Cortar, dobrar e empilhar: casas alemãs construídas com precisão

Cortar, dobrar e empilhar: casas alemãs construídas com precisão

O design alemão tornou-se sinônimo de exatidão, eficiência e precisão. Embora o estereótipo tenha raízes na geografia e na cultura local, o ambiente construído no país reflete uma afinidade por estrutura, privacidade e ordem. Combinada com influências de toda a Europa, a arquitetura contemporânea da Alemanha apresenta formas refinadas e ênfase na habilidade técnica.

© Pieters Kers & Patrick Voigt© Martin Geyer - EMILBLAU© Brigida González© Brigida González+ 13

© Brigida González
© Brigida González

Embora uma grande diversidade de edifícios possa ser vista em toda a Alemanha, essa variedade é especialmente evidente de cidade para cidade. Apesar de o país ser conhecido pela famosa escola Bauhaus, que se originou em Weimar durante a década de 1920, uma ampla representação de estilos evoluiu ao longo do século passado. Reinterpretando tradições e métodos de construção anteriores, desde conceitos de Gropius a Mies van der Rohe, a habitação é uma tipologia em que os alemães estão construindo com um espírito de precisão e habilidade. Os projetos a seguir mostram uma série de casas construídas nos últimos cinco anos.

Residência K / Paul de Ruiter Architects

© Pieters Kers & Patrick Voigt
© Pieters Kers & Patrick Voigt

A Residência K, localizada na Turíngia, é o primeiro projeto na Alemanha do escritório Paul de Ruiter Architects. A realização de uma residência sustentável, discreta e integrada ao entorno natural era o desejo do cliente. O resultado é uma casa simples, porém inovadora, construída unicamente a partir de vidro, aço e concreto.

Residência Villa Moos / Biehler Weith

© Brigida González
© Brigida González

Um conjunto residencial de três volumes poligonais foi desenvolvido em uma área rural do Lago Constança. O local estreito, com sua própria doca para barcos, está situado em uma localização privilegiada nas margens do lago. A linguagem da nova edificação reflete uma reinterpretação da pequena escala e do caráter ricamente detalhado das construções vizinhas.

Residência unifamiliar Niederbayern / Liebel/Architekten BDA

© Brigida González
© Brigida González

Esta casa compacta é dividida em dois pavimentos, o térreo aberto e o pavimento superior privativo. Com janelas em 2/3 das fachadas, a área de estar se abre para o jardim circundante e para os terraços, localizados atrás da fachada de cobre, oferecendo uma transição suave para o mundo exterior.

Casa H / HHF Architects

© Jonathan Sage
© Jonathan Sage

A Casa H está localizada em Starnberg, projetada em colaboração com o escritório de Munique, Jacob & Spreng. O pavimento térreo aberto se harmoniza perfeitamente com a paisagem circundante. O vidro e os elementos refletores, feitos de aço cromado, que compõem a fachada, proporcionam o grau necessário de privacidade, e configuram o invólucro exterior, quase invisível, da área de estar do térreo.

Casa CS / Daniel Laubrich

© Martin Geyer - EMILBLAU
© Martin Geyer - EMILBLAU

Um prado da família, em uma pequena vila na Baviera foi a inspiração para o projeto desta casa. Cercada por galpões e celeiros, a construção encontra seu lugar entre um campo de flores silvestres. Com base na arquitetura regional tradicional, a nova casa de dois pavimentos oferece uma habitação para uma jovem família. Os dois pavimentos foram organizados a partir de uma segregação estritamente funcional.

Casa A28 / SEHW Architektur

© Philipp Obkircher
© Philipp Obkircher

SEHW Architektur deu vida nova a um edifício industrial, no distrito de Zehlendorf, Berlim. Construído nos anos 70 e reformado diversas vezes, seu uso sempre foi ligado aos negócios e à produção. Desta forma, sempre seguiu uma lógica funcional: a área de funcionários no subsolo, iluminada naturalmente através da topografia do terreno, um grande salão para entregas com oficina de máquinas no térreo e escritórios no primeiro pavimento.

Casa B / Yonder – Architektur und Design

© Brigida González
© Brigida González

A Casa B é um projeto de Yonder para uma conhecida família de arquitetos de Stuttgart. Antes da virada do século, a família mudou-se para um edifício dos anos 50, frequentemente reformado, localizado em um local com vistas magníficas para o vale de Stuttgart. A tarefa de Yonder era revitalizar e reconstruir este edifício existente.

A Casa Preta / Buero Wagner

© Florian Holzherr
© Florian Holzherr

As áreas rurais na Alemanha são frequentemente caracterizadas pela expansão urbana, com agrupamentos sem identidade e casas genéricas. Este é especialmente o caso da costa leste do lago Ammersee, que fica na região metropolitana de Munique. Um contraste é configurado por uma pequena casa preta que se destaca por sua fachada icônica.

Sobre este autor
Cita: Baldwin, Eric. "Cortar, dobrar e empilhar: casas alemãs construídas com precisão" [Cut, Fold, Stack: German Homes Built for Precision] 04 Mai 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Bisineli, Rafaella) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/938743/cortar-dobrar-e-empilhar-casas-alemas-construidas-com-precisao> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.