1. ArchDaily
  2. Mmm Roberto

Mmm Roberto: O mais recente de arquitetura e notícia

Clássicos da Arquitetura para visitar no Rio de Janeiro durante as Olimpíadas 2016

Palco dos Jogos Olímpicos de 2016, o Rio de Janeiro apresenta diversos exemplares da Arquitetura Moderna brasileira que merecem uma visita. Confira uma seleção de obras icônicas que se localizam no Rio e em Niterói:

30 documentários de Arquitetura e Urbanismo para ver em 2015

Em 2013 e 2014 apresentamos uma seleção de documentários imperdíveis para arquitetos e este ano não será diferente. No começo de 2015 submergimos novamente no fascinante e distinto mundo dos documentários para coletar uma série de títulos de interesse para os apaixonados pela arquitetura e urbanismo.

Estreias ou clássicos, teóricos ou curiosos, a seleção deste ano apresenta diversos filmes brasileiros, portugueses e internacionais, que abordam conteúdos sobre a habitação, biografias de grandes arquitetos e diversos outros temas como a decadência urbana de Veneza ao se ver consumida pelo turismo, a experiência de um casal que habita a polêmica “8 House”, projetada pelo BIG, e até mesmo um documentário da NatGeo que nos mostra como funciona a impressionante fábrica de Lego.

Em ordem aleatória, apresentamos 30 documentários que devem ser vistos em 2015.

30 documentários de Arquitetura e Urbanismo para ver em 201530 documentários de Arquitetura e Urbanismo para ver em 201530 documentários de Arquitetura e Urbanismo para ver em 201530 documentários de Arquitetura e Urbanismo para ver em 2015+ 32

Luiz Felipe Machado fala sobre o escritório MMM Roberto, no Studio-X Rio

Nesta quinta-feira, 04 de setembro, as 18h30, o Studio-X Rio recebe Luiz Felipe Machado, professor da UFF, para uma palestra sobre o escritório MMM Roberto e seu livro homônimo.

Clássicos da Arquitetura: Edifício MMM Roberto / Irmãos Roberto

© Archives de la Construction ModerneCortesia de Google Street ViewCortesia de Projeto Design na Edição 298Via Sena Batista, 2013+ 7

Um elemento de variação aparece na fachada reticular homogênea. Transforma sete dos módulos horizontais da fachada em cinco mais largos. A condição aberta dos módulos principais torna-se a condição fechada desse elemento de variação da fachada. E o que antes eram duas subdivisões verticais diferentes, agora são três idênticas.

Clássicos da Arquitetura: Centro de Mecanização do Banco do Brasil / Irmãos Roberto

Cortesia de Xavier e Mizoguchi, UFRGS, 1987© Marcelo DonadussiCortesia de Xavier e Mizoguchi, UFRGS, 1987© Marcelo Donadussi+ 12

Por Guilherme Essvein de Almeida

Oito caixas opacas configuram o edifício. Seis delas, as mais altas, conformam os volumes predominantes da composição. Os fechamentos se dão através de planos em balanço, que ora são de argamassa armada –nos volumes mais altos– e ora são de uma espécie de gradil –nos intermediários–. Nas seis caixas superiores o alinhamento da máscara que recobre os volumes se dá por fora do emaranhado de pilares. Já nas duas inferiores, mais alongadas, o alinhamento é por dentro, se diferenciando em termos de hierarquia.