetar o ambiente urbano

Em um recente artigo escrito para a página 99% Invisible, Kurt Kohlstedt explora como a técnica de integrar microalgas nos edifícios pode criar um sistema dualista de vida e construção que tem a possibilidade de desempenhar funções como sombreamento, geração de energia e regulação térmica.

Entre os projetos que utilizam essa tecnologia estão biorreatores que produzem oxigênio e biocombustível, um edifício com uma fachada bio-adaptável e uma lâmpada de rua que filtra dióxido de carbono do ambiente urbano.

Protagonismo ou mimetismo? Como arquitetos lidam com o contexto

Qualquer arquiteto busca o reconhecimento de seu trabalho; seja pelo desenho de seus projetos, pela qualidade construtiva ou detalhes que chamam a atenção em suas obras. Infelizmente, se todas as arquiteturas fossem concebidas para serem protagonistas, logo seria impossível avaliar a relevância cívica de determinadas áreas. Alguns edifícios, como o Museu Judaico de Daniel Libeskind, parecem adequadamente deslocados, outros buscam se destacar pelo simples fato de se destacar, voltando suas costas para seus ricos contextos históricos.

Embora não haja uma estratégia singular para a integração contextual, Kurt Kohlstedt argumenta que a consideração do contexto histórico, seja de modo concordante ou discordante, resultará em um ambiente construído mais rico e envolvente. Em seu mais recente ensaio para a 99% Invisible, Kohlstedt explora a infinidade de formas através das quais um novo edifício pode se envolver com o contexto existente, destacando exemplos bem e mal sucedidos. Ele reconhece as dificuldades de encontrar o equilíbrio perfeito, afirmando que poucos projetos conseguem caminhar sobre a "fina linha entre o contextual e o contemporâneo."