i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Arquitetura Chinesa

  1. ArchDaily
  2. Países
  3. China

Projetos mais recentes em China

Últimas notícias em China

Bund Finance Centre em Xangai de Heatherwick e Foster, pelas lentes de Laurian Ghinitoiu

07:00 - 13 Junho, 2017
Bund Finance Centre em Xangai de Heatherwick e Foster, pelas lentes de Laurian Ghinitoiu, © Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

Localizado no centro de Xangai, este complexo multifuncional de artes e cultura faz parte do Bund Finance Center - um projeto conjunto em parceria pelos escritórios Heatherwick Studio e Foster + Partners, ambos de londres. Localizado entre a cidade velha e o novo distrito financeiro, este novo centro combina espaços de exposições e eventos com um palco para apresentações e performances inspirado, de acordo com os arquitetos, "nos palcos abertos dos teatros chineses tradicionais". Um dos aspectos mais marcantes do projeto é uma espécie de "véu" que se movimenta, registrado aqui pelo fotógrafo Laurian Ghinitoiu.

4 Ícones arquitetônicos e seus gêmeos idênticos

15:00 - 21 Maio, 2017
4 Ícones arquitetônicos e seus gêmeos idênticos, A replica Tower Bridge at the Window of the World Theme Park, Shenzhen, China © Flickr user volvob12b. Licensed under CC0 1.0
A replica Tower Bridge at the Window of the World Theme Park, Shenzhen, China © Flickr user volvob12b. Licensed under CC0 1.0

Marcos arquitetônicos podem definir uma cidade. Falar de Paris evoca imagens da Torre Eiffel, enquanto nenhuma descrição de Sydney é completa sem mencionar sua inspiradora Ópera. Quão desorientador deve ser, portanto, encontrar uma joia arquitetônica familiar distante da cidade ou país a que pertence. Acontece, e muitas das nossas estruturas mais famosas têm seus próprios "gêmeos", fortemente inspirados nos originais. Veja quatro delas, a seguir.

A evolução impressionante dos sistemas de metrô na China

17:00 - 19 Maio, 2017
A evolução impressionante dos sistemas de metrô na China, © Peter Dovak
© Peter Dovak

Em 1990, a China, então um país com uma população de pouco mais de 1,1 bilhão de habitantes, contava com apenas três sistemas de metrô - nas cidades de Pequim, Hong Kong e Tianjin. Avance apenas 27 anos e o número de sistemas de mobilidade de alta capacidade cresceu mais de dez vezes.

#donotsettle apresenta um percurso crítico pelo Museu de História Natural de Xangai

07:00 - 19 Maio, 2017
#donotsettle apresenta um percurso crítico pelo Museu de História Natural de Xangai, © James and Connor Steinkamp
© James and Connor Steinkamp

Na última aventura de #donotsettle, o arquiteto Kris Provoost examina o Museu de História Natural de Xangai, projetado pela Perkins + Will. O vlogueiro apresenta uma percurso original pelo incomum edifício localizado no Parque de Esculturas de Jing'an.

Ole Scheeren em Pequim, do Nowness

14:00 - 18 Maio, 2017
Ole Scheeren em Pequim, do Nowness

Ole Scheeren - um ex-sócio da OMA e agora diretor de Büro Ole Scheeren em Pequim - reflete sobre a última década que passou na China supervisionando a construção da sede da CCTV. Ele reflete sobre o delicado equilíbrio que os arquitetos ocidentais mantêm quando trabalham na China, simultaneamente trazendo mudança para a cidade e permitindo que ela mude quem eles são e como vêem o mundo. Neste contexto, onde a mudança é "algo que você está imediatamente e instantaneamente confrontado com" ele acredita que o CCTV é "um personagem ativo e cúmplice".

