A renderização como ferramenta de preservação do patrimônio na China

A renderização como ferramenta de preservação do patrimônio na China

O patrimônio construído é um valioso tesouro que nos foi deixado por nossos ancestrais. Edifícios históricos falam não apenas sobre o passado, mas também sobre o presente. Eles nos fazem refletir sobre a nossa própria cultura—quem nós somos e de onde viemos. Entretanto, a medida que nossas cidades crescem e a nossa sociedade evolui, o progresso se dá, muitas vezes, às custas da ruína e do consequente desaparecimento deste mesmo patrimônio, o qual gradualmente parece ser desprovido de sentido. Neste contexto, a proteção e preservação de edifícios históricos parece nunca ter estado tão ameaçada quanto nos dias de hoje.

Um Tributo ao Passado

Com o desenvolvimento e popularização de novas tecnologias, principalmente aquelas voltadas à industria da construção civil e especialmente à arquitetura, a renderização de imagens de futuros projetos passou a desempenhar um importante papel não apenas nos processos de concepção de novos edifícios, mas operando também como uma importante ferramenta de visualização de projetos de preservação e restauro de edifícios tombados e protegidos. Na China, processos de modelagem e renderização 3D tem sido amplamente utilizados em projetos de preservação e restauro de estruturas tombadas.

Summer Palace Digital Restoration. Imagem Cortesia de Yuan Ming Yuan (2006 Documentary)
Summer Palace Digital Restoration. Imagem Cortesia de Yuan Ming Yuan (2006 Documentary)

Como um importante símbolo cultural, a arquitetura representa tanto o patrimônio histórico material (o que é construído) quanto imaterial (como é construído) de um povo ou país. Edifícios históricos refletem a cultura de uma determinada época assim como os hábitos e costumes de uma dada sociedade. Entretanto, no irrefreável avanço do rolo compressor do progresso, tudo aquilo que estiver no caminho corre o risco de ser literalmente tombado, escombros sobre os quais se erguem novos edifícios e cidades.

Um Presente para as Futuras Gerações

No constante processo de construção e reconstrução de nossas cidades, à medida que uma substancial parcela de nosso patrimônio construído vai sendo esfacelada, a tecnologia surge como uma alternativa para promover e preservar importantes edifícios históricos para as futuras gerações. É isso que os chineses têm chamado de “realidade virtual aplicada à preservação do patrimônio histórico”.

Summer Palace Digital Restoration. Imagem Cortesia de Yuan Ming Yuan (2006 Documentary)
Summer Palace Digital Restoration. Imagem Cortesia de Yuan Ming Yuan (2006 Documentary)

A transposição de um edifício ou espaço construído para a realidade virtual se dá através de processos de modelagem e renderização. Na China, tecnologias digitais estão sendo amplamente utilizadas para “preservar” ou “reconstruir” importantes sítios arqueológicos do país. Isso significa que, com o uso de novas tecnologias, podemos superar a falta de documentação histórica—na maioria ilustrações bidimensionais—, recriando não apenas suas imagens, mas edifícios inteiros e espaços tridimensionais.

Summer Palace Digital Restoration. Imagem Cortesia de Yuan Ming Yuan (2006 Documentary)
Summer Palace Digital Restoration. Imagem Cortesia de Yuan Ming Yuan (2006 Documentary)

Isso significa dizer que, com a renderização aplicada à preservação do patrimônio histórico, é possível recriar imagens de edifícios que ninguém conhecia ou dos quais não haviam quaisquer registros, e o mais importante, é possível recriar também a experiência do espaço—ainda que em um ambiente virtual.

Estudos de Caso

O documentário “Antigo Palácio de Verão” criado em 2006, foi o primeiro a utilizar tecnologias de simulação e animação 3D em larga escala com este propósito. O vídeo-documentário apresenta toda a magnificências e exuberância do Antigo Palácio de Verão, destruído em 1860 durante a Segunda Guerra do Ópio pelas tropas britânicas. Esta foi a primeira vez que imagens de campo foram combinadas com renderizações tridimensionais para a criação de um filme-documentário educacional na China.

