1. ArchDaily
  2. Peddle Thorp Architects

Peddle Thorp Architects: O mais recente de arquitetura e notícia

Arranha-céus de 2018: alternativas ao arquétipo da torre de vidro

© Viktor Sukharukov
© Viktor Sukharukov

Seja como um objeto isolado ou parte de um conjunto de edifícios, arranha-céus são ícones excêntricos que habitam os principais centros urbanos do planeta. Uma metáfora da modernidade, do sucesso e da riqueza, arranha-céus são sinônimos da arquitetura das mais vibrantes cidades do mundo como Nova Iorque, Dubai e Singapura.

Cada vez mais altas e onipresentes nos quatro cantos do mundo, ainda há muito para se descobrir e explorar sobre estas estruturas. O ano de 2018 nos apresentou novas abordagens, tecnologias e localizações para a tipologia arquitetônica mais celebrada dos tempos modernos. Passando por novos materiais e formas, os projetos de edifícios em altura começaram a abordar aspectos que vão muito além da simples eficiência e altura, propondo superar novos desafios e explorando novas formas. A seguir apresentaremos alguns dos projetos mais inovadores e as principais tendências em projetos de arranha-céus apresentados ao longo deste ano:

Cortesia de Plompmozes© Rafael de la-Hoz Arquitectos© Virgile Simon BertrandCortesia de Zaha Hadid Architects+ 13

Woods Bagot e Peddle Thorp vencem concurso de arranha-céus em Auckland

Woods Bagot e Peddle Thorp foram anunciados como os vencedores do concurso internacional para criar uma nova torre de arranha-céus no centro de Auckland. Dos cinco finalistas, incluindo Warren e Mahoney, Cox Architecture, Zaha Hadid Architects e Elenberg Fraser, o projeto vencedor terá 180 metros de altura. O desenho do edifício é inspirado na paisagem natural da Nova Zelândia e na geologia e fauna únicas do país.

65 Federal Street. Cortesia de Woods Bagot65 Federal Street. Cortesia de Woods Bagot65 Federal Street. Cortesia de Woods Bagot65 Federal Street. Cortesia de Woods Bagot+ 9

Torre de 60 pavimentos maximiza a captação de energia com fachada fotovoltaica

Peddle Thorp Architects submeteram para aprovação sua proposta para a Torre Residencial em Moray Street, Melbourne. Com 1.173,5 metros quadrados, o edifício Sol Invictus é envolvido inteiramente em painéis solares, atingindo 10 vezes mais área de superfície solar do que um telhado tradicional. A fachada pode alcançar até 5.000 metros quadrados de painéis solar e é conectado a um sistema de armazenamento por bateria.

Cortesia de Peddle Thorp ArchitectsCortesia de Peddle Thorp ArchitectsCortesia de Peddle Thorp ArchitectsCortesia de Peddle Thorp Architects+ 20