O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Apartamentos
  4. Brasil
  5. Marcelo Roberto, Milton Roberto e Maurício Roberto
  6. 1945
  7. Clássicos da Arquitetura: Edifício MMM Roberto / Irmãos Roberto

Clássicos da Arquitetura: Edifício MMM Roberto / Irmãos Roberto

Clássicos da Arquitetura: Edifício MMM Roberto / Irmãos Roberto
Clássicos da Arquitetura: Edifício MMM Roberto / Irmãos Roberto, Cortesia de Google Street View
Cortesia de Google Street View

© Archives de la Construction Moderne Cortesia de Google Street View Cortesia de Projeto Design na Edição 298 Via Sena Batista, 2013 + 7

Um elemento de variação aparece na fachada reticular homogênea. Transforma sete dos módulos horizontais da fachada em cinco mais largos. A condição aberta dos módulos principais torna-se a condição fechada desse elemento de variação da fachada. E o que antes eram duas subdivisões verticais diferentes, agora são três idênticas.

Via Sena Batista, 2013
Via Sena Batista, 2013

A superfície que os brises principais da fachada ocupam está recuada em relação a todos os lados do retângulo que conforma a fachada. Cria-se uma moldura praticamente homogênea e opaca ao redor do motivo central onde estão os brises. Apenas a lateral ocidental é perfurada por aberturas retangulares de piso a teto que mantêm a opacidade característica pela presença de dois brises verticais oblíquos.

O motivo central do edifício está a um metro e vinte centímetros a frente do alinhamento da moldura. Esse alargamento cria uma área interna diferenciada, que será a base para a configuração do elemento de variação no sexto pavimento. Sobreposto a essa superfície avançada, uma retícula de noventa centímetros de largura, determinada por brises verticais e horizontais, de fato configura o motivo central do edifício.

Os brises verticais têm seção trapezoidal cuja base maior, interna, mede vinte centímetros e cuja base menor, externa, mede doze centímetros. São contínuos e estão em contato com a fachada do edifício. A distância entre os sete primeiros é de oitenta e dois centímetros. Os três últimos estão dispostos a sessenta centímetros um do outro.

Planta pavimento-tipo. Via Sena Batista, 2013
Planta pavimento-tipo. Via Sena Batista, 2013

Os brises horizontais são mais estreitos e estão alinhados externamente com os verticais, criando um vazio vertical atrás deles. Cortam os verticais de tal modo que criam uma sequência composta por dois módulos tal que o maior tem duas vezes a altura do menor.

 O elemento de variação da fachada é formado por uma sequência horizontal de cinco módulos de venezianas. Cada módulo, de mesma altura que os módulos dos brises, é dividido verticalmente em três folhas idênticas: duas fixas e uma central de correr para baixo. Internamente às folhas centrais, há uma segunda esquadria: de vidro, de correr para o lado.

© Archives de la Construction Moderne
© Archives de la Construction Moderne

 Na parte superior de alguns dos módulos mais altos dos brises, portanto em contato com a parte inferior dos módulos menores, são inseridas venezianas fixas, que criam na fachada uma composição heterogênea. A localização das venezianas em cada pavimento é diferente, e varia entre venezianas isoladas até grupos de quatro venezianas alinhadas lateralmente, sempre com um módulo vazio após cada grupo. Esta composição determina um elemento de variação secundário que estabelece um ritmo heterogêneo à fachada homogênea.

 Outro elemento de variação se faz presente na planta dos apartamentos. Uma parede curva, posicionada entre a cozinha e a sala de estar, contesta a ortogonalidade das linhas.

© Archives de la Construction Moderne
© Archives de la Construction Moderne

Referência
BATISTA, José Antonio de Sena, Arquitetos sem halo: a ação dos escritórios M.M.M.Roberto e Henrique Mindlin Arquitetos Associados. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Departamento de História, 2013. (tese de doutorado)

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: Audrey Migliani. "Clássicos da Arquitetura: Edifício MMM Roberto / Irmãos Roberto" 30 Jul 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/624727/classicos-da-arquitetura-edificio-mmm-roberto-marcelo-roberto-milton-roberto-e-mauricio-roberto> ISSN 0719-8906