1. ArchDaily
  2. Ecosistema Urbano

Ecosistema Urbano: O mais recente de arquitetura e notícia

Antiga central ferroviária será transformada em bairro sustentável em Paris

A SLA, um escritório-laboratório de arquitetura, em conjunto com a BIECHER ARCHITECTES, foi escolhida como a vencedora do concurso internacional para o projeto de revitalização de um antigo depósito às margens da ferrovia Ordener-Poissonniers em Paris. Localizado em uma posição estratégica no centro da cidade, no coração do 18º arrondissement, o antigo depósito da Gare du Nord está sendo transformado em um novo distrito urbano sustentável. Com seus três hectares de extensão, o projeto incluirá a construção de moradias acessíveis, um grande parque público, edifícios de escritórios, um teatro, uma escola pública, incubadoras para pequenos projetos industriais, uma escola de design assim como restaurantes e até fazendas urbanas.

Courtesy of SLA/Biecher Architectes/Emergie/OgicCourtesy of SLA/Biecher Architectes/Emergie/OgicCourtesy of SLA/Biecher Architectes/Emergie/OgicCourtesy of SLA/Biecher Architectes/Emergie/Ogic+ 13

Ecosistema Urbano apresenta Febres Cordero, a transformação de uma escola em um espaço de uso misto no Equador

O escritório espanhol Ecosistema Urbano apresentou os detalhes de um dos primeiros espaços em Cuenca (Equador) que emergirão do projeto Cuenca RED: Febres Cordero. Trata-se de um edifício emblemático e histórico que funcionou como uma escola durante décadas e que agora será transformado em um edifício de uso misto que servirá de referência para a sustentabilidade econômica, ambiental e social de Cuenca.

O marco do desenvolvimento do programa ICES (Iniciativa Cidades Emergentes e Sustentáveis) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento, em conjunto com a prefeitura de Cuenca, Cuenca RED é um projeto no qual o Ecosistema Urbano tem proposto atividades e programas para criar uma nova rede de espaços públicos reativados no centro histórico da cidade inscrito na Lista de Patrimônio Mundial pela UNESCO desde 1999.

Arquiteturas do entremeio: o espaço como resultado da adversidade

Escrevendo para o Blog da Fundación Arquia, o arquiteto Adrià Guardiet nos presenteia com uma bela reflexão que apresenta três diferentes perspectivas sobre as arquiteturas inacabadas, aquelas nas quais o tempo e seus habitantes desempenham um papel primordial.

Certos tipos de arquitetura incorporam o tempo como uma importante ferramenta de projeto. Estruturas abertas, dinâmicas, crescentes. Outras buscam inspiração nas pré-existência e acabam por (re)construir a memória do lugar. Para citar apenas alguns exemplos.

Embora o tempo seja um fator onipresente, seu passo indelével nem sempre se faz visível nas estruturas que construímos. Entretanto, neste tipo de arquitetura, o tempo costuma ser muito mais evidente e explícito, principalmente naquelas estruturas incompletas ou inacabadas, seja por razões econômicas, políticas, naturais ou sociais. São aquelas que decidimos chamar de arquiteturas do entremeio. Obras que através de contextos instáveis, encontram um terreno fértil para florescer.

Conheça os projetos vencedores do Prêmio Internacional de Arquitetura Espanhola 2017

Em 14 de novembro, foram anunciados os vencedores do Prêmio Internacional de Arquitetura Espanhola (PAEI) 2017, cujo objetivo é reconhecer a qualidade arquitetônica e urbanística de profissionais e empresas de arquitetura, promotoras e construtoras que desenvolveram seu trabalho fora de Espanha.

Após um longo e intenso debate na sede do CSCAE, o júri decidiu atribuir o Prêmio 2017 para:

Gastropavilhão ETH Hönggerberg. Emilio Tuñón. Image © Luis AsínGastropavilhão ETH Hönggerberg. Emilio Tuñón. Image © Luis AsínCuenca Red. Ecosistema Urbano. Image Cortesía de Ecosistema UrbanoLearning Center en el Campus Universitario París Saclay. MGM Arquitectos. Image Cortesía de CSCAE+ 14

Ecosistema Urbano requalificará West Palm Beach em Miami

O escritório espanhol Ecosistema Urbano venceu o concurso para a remodelação e modernização de West Palm Beach em Miami (Estados Unidos), organizado em 2016 pelo Van Alen Institute. O objetivo do concurso era encontrar soluções inovadoras para o centro da cidade, afrontando com tal solução problemas futuros como o aumento do nível do mar, as mudanças nas condições climáticas, as flutuações de estações ou a transformação social.

