Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Concrete Seoul, um mapa que explora a arquitetura brutalista da Coreia do Sul

Concrete Seoul, um mapa que explora a arquitetura brutalista da Coreia do Sul

A Blue Crow Media lançou seu mais recente mapa que explora, desta vez, a arquitetura brutalista de Seul, Coréia do Sul. O mapa é editado pelo historiador de arquitetura da Universidade da Coréia Professor Hyon-sob Kim, com fotografia de Yongjoon Choi. O guia oferece uma visão única da história da arquitetura em concreto de Seul, da década de 1960 até hoje.

Cortesia de Yongjoon Choi, © Blue Crow Media Cortesia de Blue Crow Media Cortesia de Yongjoon Choi, © Blue Crow Media Cortesia de Blue Crow Media + 12

Cortesia de Blue Crow Media
Cortesia de Blue Crow Media

O mapa de Seul é um guia bilíngüe que inclui um mapa de Seul e detalhes de mais de cinquenta edifícios de concreto. A construção em concreto, anunciada por arquitetos renomados como Swoo-geun Kim, agora é a assinatura de muitos arquitetos coreanos. O mapa destaca os exemplos mais exclusivos e influentes de edifícios e estruturas de concreto em toda a cidade. Os arquitetos apresentados incluem Chung-up Kim, Swoo-geun Kim, MVRDV, Steven Holl, Zaha Hadid, Sae-min Oh, Hee-soo Kwak e muitos outros.

Cortesia de Yongjoon Choi, © Blue Crow Media
Cortesia de Yongjoon Choi, © Blue Crow Media
Cortesia de Yongjoon Choi, © Blue Crow Media
Cortesia de Yongjoon Choi, © Blue Crow Media

O professor Hyon-sob Kim escreve na introdução do mapa: “Desde o início, os arquitetos coreanos exploraram qualidades expressivas do concreto na arquitetura, com ou sem outros materiais. Se Chung-up Kim, que havia aprendido no escritório de Le Corbusier em Paris, mostrava a plasticidade romântica do concreto através da Embaixada da França em Seul (1962), Sewoonangga (1967-70), de Swoo-geun Kim, revelava o poder da megaestrutura. A arquitetura contemporânea de Seul está desenvolvendo vocabulários de concreto mais abundantes e sensíveis: como a unificação da estrutura e expressão dos edifícios com um tratamento delicado do concreto; abordagens brutalistas do material por razões éticas ou estéticas; e novos sistemas de pré-fabricação que utilizam painéis de concreto de altíssimo desempenho."

O mapa bilíngue é em coreano e em inglês e serve como um guia selecionado da cidade e uma introdução à arquitetura de Seul.

Sobre este autor
Cita: Baldwin, Eric. "Concrete Seoul, um mapa que explora a arquitetura brutalista da Coreia do Sul" [Concrete Seoul Explores Brutalist Architecture in South Korea] 02 Nov 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/927082/concrete-seoul-um-mapa-que-explora-a-arquitetura-brutalista-da-coreia-do-sul> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.