Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Jacques Tati

Jacques Tati: O mais recente de arquitetura e notícia

Os erros da arquitetura moderna segundo o cineasta Jacques Tati

Na maturidade da sua carreira, o diretor francês Jacques Tati apresentou ao mundo, em 1967, uma obra magistral onde a arquitetura moderna foi a protagonista. Com o humor refinado que lhe era característico, “Play Time” desata uma crítica absoluta sobre o progressismo mecanicista que estava sendo consolidado a nível mundial. A modernidade havia chegado na cidade de Paris com a promessa de melhores condições para o homem e o desenvolvimento do seu entorno; porém, agora era ele quem não se encaixava naquela utopia. O diretor francês conseguiu recriar o modelo que cativou o mundo e a inegável ineficiência que o conduziu a um crescente desmembramento das cidades e de suas histórias.

© Play Time (1967) - Sony Pictures © Play Time (1967) - Sony Pictures © Play Time (1967) - Sony Pictures © Play Time (1967) - Sony Pictures + 31

Cine Fachada no Instituto Tomie Ohtake

O CINEFACHADA convida você para assistir a três grandes obras cinematográficas que exploram a relação com a arquitetura e as cidades: Meu Tio, de Jacques Tati; a série Causando na Rua, de Tata Amaral; e Vive L’amour, de Tsai Ming-Liang.

A mostra acontece nos dias 4 (quinta), 5 (sexta) e 6 (sábado) de agosto, ao ar livre, na área externa do Instituto Tomie Ohtake, aberta ao público.

Bienal de Veneza 2014: Anunciada a lista completa dos participantes

Há algumas horas, em Veneza, Rem Koolhaas apresentou sua visão de curadoria para "Fundamentos", em uma coletiva de imprensa. Como já relatamos ano pasado, "Fundamentos" incidirá sobre arquitetura ao invés de arquitetos e história em vez de contemporaneidade. Koolhaas não apenas é responsável pela curadoria da exposição, mas também estará coordenando o "esforço coletivo de todos os pavilhões nacionais."

A exposição deste ano conta com a participação de 65 países - incluindo 11 estreantes (Azerbaijão, Costa do Marfim, Costa Rica, República Dominicana, Emirados Árabes Unidos, Indonésia, Quênia, Marrocos, Moçambique, Nova Zelândia e Turquia). Veja a lista completa de participantes nacionais - o que inclui colaborações com Jacques Tati, Hans Ulrich Obrist, FAT, Iñaki Ábalos e outros - a seguir.

Clique aqui para saber tudo sobre a conferência da Bienal de Veneza 2014 através da cobertura feita pelo ArchDaily. E fique atento... nós estaremos trazendo relatórios atualizados desde Veneza quando a Bienal inaugurar, na primeira semana de junho!

Cinema e Arquitetura: “Mon Oncle”