Pavilhão da Polônia na Expo Dubai 2020 traz escultura cinética em referência a aves migratórias

Pavilhão da Polônia na Expo Dubai 2020 traz escultura cinética em referência a aves migratórias

Projetado pelo escritório de arquitetura WXCA com sede em Varsóvia em parceria com o estúdio suíço Bellprat Partner, o Pavilhão da Polônia na Expo Dubai 2020 faz uma homenagem às paisagens naturais do país, elemento fundamental da própria identidade polonesa. Através de uma estrutura modular envolvida por uma escultura cinética que lembra uma revoada, o projeto faz referência à ideia de mobilidade ao mesmo tempo em que mostra a conexão natural estabelecida pelas aves migratórias que se deslocam anualmente da Polônia aos Emirados Árabes Unidos.

Cortesia de Polish PavilionCortesia de Polish PavilionCortesia de Polish PavilionCortesia de Polish Pavilion+ 15

Cortesia de Polish Pavilion
Cortesia de Polish Pavilion

Localizado no Distrito da Mobilidade, o Pavilhão Polonês é uma estrutura de três pavimentos composta por “caixas” de madeira sobrepostas dentro de uma escultura cinética que faz menção às aves migratórias que transitam anualmente entre o território da Polônia e da Península Arábica. “Esta é uma conexão natural que vem à nossa mente quando falamos das relações e laços entre estes dois países”, disse Adrian Malinowski, Comissário Geral do Pavilhão da Polônia. A estrutra do pavilhão está composta de módulos de perfis de alumínio que vibram com o movimento do ar. Como uma escultura cinética, esta estrutura ressoa também no interior do pavilhão, criando uma experiência que permeia os espaços exteriores e interiores. A opção pela madeira como elemento construtivo foi motivada pela possibilidade de desmontar e reaproveitar a estrutura no futuro.

Cortesia de Polish Pavilion
Cortesia de Polish Pavilion

Os visitantes terão a oportunidade de parar e descansar à sombra dinâmica do edifício. Será uma experiência inesquecível e também relaxante: uma oportunidade para se reconectar com a natureza ouvindo o assovio do vento, rendendo-se ao feitiço do movimento da escultura cinética da fachada – um símbolo em homenagem às aves migratórias que aproximam estes dois países. — Marta Sękulska-Wrońska, arquiteta sócia da WXCA.

O projeto expositivo do Pavilhão Polonês para a Expo Dubai 2020, idealizado pelo estúdio Tellart, com sede em Amsterdã, em parceira com o estúdio criativo polonês Science Now e a produtora Stellar Fireworks, visa “transmitir a relação entre a natureza e a criatividade na cultura polonesa”, explorando dois aspectos principais: o capital social e o ambiente natural. A área de acolhida aos visitantes apresenta uma amostra das diversas paisagens naturais polonesas, as quais são transmitida através de uma série de instalações sonoras e visuais acompanhadas de poesia e ilustrações artísticas que retratam a diversidade dos cenários naturais do país, suas montanhas, pântanos e lagos. Uma vez no interior do pavilhão, uma instalação sonora interativa recria as topografias polonesas, fazendo referência às várias narrativas relacionadas à natureza e ao design.

Cortesia de Polish Pavilion
Cortesia de Polish Pavilion

Acompanhe nossa cobertura completa da Expo Dubai 2020.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Cutieru, Andreea. "Pavilhão da Polônia na Expo Dubai 2020 traz escultura cinética em referência a aves migratórias" [Polish Pavilion at Expo 2020 Dubai References the Flight of Birds Through Kinetic Sculpture ] 03 Nov 2021. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/970913/pavilhao-da-polonia-na-expo-dubai-2020-traz-escultura-cinetica-em-referencia-a-aves-migratorias> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.