ODA projeta a nova Academia da Língua Hebraica em Israel

ODA projeta a nova Academia da Língua Hebraica em Israel

O escritório ODA, com sede em Manhattan, apresentou recentemente seu projeto para a nova sede da Academia da Língua Hebraica em Israel. Concebido como um novo ponto de referência no distrito cultural da capital israelense, o novo edifício encontra-se localizado entre a Suprema Corte, o Palácio do Congresso, o Museu e a Biblioteca Nacional e a Universidade Hebraica de Israel. Desta forma, o projeto concebido pela equipe do ODA busca se adaptar ao seu entorno específico, permitindo novas conexões físicas e visuais entre estas importantes estruturas do centro da capital.

Cortesia de Secchi SmithCortesia de Secchi SmithCortesia de Secchi SmithCortesia de Secchi Smith+ 13

Cortesia de Secchi Smith
Cortesia de Secchi Smith

A proposta foi apresentada como um edifício que pretende aproximar “mundos, línguas e histórias, um lugar onde toda a diversidade característica deste país se faz evidente”. Em planta, o edifício parece se encaixar perfeitamente à curva da rua Stephan Weiz, enquanto um parque público anexo foi criado como uma extensão do Jardim Botânico de Jerusalém e da Biblioteca Nacional. Formalmente, o edifício apresenta uma cobertura verde em diferentes níveis, complementando a paisagem verdejante do distrito cultural do centro da capital. Por sua vez, a arquitetura do edifício, como a sua própria linguagem, se transformará em um novo ponto de encontro para os cidadãos e visitantes de Jerusalém.

Cortesia de Secchi Smith
Cortesia de Secchi Smith

“A Academia da Língua Hebraica representa, e também determina, como a língua hebraica tem evoluído e crescido continuamente desde a antiguidade até os dias de hoje. Os membros que dirigem a nossa academia fazem parte de um continuum que representa a história e as tradições do nosso povo. O projeto desenvolvido pelos arquitetos do ODA é a tradução literal desta história, um edifício que expressa em sua fachada o arranjo linear da frase em hebraico que faz referência à Torre de Babel e o mito do surgimento das diversas línguas que hoje coexistem em nosso planeta. Abstraindo as formas da antiga caligrafia hebraica, transformada nos caracteres modernos, a fachada de pedra do edifício encontra sintonia na materialidade da histórica cidade de Jerusalém, como uma expressão literal e moderna da língua hebraica.”

Cortesia de Secchi Smith
Cortesia de Secchi Smith

Três elementos distintos compõe o programa da nova Academia da Língua Hebraica em Israel—a academia propriamente dita, os espaços comuns e centro de conferências, e o centro de exposições. Dados programas encontram-se dispostos ao redor de um amplo átrio central de 17 metros de pé direito. Os arquitetos do ODA projetaram o edifício da Academia para atender aos mais exigentes critérios de sustentabilidade ambiental, apropriando-se de soluções como terraços externos sombreados, áreas de jardins de baixa manutenção, coleta e armazenagem de água da chuva entre outros. Além disso, foram criados uma série de pátios interiores, responsáveis por proporcionar uma abundante iluminação natural aos espaços interiores. Somado a isso, sistemas de proteção solar nas fachadas permitem controlar o ganho de calor e reduzir o consumo de energia operacional do edifício.

Via ODA

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Baldwin, Eric. "ODA projeta a nova Academia da Língua Hebraica em Israel" [ODA Designs New Academy of the Hebrew Language in Israel] 31 Dez 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/954140/oda-projeta-a-nova-academia-da-lingua-hebraica-em-israel> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.