O que todo arquiteto deve saber sobre proteção contra incêndio em construções de madeira

O que todo arquiteto deve saber sobre proteção contra incêndio em construções de madeira

A humanidade utiliza a madeira para criar abrigos desde a pré-história, muito antes de a palavra arquitetura surgir. Alguns troncos encaixados entre si, cobertos por peles de animais, proporcionavam abrigos rudimentares para proteger nossos antepassados das intempéries. Gradualmente, essas estruturas se tornaram mais complexas, mas a madeira continuou a desempenhar um papel fundamental na arquitetura e construção. Hoje, especialmente devido às crescentes preocupações com as mudanças climáticas e as emissões de carbono, a madeira vem recuperando seu significado como importante material de construção para o futuro, se usada de forma consciente e sustentável. O desempenho estrutural da madeira a tornam apropriada para uma ampla gama de aplicações - desde quadros leves repetitivos para estruturas de pequeno e médio porte até sistemas maiores e mais pesados, geralmente híbridos, usados para construir arenas, escritórios, universidades e outros edifícios onde grandes vãos longos e paredes altas são necessários.

Co|Lab, High Performance Building for HITT / William McDonough + Partners. Image © John Cole Photography
Co|Lab, High Performance Building for HITT / William McDonough + Partners. Image © John Cole Photography

Madeira engenheirada é uma categoria de estrutura que geralmente utiliza grandes estruturas de madeira em painéis, incluindo Madeira Laminada Cruzada (CLT), Madeira Laminada Pregada (NLT), a Dowel Laminated Timber (DLT) e painéis de madeira laminada colada (glulam) para piso e paredes. Tais sistemas oferecem estabilidade e resistência excepcionais e tornaram a madeira uma alternativa viável ao aço e concreto para muitas aplicações, incluindo estruturas mais altas. Como as possibilidades da construção de madeira continuam aumentando, é importante entender o desempenho comprovado da madeira quando se trata de proteção contra incêndio. O fogo é um perigo para todos os edifícios e canteiros de obras - independentemente do material de construção. Os incêndios começam nos objetos e mobiliário que trazemos para nossas casas e escritórios e ocorrem em edifícios de concreto, aço, alvenaria e madeira, todos sofrendo impactos negativos da exposição prolongada a chamas. Enquanto o aço se curva, o concreto lasca, a madeira queima. O mais importante é construir respeitando as normativas vigentes para garantir que a edificação seja segura aos ocupantes e mesmo aos socorristas, no caso de um incidente.

© Think Wood
© Think Wood

A madeira engenheirada permite uma resistência inerente ao fogo através do isolamento das camadas internas. Quando a madeira é exposta ao fogo, a superfície exposta queima, criando uma camada carbonizada de proteção natural. Esse carvão atua como um isolamento, atrasando o início do aquecimento do núcleo da madeira, protegendo a estrutura da mesma. Devido à composição sólida de blocos de madeira maciça, o ar e o fogo são inibidos em suas viagens. O carvão se forma a uma taxa previsível (1,5 pol / h), o que diminui a combustão e a propagação do fogo.

The CLT House / KAWA DESIGN GROUP Architecture. Image Courtesy of KAWA DESIGN GROUP Architecture
The CLT House / KAWA DESIGN GROUP Architecture. Image Courtesy of KAWA DESIGN GROUP Architecture

Nos últimos anos, testes de fogo em madeira engenheirada demonstram a segurança desse material de construção sustentável e renovável. Precisamente, devido às características estruturais e resistentes ao fogo das paredes, pisos e estruturas de madeira maciça do CLT, em 2016, o Conselho Internacional do Código estabeleceu um comitê de especialistas do setor para examinar e propor padrões apropriados para este sistema de construção. Desenvolvimentos sobre esse assunto podem ser acompanhados neste link. Para avaliar o comportamento do fogo nesses sistemas de construção, foi desenvolvida uma série de testes de incêndio rigorosamente monitorados que forneceram dados valiosos para a alteração dos códigos e regulamentos de incêndio de edifícios altos de madeira. Cada um dos cinco materiais e situações simulados é projetado para replicar condições do mundo real em cinco cenários de ambiente idênticos. Um vídeo de três minutos capturando os destaques de cada teste está incluído nesta lista de reprodução.

Our Lady of the Assumption Catholic Primary School / BVN. Image © Brett Boardman, Michael Nicholson
Our Lady of the Assumption Catholic Primary School / BVN. Image © Brett Boardman, Michael Nicholson
Minimod / MAPA. Image © Leonardo Finotti
Minimod / MAPA. Image © Leonardo Finotti

Pesquisas e análises mostram que a madeira não apenas atende aos códigos prescritos de segurança e proteção contra incêndio, mas pode excedê-los. Em um teste de incêndio, uma parede de madeira laminada cruzada (CLT) de 7 polegadas de espessura (cerca de 18 cm) durou 3 horas e 6 minutos. Esse resultado é uma hora a mais do que os requisitos atuais do código de incêndio.

AB Studio Cabin / Copeland Associates Architects. Image Courtesy of Copeland Associates Architects
AB Studio Cabin / Copeland Associates Architects. Image Courtesy of Copeland Associates Architects

Segurança contra incêndio em edifícios ocupados

Os bombeiros são chamados para controlar incêndios em edifícios sem aspersão quase três vezes mais frequentemente do que em edifícios com medidas adequadas de proteção contra incêndio. Os incêndios em edifícios protegidos por aspersores de água foram menores e contidos em um único ambiente mais de 96% das vezes. Outras medidas importantes de proteção contra incêndio incluem:

  • Consultoria com Corpo de Bombeiros
  • Construir paredes corta fogo
  • Usar o encapsulamento de gesso
  • Instalar de sistemas automáticos de aspersão
  • Implementar sistemas de detecção de incêndio
  • Desenvolvimento de planos de evacuação abrangentes

Emerge / Jason Griffiths and College of Architecture - University of Nebraska-Lincoln. Image © Mike Lundgren
Emerge / Jason Griffiths and College of Architecture - University of Nebraska-Lincoln. Image © Mike Lundgren

O aumento do uso de madeira engenheirada aparente em edifícios multifamiliares e comerciais criou a necessidade de uma maior compreensão dos procedimentos de projeto de incêndio desses tipos de estruturas. De acordo com o IBC de 2018, muitos produtos de madeira são permitidos e existem várias rotas de projeto para demonstrar a conformidade com as disposições relacionadas ao fogo no códigos de construção. Os elementos de madeira podem ser projetados para que haja uma seção transversal suficiente da madeira para sustentar as cargas de projeto pela duração necessária da exposição ao fogo. Isso diferencia a madeira maciça como um material de construção exclusivo - capaz de atingir desempenho estrutural e objetivos passivos de resistência ao fogo para edifícios de madeira maiores e mais altos do que nunca, oferecendo valor estético aprimorado e benefícios ambientais.

Para obter mais informações, faça o download do e-book sobre Desempenho de Fogo da Think Wood e revise o Projeto de Fogo dos Membros da Madeira em Massa da WoodWorks.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Souza, Eduardo. "O que todo arquiteto deve saber sobre proteção contra incêndio em construções de madeira" [Timber Takes the Heat: What Every Architect Should Know About Wood Construction and Fire Protection] 17 Jan 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/932069/madeira-e-fogo-o-que-todo-arquiteto-deve-saber-sobre-protecao-contra-incendio-em-construcoes-de-madeira> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.