1. ArchDaily
  2. #Lina100

#Lina100: O mais recente de arquitetura e notícia

Debate: André Vainer e Marcelo Ferraz falam sobre Lina

Nossos parceiros da Escola da Cidade compartilharam conosco o vídeo do debate com os arquitetos André Vainer e Marcelo Ferraz realizado em homenagem ao centenário de Lina Bo Bardi.

A partir de sua convivência e colaboração com Lina Bo Bardi, os arquitetos contam estórias que ilustram como a relação da arquiteta com a cidade era diferente dos demais profissionais, sempre buscando materiais e técnicas locais e sendo fortemente influenciada pela situação política do momento. Apresentam também um pouco sobre a exposição “A Arquitetura Política de Lina Bo Bardi”, organizada pelos mesmos no SESC Pompéia.

Clássicos da Arquitetura: Ladeira da Misericórdia / Lina Bo Bardi

Por Camila Dias

O edifício é constituído por um conjunto de cilindros em argamassa armada que abrigam um restaurante. O terreno no qual está implantado é um polígono irregular muito próximo a um triângulo retângulo com catetos medindo dezoito metros e quarenta centímetros, e quatorze metros e setenta centímetros, e hipotenusa de vinte e três metros e cinqüenta e cinco centímetros.

O tempo de Lina. O tempo de Vasari. / Francesco Perrotta-Bosch

Por mais que seu cartão informasse lina bo architetto, as questões de que Lina Bo Bardi (1914-1992) se ocupava não estavam restritas à prancheta. Arquitetura fazia parte de um sistema cultural mais amplo, e sua atuação perpassava o desenho industrial, a escrita, a edição, a cenografia, a expografia. Por sua vez, o proeminente renascentista Giorgio Vasari (1511-1574) também se encaixa no rol de figuras da história singulares, por meio de uma atuação em distintas frentes: pintor, arquiteto, escritor e historiador. Ambos se notabilizam por suas noções de tempo e história. Estas, de certo modo, materializam-se no modo como os objetos de arte são (ou foram) apresentados ao público em museus com os quais têm direta relação autoral.

Clássicos da Arquitetura: 100 anos de Lina Bo Bardi

Hoje celebraríamos o 100º aniversário de Lina Bo Bardi.
Para comemorar, selecionamos quatro clássicos da arquiteta ítalo-brasileira já publicados pelo ArchDaily Brasil.

O Presente de Lina Bo Bardi / Frederico Costa

Não é uma tarefa fácil ou confortável se propor a estudar a obra de Lina Bo Bardi em momentos comemorativos como esse. O percurso é acidentado, os ventos sopram em todas as direções e, considerando um paradigma em que as marés da informação chegam a nos sufocar, a investigação se torna uma aventura. Por outro lado, cada mergulho nos revela um sentido diferente, nos coloca em contato com outros aventureiros e torna a obra de Lina mais presenta na vida de cada vez mais pessoas.

A retomada do seu trabalho neste momento, além de ser motivado pelo centanário de seu nascimento, é reflexo do interesse crescente da comunidade internacional por suas realizações, principalmente a partir da Bienal de Arquitetura de Veneza de 2010, com curadoria de Kazuo Sejima, que dedicou uma mostra especial para sua obra.

O momento também coincide com um amadurecimento do campo intelectual da arquitetura no Brasil. Em relação a tudo o que fez, pouca coisa foi sendo incluída na história da arquitetura e da cultura brasileira enquanto esteve viva.

Cinema e Arquitetura: "Lina Bo Bardi"

Hoje comemoramos o centenário de nascimento de Lina Bo Bardi, para celebrar o dia apresentamos no Cinema e Arquitetura um documentário completo sobre a arquiteta, dirigido por Aurélio Michiles.

Vídeo: The Glass House / Workshop “filming architecture”

Em um workshop piloto de três dias, alunos da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie, em São Paulo, participaram de uma introdução à cinematografia da arquitetura. Seguindo leituras teóricas e técnicas e conduzidos pelos arquitetos Gabriel Kogan e Pedro Kok, o grupo passou um dia na Casa de Vidro, projeto da arquiteta Lina Bo Bardi em São Paulo.

A ideia era recriar uma icônica fotografia da arquiteta na casa – agora com imagens em movimento – explorando questões de representação, transparência, interior/exterior, promenades, modos de viver e a tectônica dessa obra prima da arquitetura.

Retrospectiva de eventos sobre Lina Bo Bardi

Lina Bo Bardi foi, sem sombra de dúvida, uma das arquitetas de maior expressividade que já atuou no Brasil. Em homenagem ao centenário de seu nascimento – hoje, 05 de dezembro – diversos museus e instituições organizaram exposições, debates, seminários e outros eventos que abordaram, de algum modo, a vida e a obra da arquiteta ítalo-brasileira.

Muitos desses eventos foram divulgados na página do ArchDaily Brasil e alguns, inclusive, ainda estão acontecendo em diversas cidades brasileiras. Assim, compilamos a seguir uma lista dos eventos com foco em Lina, além de outras matérias sobre a arquiteta.

Veja os eventos e matérias sobre Lina Bo Bardi, a seguir:

Citações de Lina Bo Bardi

Para a comemoração do centenário de Lina Bo Bardi, selecionamos algumas citações da arquiteta retiradas de seus textos, aulas e conferências, para que sirvam de inspiração no nosso dia-a-dia como arquitetos e humanos.

As citações foram retiradas do livro “Lina por Escrito”, da editora Cosac Naify. Aqui, elas foram separadas em alguns temas: arquitetura, cultura, política e crítica, o “presente histórico”, vida e obra.

Veja todas as citações escolhidas, a seguir.

Lina por escrito / Silvana Rubino e Marina Grinover (org.)

Da editora. Primeira publicação dedicada aos textos da arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi (1914-1992), este livro revela a extraordinária capacidade que ela tinha de transformar seu universo criativo em palavras. Esta seleção de 33 textos reúne seus artigos publicados em periódicos e jornais diários, desde a década de 1940 até os anos 90, numa criteriosa seleção que traz a público o melhor de sua produção, muitas vezes esparsa ou inacessível.