Série fotográfica registra o estado dos ícones arquitetônicos chineses

08:00 - 18 Maio, 2017
Série fotográfica registra o estado dos ícones arquitetônicos chineses, © Kris Provoost
© Kris Provoost

Uma celebração simultânea de sua iconicidade cultural e destilação de seus variados contextos, Beautified China é um ensaio fotográfico por Kris Provoost (integrante da dupla de vlogging por trás de #donotsettle) que acompanha a evolução dos marcos arquitetônicos chineses nos últimos sete anos. Começando sua investigação com a 2010 World Expo em Xangai, Provoost considera uma década de arquitetura proposta para China pelos maiores nomes da profissão, muitos dos quais foram construídos agora com uma reputação monumental em cidades em ascensão.

As cópias mais estranhas da arquitetura chinesa

15:00 - 17 Maio, 2017
As cópias mais estranhas da arquitetura chinesa, <a href='http://mp.weixin.qq.com/s/yz6j9gBdt-lHjGSB-ICM6A'>via 不正经历史研究所</a>
via 不正经历史研究所

O mundo todo já está ciente da inclinação dos arquitetos chineses de replicar suas obras favoritas de arquitetura, dos icônicos projetos de Zaha Hadid a vilas históricas. A questão é, certamente, mais complexa do que muitas vezes é retratada - mas mesmo após debater o fenômeno a partir da perspectiva das normas culturais chinesas, da lei de direitos autorais, e mesmo questionar se estas cópias podem realmente ser boas para a arquitetura, a China continuará criando mais e mais cópias. Algumas são desconcertantes, algumas formalmente impressionantes, outras são até mesmo bonitas. De modo geral, todas elas são, de alguma forma, divertidas. Veja, a seguir, as seis mais estranhas.

Primeira Bienal Internacional de Arquitetura de Bambu, pelas lentes de Julien Lanoo

15:00 - 14 Maio, 2017
Primeira Bienal Internacional de Arquitetura de Bambu, pelas lentes de Julien Lanoo, © Julien Lanoo
© Julien Lanoo

Em setembro do ano passado, a primeira Bienal Internacional de Arquitetura de Bambu foi realizada na pacífica vila de Baoxi, na província chinesa de Zhejiang. Com curadoria do artista local Ge Qiantao e do arquiteto George Kunihiro, o evento promoveu a construção de 18 estruturas de bambu, projetadas por 12 arquitetos, dentre os quais Kengo Kuma, Vo Trong Nghia, Anna Herringer, Li Xiaodong e Veves de Simon. Com o objetivo de explorar o potencial deste material sustentável na arquitetura contemporânea, as estruturas foram construídas como elementos permanentes que continuaram servindo a cidade após o final da Bienal.

China Now, de Nowness

14:00 - 9 Maio, 2017
China Now, de Nowness, © nowness
© nowness

Neste vídeo do Nowness, o diretor Thomas Rhazi documenta a complicada cena arquitetônica chinesa - focada em como o país mantém sua identidade apesar do ritmo "frenético" de sua expansão e globalização. Shaway Yeh resume bem a situação: "Como é a China, o que a China representa? Ninguém sabe, porque é um lugar que ainda está em fluxo, em constante remodelação".

No entanto, Lyndon Neri aponta o vencedor do prêmio Pritzker Wang Shu como uma possível resposta, dizendo que ele "criou algo bastante surpreendente em Ningbo, que tinha uma nova maneira de olhar para um edifício de maneira chinesa ... o que ele realmente fez foi uma interpretação moderna da arquitetura chinesa ". Não importa onde você está na modernização da China, o vídeo é uma bela representação do encontro histórico com o moderno.

Quais são as cidades com mais arranha-céus no mundo?

16:00 - 7 Maio, 2017
Quais são as cidades com mais arranha-céus no mundo?

A presença de arranha-céus em uma cidade pode dizer muita coisa sobre ela. Eles podem ser indicadores de riqueza, modernização, densidade ou uma combinação entre todos os três, dependendo de como você analisa. Esse potencial em observar as tendências de uma cidade através da altura de seus edifícios gera valiosos dados para indústrias e para empresas como a Emporis conduzirem e distribuírem pesquisas sobre temas como os edifícios mais novos, mais altos e mais caros do mundo. Veja, a seguir, as dez cidades com mais arranha-céus (definido pela Emporis como um edifício de 100 metros de altura ou mais) no mundo.

Carregando... Pode demorar alguns segundos