Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Topotek 1 vence concurso de arquitetura para projeto de ampliação de escola na Suíça

Topotek 1 vence concurso de arquitetura para projeto de ampliação de escola na Suíça

A Topotek 1 foi nomeada a grande vencedora do concurso aberto de arquitetura para a ampliação da Escola Champagne em Biel, Suíça. A proposta, apresentada pelo escritório alemão, sugere a inserção de um novo edifício complementar ao campus existente, criando novos espaços abertos para integrar o novo edifício ao campus.

Cortesia de TOPOTEK
Cortesia de TOPOTEK

O conceito da proposta vencedora gira em torno da criação de um novo domínio público, definindo uma rede de espaços abertos que servem para conectar e organizar o programa da escola. O projeto apresentado pela Topotek 1 é um edifício de 10.000 metros quadrados concebido para ampliar e integrar o programa de toda a Escola Champanha na cidade de Biel. Formalmente, a proposta incorpora diferentes componentes arquitetônicos, definidos por uma série de cheios e vazios capazes de criar uma ordem espacial que seja facilmente legível e compreensível para os usuários. De fato, os arquitetos idealizaram o projeto a partir de um conceito estrutural modular flexível, onde os espaços programáticos vão preenchendo os vazios da escola para construir um sistema integrado de espaços. Esse conceito reflete o próprio programa pedagógico da escola, adaptando-se a ele e proporcionando flexibilidade para atender as futuras demandas que possam surgir.

Cortesia de TOPOTEK
Cortesia de TOPOTEK

O edifício anexo é composto por uma estrutura de três pavimentos criada para redefinir a porta de entrada nordeste do campus da escola. Integrando-se aos dois edifícios existentes, projetados pelo arquiteto Max Schlup, o novo edifício foi concebido para compor e reorganizar o conjunto urbano do campus. Entre estes edifícios, uma generosa praça pública foi criada, incorporando uma série de instalações esportivas e recreativas abertas à toda comunidade. Todo o novo programa público do campus, assim como as novas salas de aula, foram reunidas em um único edifício, possibilitando a criação de novas sinergias entre a comunidade academia e proporcionando novas oportunidades de interação entre os diferentes públicos. -- Topotek 1

Cortesia de TOPOTEK
Cortesia de TOPOTEK

O novo edifício da escola foi concebido como uma grande praça pública e por isso conta com uma série de acessos abertos e independentes. “O hall de entrada do novo edifício da escola pode ser compreendido como a extensão do próprio espaço aberto do campus”. Além disso, o programa que ocupa o térreo do edifício foi pensado para ser completamente aberto e acessível ao público, promovendo diferentes usos não programáticos e expontâneos para ampliar as possibilidades de interação e socialização entre os diferentes grupos de alunos, como o ginásio esportivo, a cafeteria e também os escritórios administrativos da escola. Para favorecer ainda mais a flexibilidade dos espaços, todas as paredes são feitas de módulos leves e independentes da estrutura do edifício, permitindo total flexibilidade para adaptar-se conforme novas necessidades passem a surgir.

Cortesia de TOPOTEK
Cortesia de TOPOTEK

Três espaços vazios de pé direito duplo no primeiro pavimento organizam a distribuição dos demais programas no volume do edifício, proporcionando uma série de diferentes espaços abertos onde as crianças podem brincar com vistas para a paisagem natural em torno da escola. No pavimento superior, pequenas varandas se voltam pra estes espaços abertos no interior do edifício, construindo uma lógica de pátios internos que funcionam como elementos focais para a organização e distribuição do programa da escola, proporcionando espaços íntimos e protegidos para que as crianças possam brincar livremente ao alcance dos olhos dos professores. -- Topotek 1

Cortesia de TOPOTEK
Cortesia de TOPOTEK

Segundo os arquitetos, “formalmente, o edifício é a materialização do programa da Escola Champagne, um edifício concebido para promover sinergias espaciais”. Ele foi construído em estrutura de madeira, “pilares e vigas de madeira maciça foram utilizadas para dar forma a um sistema estrutural modular aparente, que por fim, passa a construir a própria identidade formal dos espaços da escola”.

Cortesia de TOPOTEK
Cortesia de TOPOTEK

  • Projeto: Escola Champagne, 1º prêmio, Concurso aberto de arquitetura
  • Localização: Biel, Suíça
  • Cliente: Município de Biel, Abteilung Hochbau
  • Arquitetura | Paisagismo: TOPOTEK 1
  • Área: 10.940 m2
  • Planejamento: Concurso 2019, Projeto 2020 - 2024
  • Programa: Jardim de infância, escola de ensino fundamental, cafeteria, ginásio de esportes, oficinas e escritórios administrativos

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este autor
Cita: Harrouk, Christele. "Topotek 1 vence concurso de arquitetura para projeto de ampliação de escola na Suíça" [Topotek 1 Wins Competition to Design an Extension for a School in Switzerland] 28 Dez 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/930705/topotek-1-vence-concurso-de-arquitetura-para-projeto-de-ampliacao-de-escola-na-suica> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.