1. ArchDaily
  2. Oda

Oda: O mais recente de arquitetura e notícia

ODA projeta arranha-céu com vazio central em Seattle

O escritório ODA divulgou imagens de sua nova torre de uso misto de 362 metros de altura no centro de Seattle. O projeto destaca o valor do espaço ao ar livre e conta com um grande vazio que ocupa o meio da torre, oferecendo vistas para a paisagem urbana e natural.

ODA projeta bairro jardim na orla de Chengdu, China

O escritório ODA, de Nova Iorque, foi convidado a participar de um novo plano diretor para a cidade de Chengdu, na China, e propôs um empreendimento de 70 mil metros quadrados com um programa diversificado, composto por quatro torres residenciais, um parque comercial de varejo e espaços verdes. Segundo os arquitetos, o projeto é um experimento urbano que pretende reorganizar as prioridades no domínio público.

Cortesia de Filippo Bolognese ImagesCortesia de Filippo Bolognese ImagesCortesia de Filippo Bolognese ImagesCortesia de ODA+ 9

Prêmio Obra do Ano 2020: Conheça os vencedores

Na semana passada, anunciamos os 15 finalistas do Obra do Ano de 2020, um prêmio que celebra o melhor da arquitetura lusófona, convidando nossos leitores a escolherem seus projetos favoritos construídos nos países de língua portuguesa. Hoje chegou o dia de conhecer os vencedores do ODA 2020.

ODA projeta masterplan para recuperar antiga área industrial de Moscou

A escritório ODA venceu o concurso internacional para projetar um plano diretor de 300 mil metros quadrados em Moscou, Rússia. O projeto prevê um grande desenvolvimento de uso misto voltado a estimular antigas zonas industriais nos arredores da cidade.

Cortesia de Brick VisualCortesia de Brick VisualCortesia de Brick VisualCortesia de Brick Visual+ 7

ODA projeta ampliação da Beth Rivka School em Nova Iorque

O escritório novaiorquino de arquitetura ODA, apresentou recentemente o projeto de ampliação para a Beth Rivka School, uma escola para meninas em Crown Heights, no Brooklin. Implantado em um denso tecido urbano, o volume vertical do edifício se desenvolve a partir de um volume cúbico pré-existente, resultando em uma sobreposição dinâmica de novos programas de diversas escadas.

Prêmio Obra do Ano 2019: Conheça os 15 finalistas do maior prêmio da arquitetura lusófona

Temos o prazer de apresentar, hoje, os projetos finalistas do Prêmio Obra do Ano 2019 (ODA19). Após duas semanas de nomeações, e mais de 10.000 votos, foram escolhidos os projetos favoritos entre centenas de obras construídas nos países de língua portuguesa. Nosso júri de especialistas, composto por nossos próprios leitores, realizou, mais uma vez, um excelente trabalho na seleção das 15 obras. Os finalistas abrangem uma diversidade notável de programas. Há projetos culturais, comerciais, educacionais, praças, residências de alto padrão e remodelações. A seleção é uma amostra interessante da produção arquitetônica contemporânea em Brasil e Portugal, fortemente marcada pela exploração dos materiais, a riqueza de nossos contextos geográficos e os diversos desafios enfrentados pelas nossas sociedades.

"Uma cidade dentro da cidade": projeto do ODA em Nova Iorque

O escritório ODA New York apresentou o projeto Bushwick II, um empreendimento imobiliário de 92 mil metros quadrados que ocupa duas quadras adjacentes na região de Bushwick, no bairro do Brooklyn, Nova Iorque.

De acordo com os arquitetos, o projeto funcionará como "uma cidade dentro da cidade" e se inspira na "essência da cidade europeia", incorporando um sistema de pátios interconectados. 

Brooklyn Bridge Park: O que o projeto de O'Neill McVoy + NVDA diz sobre o estado atual da arquitetura

No ensaio de Mark Foster Gage "Rot Munching Architects", publicado na Perspecta 47: Money, o Assistente do Reitor da Faculdade de Arquitetura de Yale se esforçou para encontrar um significado no cenário projetual de hoje. Tomando o título do ensaio com um fluxo maior de exclamações em toda a fachada do pavilhão canadense como parte da instalação do artista Steven Shearer na 54ª Veneza Bienal de Arte em 2011, Gage encontrou verdade nas vulgaridades, argumentando que - em um sentido muito literal - "a experimentação arquitetônica deixou o prédio", como a disciplina tem se tornando impotente diante do cativeiro da ambição capitalista.

No verão passado, quando foram reveladas as 14 propostas finalistas da Brooklyn Bridge Park para as duas torres residenciais no controverso Píer 6 do parque, você poderia estar enganado em pensar que o projeto está vivo e bem. Uma advertência do Plano Geral de Projetos do Parque (GPP) foi da retirada de terras para o varejo, residencial e um hotel, a fim de assegurar o financiamento e alcançar autonomia financeira. Os planos já haviam alimentado uma década de batalhas legais e feroz oposição da comunidade local, com argumentos que vão desde o ambiente, estética, até os regimes de renda, mas no ano passado através de um resultado brilhante apareceu uma possibilidade, quando o parque revelou os planos do concurso incluindo aqueles feitos por Asymptote Architecture, BIG, Davis Brody Bond, Future Expansion + SBN Architects, WASA Studio e de particular interesse, O’Neill McVoy Architects + NV/design architecture (NVda).

Porto e Ponte Pedonal.Imagem Cortesia de O'Neill McVoy ArchitectsVista de Manhattan. Imagem Cortesia de O'Neill McVoy ArchitectsGarden Spiral Tower. Imagem Cortesia de O'Neill McVoy ArchitectsOrla do Brooklyn. Imagem Cortesia de O'Neill McVoy Architects+ 15