Summer Palace Digital Restoration. Imagem Cortesia de Yuan Ming Yuan (2006 Documentary)
Summer Palace Digital Restoration. Imagem Cortesia de Yuan Ming Yuan (2006 Documentary)
Summer Palace Digital Restoration. Imagem Cortesia de Yuan Ming Yuan (2006 Documentary)
Summer Palace Digital Restoration. Imagem Cortesia de Yuan Ming Yuan (2006 Documentary)

Três anos mais tarde, em 2009, outro documentário foi criado a partir do mesmo conceito. Chamado de “Daming Palace”, o vídeo documental apresentava imagens reais e virtuais de Tang Chang'an, do Danfeng Gate e do Hanyuan Palace, dando vida a histórias que antes só existiam nos livros. De acordo com os produtores, o modelo 3D renderizado para o documentário cobria uma área comparável a 500 campos de futebol.

As vantagens da renderização aplicada à preservação do patrimônio

A renderização aplicada à preservação do patrimônio permite um alto grau de precisão nos detalhes além de uma completa catalogação e preservação do conhecimento técnico e sistemas construtivos. A todo momento e em qualquer lugar do mundo, milhares de pessoas podem descobrir e explorar estes edifícios e toda a riqueza de seus detalhes, contribuindo para promover uma maior consciência sobre a preservação do patrimônio histórico e cultural ao redor do mundo.

Summer Palace Digital Restoration. Imagem Cortesia de Yuan Ming Yuan (2006 Documentary)
Summer Palace Digital Restoration. Imagem Cortesia de Yuan Ming Yuan (2006 Documentary)

A arquitetura tradicional chinesa consiste principalmente em estruturas construídas em madeira e portanto, extremamente frágeis e delicadas. Quando se inicia um processo de restauração de uma estrutura como esta, muitas vezes um pequeno erro de cálculo pode significar a perda de um longo trabalho e danos irreversíveis à estrutura do edifício, limitando o campo de ação dos restauradores. A renderização aplicada à restauração, por outro lado, permite reconstruir o modelo do edifício em todos os seus mínimos detalhes. Antes de iniciar as obras de restauro, é possível então simular uma série de exercícios no modelo virtual, prevendo possíveis problemas e consequentemente minimizando danos causados à estrutura original do edifício—resultando em um considerável ganho de tempo. Desta forma, a renderização aplicada à preservação do patrimônio histórico permite alcançar melhores resultados e de forma mais rápida, economia e segura.

Summer Palace Digital Restoration. Imagem Cortesia de Yuan Ming Yuan (2006 Documentary)
Summer Palace Digital Restoration. Imagem Cortesia de Yuan Ming Yuan (2006 Documentary)

Somado a isso, a renderização aplicada à preservação e restauração do patrimônio histórico construído pode ser utilizada de diversas formas. Com o desenvolvimento de novas tecnologias e softwares de renderização, será possível recriar uma série de edifícios e espaços históricos até então inacessíveis, permitindo promover e divulgar o valor histórico e cultural do patrimônio construído na China e no mundo. 

Summer Palace Digital Restoration. Imagem Cortesia de Yuan Ming Yuan (2006 Documentary)
Summer Palace Digital Restoration. Imagem Cortesia de Yuan Ming Yuan (2006 Documentary)

De forma complementar, as tecnologias de modelagem e renderização de edifícios tombados também podem ser muito úteis no ensino e aprendizado de técnicas de restauro e preservação. Os professores podem utilizar estes modelos e imagens para apresentar exemplos de edifícios e projetos do mundo todo com auto grau de detalhe e sem precisar sair da sala de aula, promovendo uma maior consciência sobre a importância da preservação de estruturas do passado para o futuro da humanidade.

Este artigo é parte do Tópico do ArchDaily: Rendering. Mensalmente, exploramos um tema específico através de artigos, entrevistas, notícias e projetos. Saiba mais sobre os tópicos mensais. Como sempre, o ArchDaily está aberto a contribuições de nossos leitores; se você quiser enviar um artigo ou projeto, entre em contato.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Miao, Scarlett. "A renderização como ferramenta de preservação do patrimônio na China" [Rendering as a Tool to Restore the Glory of Ancient Chinese Architecture] 09 Mai 2021. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/960246/a-renderizacao-aplicada-a-preservacao-do-patrimonio-historico-na-china> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.