Arquitetura Haitiana

  1. ArchDaily
  2. Países
  3. Haiti

Projetos mais recentes em Haiti

Últimas notícias em Haiti

Arquitetura de impacto social: construindo lugares de memória e empatia

A arquitetura pode ser vista como um dos principais elementos de mediação entre os seres humanos e o espaço. Atravessando uma das mais importantes crises sanitárias do último século e em meio a uma onda de protestos em defesa dos direitos humanos, arquitetos e urbanistas têm a obrigação de pedir a palavra, de assumir a sua parcela de culpa e a sua responsabilidade. Ao conceber os espaços públicos de nossas cidades, é preciso combater as injustiças e promover espaços que promovam a empatia e compreensão entre as pessoas. Ao dar voz as histórias  reprimidas e espaço às comunidades subjugadas, o desenho de um espaço público mais inclusivo é a chave para prover um lugar de reflexão sobre o nosso passado, que por sua vez, nos ajuda a construir um mundo mais justo e equitativo.

Combatendo doenças infecciosas: 9 unidades de saúde projetadas pelo MASS

Abordando o problema da saúde na África e outros países, o escritório MASS ajudou a definir estratégias de projeto para mitigar e reduzir questões médicas críticas. Com alguns projetos operacionais e outros em andamento, estas instalações ajudam a combater uma ampla gama de doenças.

SULI: Do Chile ao Haiti, a democratização da luz

Inspirado pelo papel central da luz em nossa cultura e tecnologia, a ONU proclamou 2015 como o "Ano Internacional da Luz e das Tecnologias baseadas na luz" (AIL2015). Neste contexto nasceu a Suli, uma empresa social chilena que busca desenvolver soluções baseadas na iluminação solar, massificando o uso desse recurso natural não apenas em regiões vulneráveis, mas também entre o público geral que conta com acesso à rede elétrica mas desconhece novas formas de usar a energia solar.

Reconstrução de moradias sobre suas próprias ruínas: "Reclaiming Heritage" no Haiti

Reclaiming Heritage é um grupo de arquitetos e estudantes de arquitetura de todo o mundo cujo objetivo é realizar uma reconstrução sensível pós-desastres naturais. Sua enfase está na reutilização de materiais, buscando preservar o patrimônio arquitetônico e cultural destes.

Kimmelman fala sobre a clínica ao ar livre do MASS Design Group no Haiti

"Arquitetura e saúde são inseparáveis", diz um médico haitiano e fundador da Gheskio no mais recente artigo de Michael Kimmelman no New York Times, In Haiti, Battling Disease With Open-Air Clinics. Analisando as impressionantes imagens da deficiência médica que circularam na internet desde a epidemia do Ebola, Kimmelman apresenta a clínica projetada pelo MASS Design Group em Porto Príncipe como um modelo em potencial para a arquitetura médica em todo o mundo. Combatendo a cólera e a tuberculose com um layout modesto e espaços abertos, as novas clínicas atenderão apenas às maiores favelas da cidade. Saiba por quê Kimmelman as considera "belas" e acredita que possam erradicar as doenças no Haiti, aqui.

“Mission of Hope” organiza evento que marca os cinco anos do terremoto no Haiti

Cinco anos após o devastador terremoto do Haiti, que aconteceu no dia 12 de janeiro de 2010, haitianos com estórias incríveis de sobrevivência e perseverança se reuniram para um evento comemorativo organizado pela Mission of Hope (MOH), uma organização sem fins lucrativos com sede no Haiti. O evento tinha como objetivo reunir as pessoas para que refletissem sobre a tragédia e sobre o processo de reconstrução do país.

Architecture for Humanity anuncia o término das iniciativas no Haiti

A Architecture for Humanity anunciou a conclusão de seu programa no Haiti para janeiro de 2015. A organização, com sede em San Francisco, estabeleceu escritórios em Porto Príncipe em março de 2010 para ajudar as comunidades locais após o terremoto de 2010. Em quase cinco anos no país, a organização concluiu cerca de 50 projetos - incluindo casas, clínicas médicas, escritórios e 13 edifícios - através de sua Haiti School Initiative. Seus trabalhos afetaram positivamente a vida de mais de um milhão de haitianos, com suas escolas proporcionando infraestrutura para mais de 18 mil alunos.

Casas Quebra-Cabeças, uma solução para populações que crescem rapidamente

Hoje em dia, todos nós já ouvimos o mantra: em vinte anos, as cidades do mundo terão crescido de 3 para 5 bilhões de pessoas, e quarenta por cento das populações urbanas estarão vivendo na ou abaixo da linha de pobreza, enfrentando a ameaça constante do déficit habitacional - estatísticas assustadoras e implicações ainda mais.

Além da tenda: Por que campos de refugiados precisam de arquitetos (agora mais do que nunca)

Só em 2013 cerca de 1 milhão de pessoas saíram da Síria para escapar de um conflito civil travado há mais de dois anos. O total de refugiados sírios está bem acima de 2 milhões, um número sem precedentes e uma realidade perturbadora que colocou os países que acolhem estes refugiados sob imensa pressão em relação a infraestrutura.

ReciproBoo: abrigo emergencial de bambu

Após grandes desastres naturais, as organizações de apoio sempre se vêem frente ao desafio de fornecer, rapidamente, abrigo a milhares de pessoas. A solução óbvia é a construção de tendas de acampamento, que nem sempre existem em número suficiente. No Haití, quando as fortes chuvas seguiram o terremoto, os abrigos improvisados foram destruídos e removidos. A resposta de Shaun Halbert a este problema é o ReciproBoo: um kit de construção que permite erguer abrigos quase que instantaneamente.

Carregando... Pode demorar alguns segundos