Victor Delaqua

Formado pela UFSC, também estudou na FAUUSP e Universidade Politécnica de Valência (Espanha). Colaborador do ArchDaily desde 2012, hoje faz a curadoria de projetos internacionais do ArchDaily Brasil e é editor de diversos artigos. Como arquiteto, atua na área de projetos expositivos, como a 33a Bienal de Artes de São Paulo.

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE AUTOR

Diferentes modos de hospedar: 10 projetos de hotéis brasileiros

Ao contrário de quando era visto apenas como um espaço para dormir e tomar banho, hoje um Hotel necessita aprimorar a experiência da viagem para atrair hóspedes e apresentar um diferencial frente à concorrência direta ou até mesmo com novas modalidades de hospedagem como o AirBnb. Assim, além da qualidade dos quartos, as áreas de lazer, restaurantes, paisagem e arquitetura são elementos que determinam o sucesso de um empreendimento.

Em países como o Brasil que possuem paisagens distintas e uma população diversa, é possível se deparar com diferentes soluções na hora de pensar o projeto de hotéis. Por isso, reunimos dez exemplos nacionais nos quais a arquitetura se destaca e traz uma identidade única para cada um desses edifícios.

Padrão como Política: decolonizar os antigos padrões para revelar a contemporaneidade

Em 1856, Owen Jones lançava o livro The Grammar of Ornament [A gramática do ornamento] no qual apresentava uma compilação de linguagens visuais adotadas pelas mais distintas culturas - realizada a partir das explorações do autor em lugares como Grécia, Egito, Constantinopla e Índia. A obra reflete como os vitorianos examinaram a arte e o design internacionais colocando a Grã-Bretanha no centro do debate, a fim de estabelecer "princípios gerais" que promovessem um certo sistema de diferentes estilos através de suas próprias perspectivas. Na época, a publicação foi um grande sucesso editorial e influenciou desde William Morris (do movimento Arts and Crafts) até os arquitetos modernistas Louis Sullivan e Frank Lloyd Wright. No entanto, em 2019, Priya Khanchandani e Sam Jacob fazem uma releitura do trabalho de Jones e demonstram não apenas os aspectos colonizadores presentes em seu ponto de vista, assim como propõem uma reinvenção destes sistemas e padrões visuais de acordo com a contemporaneidade.

The Hedonist / Nuno Pimenta + Frederico Martins

© Nuno Pimenta© Nuno Pimenta© Nuno Pimenta© Nuno Pimenta+ 12

Mannheim, Alemanha

Boxing Boxes: Arquitetura e esporte como processo civilizador

Boxing Boxes [Caixas de Boxe, em português] é um projeto realizado após dois anos de pesquisa arquitetônica feita por Carlos Ortega Arámburo e Daniel de León Languré que agrega o boxe, como uma ferramenta de autodisciplina e controle de violência, a uma estrutura que ativa o espaço cívico em áreas marginalizadas. Na edição deste ano da Trienal de Arquitectura de Lisboa, o arquiteto mexicano junto de uma equipe interdisciplinar local instalou o equipamento no bairro Portugal Novo, em Olaias, Lisboa.

7 Pavilhões Imperdíveis na Bienal de Veneza de 2019

A Bienal de Veneza de Artes é uma ótima oportunidade para pensar "fora da caixa". Desde os eventos colaterais que trazem novos usos para edifícios centenários até os pavilhões dos países em Giardini ou Arsenale, um arquiteto pode aprender muito visitando a bienal mais antiga do mundo. Aqui estão 7 pavilhões imperdíveis se você visitar Veneza antes do término da Bienal, no dia 24 de novembro.

Nova República: um retrato do Brasil em microescala

O debate sobre a matéria e a forma como ela concebe os espaços que abrigam toda a dimensão social é o cerne do discurso arquitetônico. Apesar do arquiteto definir um conceito, partido e obedecer a um programa que pode influenciar até mesmo a vivência urbana, no fundo são o cotidiano e o próprio repertório cultural individual que ditará como se vivencia cada lugar. A compreensão de que existem diversas camadas na sociedade capazes de construir muros invisíveis que dissolvem a poética arquitetônica e desabrocham em outros assuntos inevitáveis para compreender a cadeia na qual estamos inseridos é uma das reflexões propostas pela Nova República, projeto realizado pelo antropólogo Hélio Menezes e os arquitetos do Wolff Architects, baseados na Cidade do Cabo, África do Sul, para a Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo.

