A arquitetura é uma profissão ingrata. O que podemos fazer para melhorar isso?

A arquitetura é uma profissão ingrata. O que podemos fazer para melhorar isso?

A arquitetura é uma profissão das mais belas – há inegável romantismo em construir o lugar onde o ser humano habita. É, também, uma das mais antigas: se considerada como atividade que organiza o espaço, identificamos alguma espécie de pensamento arquitetônico desde, pelo menos, centenas de milhares de anos atrás. Sua beleza é, no entanto, parcialmente eclipsada por uma frustração generalizada no campo profissional no Brasil. Pouca consciência da importância à sociedade, dificuldade de fechar contratos, concorrência acirrada, poucas oportunidades em edificações públicas, empregos mal remunerados e disponibilidade de trabalhar sem honorários contribuem para a precarização da arquitetura e do urbanismo.

Mas, por que a arquitetura é tão ingrata no Brasil? Gostaríamos de ouvir de nossas leitoras e leitores suas opiniões sobre os problemas e, sobretudo, as possíveis soluções para a precariedade na profissão?

Deixe sua opinião no formulário a seguir:

Sobre este autor
Cita: Equipe ArchDaily Brasil. "A arquitetura é uma profissão ingrata. O que podemos fazer para melhorar isso?" 10 Set 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/947426/a-arquitetura-e-uma-profissao-ingrata-o-que-podemos-fazer-para-melhorar-isso> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.