Guia de arquitetura de Madri: 20 lugares que todo arquiteto deveria conhecer

É impossível resumir Madri. Se a cidade em si é imensa, os exemplos de arquitetura de qualidade são arrebatadores. Há mais de meio século Madri tem sido o laboratório de experimentação da arquitetura moderna e contemporânea na Espanha, um lugar em que serviu de palco para a construção de arquiteturas experimentais e inovadoras, muitas das quais fracassadas, mas algumas muito bem sucedidas e reconhecidas. Esta seleção busca mostrar exemplos de obras de qualidade inquestionável, sem, no entanto, se tornar um catálogo exaustivo de projetos. Muitos criticam que faltam grandes edifícios e não poderíamos estar mais de acordo. Essa é, quiçá, a beleza de Madri: há diversidade de opiniões e milhares de locais para conhecer; a cidade surpreende a cada passo.

Poblado Dirigido de Caño RotoHipódromo de la Zarzuela. Imagem © Ana AmadoCiudad BBVA. Imagem © Joel FilipePrimer Puente impreso en 3D del mundo. Image Cortesía de IAAC+ 21

Reinventar-se ou morrer: a transformação dos shoppings sob o novo paradigma econômico/urbano

Nesta colaboração, o escritório espanhol Ecosistema Urbano analisa o auge e a decadência do shopping como tipologia autenticamente estadunidense do século XX e com amplo êxito comercial no restante do mundo, apesar de não sofrer alterações significativas em "seus espaços, soluções e elementos".

Segundo os autores, esta tipologia atualmente atravessa um momento de inflexão por conta dos novos paradigmas econômicos e urbanos que os obrigam a reinventar-se ou morrer. Por isso, a propósito de um encargo profissional, planejam uma série de estratégias de revitalizações ("ou questionamentos de sua própria identidade") em um shopping nos arredores de Barcelona (Espanha) que busca sua "reconfiguração através da introdução de novos programas em uma tentativa de convertê-lo em um espaço muito mais público, sendo capaz de atrair usuários que, de outra maneira, não viriam".

Leia este artigo a seguir.

El centro comercial Santa Monica Place, que gracias a la sostenibilidad de su transformación ha recibido la certificación LEED. Image Cortesía de Macerich (Creative Commons)A cultura americana do carro promoveu a tendência de centros comerciais suburbanos. Image via Malls of AmericaA comida como catalisador social. Image © Ecosistema UrbanoEdifício para experimentar e descubrir.. Image © Ecosistema Urbano+ 13

Quem protege os direitos de propriedade intelectual de uma obra arquitetônica?

Quando uma obra arquitetônica é objeto de propriedade intelectual? Quem são os titulares dos direitos autorais sobre a obra? Em que consistem, exatamente, esses direitos? Essas questões vêm frequentemente acompanhadas de muitos dilemas e representam um dos debates em aberto da disciplina, considerando não apenas a inovação e criatividade exigida em cada projeto, mas também a crise da concepção do arquiteto como criador/produtor de obras.

Nesse sentido, o espanhol Vicente Castillo Guillén estimulou, num recente artigo, o debate a respeito dos direitos de propriedade intelectual sobre as obras arquitetônicas, já que, segundo seu critério, a disciplina "apresenta grandes desequilíbrios internos e não dispõe de estruturas claras para articular com certeza econômica e segurança legal tal inovação, compensando economicamente o mérito."

Junte-se à discussão, a seguir.

Air Tree Commons. Imagem © Ecosistema UrbanoEl Campo de Cebada, Madri. Imagem © María CarmonaCampo de Cebada, Madri. Imagem © El Campo de CebadaAir Tree Commons. Imagem © Ecosistema Urbano+ 6