Andrade Morettin assina projeto e expografia da 34a Bienal de São Paulo

Ximena Garrido-Lecca - Insurgencias Botánicas: Phaseolus Lunatus, 2017 | Vista da instalação / Installation view / Dimensões variáveis / Dimensions variable / Foto / Photo: Ramiro ChavezDeana Lawson - Mama Goma, 2014 | 35 x 45 in (99 x 114,3 cm) / Cortesia da artistaClara Ianni - Forma Livre, 2013 | vídeo (p&b, som), 7’14’’ / Cortesia da artistaXimena Garrido-Lecca - Insurgencias Botánicas: Phaseolus Lunatus, 2017 | Vista da instalação / Installation view / Dimensões variáveis / Dimensions variable / Foto / Photo: Ramiro Chavez+ 17

Marcada pelo encontro e potencialização mútua entre projeto curatorial e atuação institucional, a 34a Bienal de São Paulo enfatiza poéticas da “relação” e adota uma estrutura de funcionamento inovadora, que envolve a realização de mostras e ações apresentadas no Pavilhão da Bienal a partir de fevereiro de 2020 e a articulação com uma rede de mais de 20 instituições paulistas. Quando o Pavilhão for inteiramente tomado pela mostra, a partir de setembro de 2020, essas instituições promoverão, em seus próprios espaços, exposições integrantes da 34a Bienal.

Arquitetura do espaço de trabalho: 15 projetos de escritórios brasileiros

Durante este mês o ArchDaily está discutindo o tema do trabalho e demonstrando que são vários os benefícios que um espaço de boa qualidade pode trazer para empresas: o conforto dos funcionários, estimular a criatividade, fornecer áreas de descanso, melhorar a imagem da marca, atrair novos talentos. Inspirados por esses tópicos, selecionamos quinze projetos brasileiros contemporâneos que ilustram diferentes escalas e modos de trabalhar para que sirvam de inspiração para este tipo de programa.

Apartamentos no Higienópolis: 10 projetos em planta

Grandes joias da arquitetura moderna paulista estão construídas no bairro Higienópolis em São Paulo. Majoritariamente ocupado por edifícios residenciais, a curiosidade de imaginar como são seus apartamentos e plantas surge na mente daqueles que possuem um mínimo interesse por esses projetos. Por isso, reunimos dez obras que são frutos de reformas em famosos edifícios - como o Lausanne e o Louveira, por exemplo -, e outras que estão presentes no mesmo entorno.

Casa Bacopari / UNA Arquitetos

© Leonardo Finotti © Leonardo Finotti © Leonardo Finotti © Leonardo Finotti + 22

São Paulo, Brasil
  • Arquitetos: Cristiane Muniz, Fábio Valentim, Fernanda Barbara, Fernando Viégas
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  504
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2012

Arquitetura e topografia: 15 projetos com diferentes abordagens ao relevo

Lotes inclinados muitas vezes se apresentam como grandes desafios e, por isso, passam a ser um fator determinante do projeto ao possibilitar diversas formas de abordagem, seja se sobrepondo ao terreno, respeitando o seu declive ou, até mesmo, se enterrando nele. Para ilustrar todas essas alternativas, selecionamos quinze projetos que apresentam diferentes soluções ao lidar com o relevo.

"Tijolo por tijolo": conheça a história por trás do Sesc Pompeia de Lina Bo Bardi

"Tijolo por Tijolo" é uma websérie sobre o Sesc Pompeia, obra-prima de Lina Bo Bardi. Através de vídeos de curtíssima duração é possível conhecer a trajetória do bairro da Pompeia e saber mais sobre a fábrica que funcionava no espaço antes de o Sesc ser aberto. Além disso, a série também retrata o processo de readequação e requalificação da área e curiosidades do projeto realizado pela arquiteta ítalo-brasileira. No total serão 15 episódios semanais com conteúdos exclusivos sobre a Cidadela da Liberdade, contendo fatos históricos, citações da arquiteta e fotos raras. Confira abaixo os seis primeiros vídeos da série:

Arquitetura e Urbanismo será o enredo da Unidos da Tijuca no carnaval de 2020

A agremiação Unidos da Tijuca divulgou a temática do enredo que a escola irá apresentar na Marquês de Sapucaí em 2020: "Arquitetura e Urbanismo". A escolha foi influenciada pelo título inédito que o Rio de Janeiro recebeu da UNESCO como Capital Mundial da Arquitetura, além da cidade também ser selecionada como a sede do Congresso Mundial de Arquitetos, evento da União Internacional de Arquitetos - UIA - que deve atrair cerca de 15 mil profissionais e ocorrerá em julho do ano que vem.

10 diferentes soluções de rampas e suas representações

A rampa tornou-se sinônimo de acessibilidade ao ser muitas vezes desenhada para viabilizar o trânsito de pessoas com capacidades limitadas de locomoção, no entanto, em muitos casos ela também acaba por se tornar o próprio partido de diversos projetos ao trazer um ritmo diferente para a massa construída. Nesta ocasião, foram selecionadas dez diferentes rampas para ilustrar como elas solucionam as circulações em resposta a contextos distintos.

A arquitetura portuguesa desde seu interior

Muitos edifícios aguçam a curiosidade do transeunte sobre o que existe por trás de suas portas. Ao invés de apenas imaginar os usos e a intimidade desses espaços, normalmente inacessíveis, no próximo fim de semana - dias 29 e 30 de junho - será possível conhecer os interiores de diversas arquiteturas nas cidades de Porto, Matosinhos e Gaia durante o festival Open House Porto.