1. ArchDaily
  2. N Architects

N Architects: O mais recente de arquitetura e notícia

Studio Gang e SANAA entre os premiados do AIA Honor Awards 2017

O Instituto Americano de Arquitetos (AIA) nomeou 18 projetos arquitetônicos e de interiores como premiados do 2017 Institute Honor Awards, o maior reconhecimento da profissão nos EUA.

De acordo com o AIA, "o programa de arquitetura 2017 celebra a melhor arquitetura contemporânea, independentemente do orçamento, dimensões, estilo ou programa. Estes projetos deslumbrantes mostram ao mundo a gama de trabalhos que arquitetos criam e destacam as muitas formas que edifícios e espaços podem melhorar nossas vidas."

Os projetos premiados foram selecionados de quase 700 submissões. Os vencedores serão homenageados na Convenção Nacional 2017 da instituição em Orlando.

Vídeo: Construção do projeto de micro-apartamentos modulares em Nova Iorque

[Em Nova Iorque] há este problema matemático: 1,8 milhões de pequenas famílias e apenas um milhão de apartamentos adequados. -- Mimi Hoang, diretora do escritório  nArchitects

No ano passado, o nArchitects lançou um vídeo que deu início ao desenvolvimento do projeto vencedor do concurso adAPT NYC, chamado Carmel Place (anteriormente My Micro NY). O concurso buscava resolver a necessidade de apartamentos pequenos em Nova Iorque. Agora, em um vídeo recém-lançado, o escritório conta a história completa da torre de micro apartamentos.

© Pablo Enriquez© Pablo Enriquez© Pablo Enriquez© Pablo Enriquez+ 26

nArchitects vence concurso para a nova biblioteca de Xangai

O projeto 'Library as Home', do nArchitects, foi premiado com o primeiro lugar no concurso International Young Architects Design de 2016 para projetar uma biblioteca de 110 mil m² em Xangai, China. Organizado pelo Governo de Xangai, o concurso visava propostas que fortalecessem a distinta influência cultural de Xangai e promovessem a vida comunitária.

Library as Home reflete estes objetivos, servindo como "uma grande casa para todos, com uma rica variedade de ambientes que os cidadãos de Xangai podem se apropriar".

Saskia Sassen, Krister Lindstedt e Mimi Hoang falam sobre arquitetura e processos migratórios

Na conferência reSITE deste ano, que aconteceu em Praga, os palestrantes de diversas partes do globo buscaram apresentar diferentes perspectivas sobre os desafios em torno da migração, explorando tópicos que iam da economia ao planejamento urbano e arquitetura. No entanto, como podemos ver nas apresentações a seguir, migração é um tópico que requer interrogações em muitas diferentes escalas e contextos: do foco na economia global oferecido por Saskia Sassen em sua palestra de abertura, aos desafios de projetar micro-apartamentos, mostrados por Mimi Hoang do nArchitects, e o caso usual apresentado por Krister Lindstedt do White Arkitekter, quando a migração ocorre não por algumas pessoas em particular, mas por uma cidade inteira.

Proposal for Kiruna town square. Image Cortesia de Kjellander + SjöbergCarmel Place. Image © Field ConditionInterior of a micro-apartment at Carmel Place. Image © Pablo EnriquezProposal for a neighborhood in Kiruna. Image © White Arkitekter+ 5

Como a imigração definirá o futuro da arquitetura e do urbanismo

Quando começamos a conversar sobre a imigração [como um tema da conferência], todo mundo disse: 'não façam isso, é muito controverso'. Mas nós respondemos que era exatamente por isso que iríamos fazer.

Com esta atitude desafiadora foi como Martin Barry, presidente da reSITE, abriu a Conferência 2016 em Praga há três semanas. Intitulada "Cidades de Migração", a conferência apareceu em um contexto de incontáveis e difíceis questões políticas relacionadas à migração. Na Europa, o desdobramento da crise de refugiados sírios mantém tensas ambas relações políticas e raciais em todo o continente; na América, o candidato presidencial republicano Donald Trump criou uma reação instintiva populista contra os mexicanos e muçulmanos; e no Reino Unido - um país na consciência da maioria dos participantes no momento- a decisão em favor do "Brexit", uma semana após a conferência, foi em grande parte baseada na ideia de limitar a imigração não só dos sírios, mas também dos cidadãos europeus de outros países menos ricos da UE.

Na arquitetura, tais questões foram destacadas este ano pela Bienal de Veneza de Alejandro Aravena, com arquitetos "Reporting from the Front" as batalhas e desafios muitas vezes relacionados com a imigração. Desde os campos de refugiados até as favelas para as crises de habitação em cidades globais ricas, a mensagem é clara: a imigração é um tema que os arquitetos devem entender e responder. Como resultado, as lições compartilhadas durante o intensivo evento de dois dias do reSITE sem dúvida serão de valor inestimável para a profissão da arquitetura.

Primeiros "microapartamentos" pré-fabricados de Nova Iorque serão concluídos ainda este ano

Com área aproximada de 25 metros quadrados, as unidades do conjunto My Micro NY, projetado pelo escritório nARCHITECTS, são as opções mais recentes de moradias reduzidas no mercado imobiliário de Nova Iorque. As unidades modulares serão fabricadas na indústria Brooklyn Navy Yard e empilhadas em Kips Bay ainda antes de julho. Os primeiros moradores devem ocupar as unidades até o final do ano.

Atualmente a lei de zoneamento de Nova Iorque estabelece um mínimo de 37m² por unidade residencial, porém essa norma não foi aplicada no caso de My Micro NY para que as unidades tivesse um preço mais acessível. O mercado imobiliário inflacionado tem, há muito tempo, colocado empecilhos no caminho daqueles que estão em busca de um apartamento na cidade, particularmente solteiros e estudantes com orçamentos limitados. My Micro NY oferecerá 55 apartamentos individuais divididos em 9 pavimentos, com pé-direito variando de 2,7 a 3 metros, pequenas varandas e área de despensa.

Veja algumas imagens do projeto, a seguir.

Windshape / nArchitects

© Cortesia nArchitects

Pavilhão no Bosque / nArchitects