1. ArchDaily
  2. Cadeiras

Cadeiras: O mais recente de arquitetura e notícia

Interiores brasileiros: 30 residências com mobiliário icônico

Muitas vezes, em projetos de interiores, podemos encontrar determinadas peças de mobiliário que são facilmente reconhecidas por representarem um marco para determinada época, local, cultura ou trajetória do profissional que a projetou.

A iconicidade de uma peça ou objeto, seja no contexto do design mobiliário ou não, não é obtida por um conjunto específico de regras. Pôr em questão o que confere a um design a condição de “ícone” pode levar a questionamentos sobre a sua capacidade de ser reconhecido, romper cânones, ser durável no tempo, ou ainda sobre quais são os atores responsáveis por definir esta iconicidade.

Apartamento Gravatá 61 / Couto Arquitetura. Imagem: © Maíra AcayabaApartamento Alto da Lapa / CR2 Arquitetura. Imagem: © Fran ParenteApartamento Acervo / Sala2 Arquitetura. Imagem: © Evelyn MullerApartamento 312 Sul / CoDA arquitetos. Imagem: © Joana França+ 31

'Da Árbore á Cadeira', a cadeira como manifesto arquitetônico na Galícia

"Eis aqui meu segredo, que não pode ser mais simples: somente com o coração é possível ver bem; o essencial é invisível aos olhos". Antoine de Saint-Exupéry nos recebe na exposição 'Da Árbore á Cadeira', do Museu Centro Gaiás (Cidade da Cultura de Galícia), que desde o dia 7 de abril nos mostra uma seleção de cadeiras dos arquitetos galegos ou estabelecidos na Galícia. A mostra parte do tronco, elemento primogênito do qual nascem as cadeiras e continua seu percurso através de uma pequena seleção de arte galega relacionada com a paisagem da região. A mostra é imprescindível para todo aquele que tem a sorte de visitar Santigo de Compostela antes do dia 5 de novembro, data em que a exposição será finalizada.

O que há nas cadeiras para atrair tanto os arquitetos? Como elemento arquitetônico sua incorporação a um espaço lhe confere vida e ambiente, como elemento plástico outorga caráter e personalidade. Pensemos nos grandes mestres da arquitetura: todos possuem uma cadeira em seu portfólio de obras. Mies Van der Rohe, Le Corbusier, Wright, Marcel Breuer, Charles & Ray Eames, Rietveld, Alvar Aalto, Jacobsen, Saarinen... A lista é incansável e a qualidade e transcendência de cada uma delas é inquestionável. De certo modo, podemos dizer que parte da história da arquitetura pode ser explicada a partir das cadeiras dos arquitetos. Por acaso elas não são um manifesto radical e brutal dos conceitos teóricos que cada arquiteto desenvolve?

© Héctor Santos DíezXulio Turnes. Image Cortesía de Carlos Seoane + Museo Centro GaiásCarlos Pita. Image Cortesía de Carlos Seoane + Museo Centro Gaiás© José Caruncho+ 21

RAAAF questiona as dinâmicas do morar com a instalação "Breaking Habits"

O escritório holandês Rietveld-Architecture-Art-Affordances (RAAAF) apresentou a sua mais recente instalação, intitulada "Breaking Habits", no Mondriaan Fund for Visual Arts em Amsterdã. Breaking Habits prevê um ambiente doméstico sem cadeiras e sofás, explorando um modelo de vida diagonal através de um sistema de tapetes flexíveis.

Como CODA utilizou centenas de cadeiras plásticas brancas para construir um pavilhão reciclável

Este artigo é parte da nossa série "Material em Foco", que pede aos arquitetos para comentarem sobre o processo de pensamento por trás de suas escolhas de materiais e sobre as etapas necessárias para conseguir que os projetos sejam realmente construídos.

Neste exercício excepcionalmente imaginativo e estimulante sobre mudanças de percepção, CODA, baseado em Ithaca e Brooklyn, transformou centenas de cadeiras plásticas simples em um projeto no Arts Quad da Universidade de Cornell. Visto de longe como uma entidade singular espetada, um olhar mais de perto revela o módulo repetido simples e despretensioso. CODA explica que "as características do objeto não são mais compreendidas em termos de uso (pernas, braços, assento), mas em termos de forma (espigas, curvas, vazios), pois, devido à sua rotação do solo, elas perdem a relação com o corpo humano". Pedimos a Caroline O'Donnell, diretora do CODA, para explicar os desafios enfrentados no desenvolvimento e construção do totalmente reciclável URCHIN.

A construção da "Cadeira Shell" de Charles e Ray Eames em 12 GIFs

“O papel do designer é o de um bom anfitrião, reflexivo, capaz de antecipar-se às necessidades dos seus hóspedes”. Charles Eames.

Herman Miller é uma empresa de design e fabricação de móveis que, além de produzir objetos contemporâneos, mantem uma estreita relação com o desenho de peças clássicas. Neste caso em particular, sua relação com Charles e Ray Eames começa na década de 1940, ao desenvolver em conjunto suas cadeiras de madeira compensada moldada e sua clássica espreguiçadeira lounge.

Após uma longa pesquisa explorando a curvatura da madeira compensada e a construção de formas orgânicas com base nas novas tecnologias e materiais, o casal de arquitetos desenvolveu a Cadeira Shell, um ícone do design que é fabricado em série até os dias de hoje. Confira seu processo construtivo a seguir.

Mobiliário corporativo: 6 cadeiras que melhoram sua postura ao trabalhar

Há mais de 100 anos inovando em mobiliários com design, a multinacional norte-americana Herman Miller acredita que sentar-se é sempre o meio para um fim. É sentado que estamos quando precisamos lançar uma ideia nova, resolver um problema ou compartilhar uma história. Por isso, a empresa Herman Miller projeta cadeiras que apoiam as pessoas, que ajudam em seus movimentos, com superfícies que se ajustam à forma de cada um e com suporte que possibilita manter o corpo na melhor postura.

via Herman Millervia Herman Millervia Herman Millervia Herman Miller+ 26

Instalação com Cadeiras Mimetizadas / Nendo

© Daici Ano

TriWing / Marco Hemmerling

400 caderias no futuro SEAT Pavilion de Atlanta