Anunciados os vencedores do Architecture Drawing Prize 2020

Anunciados os vencedores do Architecture Drawing Prize 2020

O World Architecture Festival anunciou os vencedores do Architecture Drawing Prize 2020. As inscrições foram escolhidas nas categorias Digital, Desenho à Mão e Híbrido. O concurso recebeu 165 inscrições de 30 países, e a competição de 2020 também introduziu o ‘Prêmio Lockdown’ com foco na pandemia global, concedido a um desenho relacionado às mudanças arquitetônicas trazidas pelo COVID-19.

WAF é o maior evento arquitetônico anual, internacional e ao vivo do mundo. Inclui o maior programa internacional de prêmios de arquitetura do mundo. Com curadoria de WAF, Museu Sir John Soane e Make Architects, este prêmio abrange o uso criativo de ferramentas digitais e renderizações produzidas digitalmente, enquanto reconhece a importância duradoura do desenho à mão.

Vencedor Geral, Híbrido / Apartment #5

Categoria Híbrida - Apartment #5, a Labyrinth and Repository of Spatial. Imagem Cortesia de World Architecture Festival
Categoria Híbrida - Apartment #5, a Labyrinth and Repository of Spatial. Imagem Cortesia de World Architecture Festival

O vencedor geral do quarto prêmio anual de desenho de arquitetura é o Apartamento # 5, um labirinto e repositório de memórias espaciais de Clement Laurencio, Bartlett School of Architecture, UCL. O desenho também foi vencedor da Categoria Desenho Híbrido. A habitação, situada em Londres, recria atmosferas de lugares de uma viagem recente à Índia. Desenhos separados a lápis são compostos digitalmente, rompendo e conectando lugares em um labirinto de memórias espaciais.

Comentando sobre o vencedor geral, os artistas Ben Langlands e Nikki Bell, juízes do prêmio, disseram: “Este desenho cria um labirinto de desenhos, cada um com sua própria história. Familiaridade e mistério são transmitidos com uma técnica sensível e confiante de grande habilidade e precisão. Não há nada marcante ou colorido, apenas um reino de detalhes observados agudamente com uma presença poderosa e silenciosa. Você realmente pode se imaginar aqui”.

Desenho à Mão / Dear Hashima

Categoria Desenho à Mão - Dear Hashima. Imagem Cortesia de World Architecture Festival
Categoria Desenho à Mão - Dear Hashima. Imagem Cortesia de World Architecture Festival

O vencedor da categoria Desenho à Mão é Dear Hashima, do arquiteto/artista Marc Brousse. O desenho, um de uma série, pretende repensar a posição do homem dentro da cidade, a partir das ideias do sociólogo Zygmunt Bauman. Tinta/carvão, tinta invisível, usando um método onde a linha simboliza a vida, o espaço, o pensamento e a memória.

Comentando sobre o desenho, a juíza Louise Stewart, Curadora de Exposições do Museu Sir John Soane, disse: “Todos os jurados ficaram muito impressionados com a técnica de desenho incrivelmente única usada aqui, que é tecnicamente impressionante e visualmente eficaz”.

Digital / Re-Reading Metropolis

Categoria Digital - ReReading Metropolis. Imagem Cortesia de World Architecture Festival
Categoria Digital - ReReading Metropolis. Imagem Cortesia de World Architecture Festival

O vencedor da categoria Digital é Re-Reading Metropolis de Chenglin Able, Universidade da Califórnia, Berkeley. O projeto adota uma característica de "moldura dentro da moldura" para criar tensão entre o isolamento e a unidade, entre uma vida residencial tranquila e uma vida urbana brilhante, e entre o preenchimento e o volume costurados à moldura do contexto circundante. O projeto está ativamente envolvendo novas interpretações de edifícios históricos icônicos e redefinindo a tipologia de um templo da água.

Comentando sobre o desenho, a juíza Lily Jencks e co-fundadora da LilyJencksStudio / JencksSquared disse: “Tipos de desenhos em camadas - mapas, planos, sistemas de infraestrutura e entrada de dados, Re-Reading Metropolis sugere uma nova maneira de mapear um território urbano, divertido e preciso."

Prêmio Lockdown / Airplane Tower

Categoria Híbrida - Airplane Tower. Imagem Cortesia de World Architecture Festival
Categoria Híbrida - Airplane Tower. Imagem Cortesia de World Architecture Festival

Este ano também viu a introdução de um prêmio especial focado no lockdown global durante a pandemia de COVID-19. O ‘Prêmio Lockdown’ foi concedido à Airplane Tower de Victor Hugo Azevedo e Cheryl Lu Xu, arquitetos do Robert A. M. Stern. Ken Shuttleworth, fundador da Make Architects e um dos jurados do prêmio comentou: “Ficamos cativados pelo imediatismo do desenho da Airplane Tower, sagacidade e uso de múltiplas perspectivas ao abordar questões sérias em torno da pandemia, interligando o meio ambiente e a agenda de reutilização com a crise habitacional e os muitos desafios enfrentados pela indústria de viagens”.

Os vencedores serão expostos no WAF 2021, em Lisboa, no estande dos prêmios de desenhos e os premiados serão vistos numa tela interativa. Cada um dos vencedores das categorias apresentará seus trabalhos no palco do Festival Hall. O vencedor geral receberá seu troféu no último dia do festival.

Via World Architecture Festival

Sobre este autor
Cita: Baldwin, Eric. "Anunciados os vencedores do Architecture Drawing Prize 2020 " [2020 Architecture Drawing Prize Winners Announced] 03 Fev 2021. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/956147/anunciados-os-vencedores-do-architecture-drawing-prize-2020> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.