Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Arquiteta Aleksandra Jaeschke vence o Prêmio Wheelwright de 2019

Arquiteta Aleksandra Jaeschke vence o Prêmio Wheelwright de 2019

  • 13:00 - 15 Maio, 2019
  • por
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Arquiteta Aleksandra Jaeschke vence o Prêmio Wheelwright de 2019
Arquiteta Aleksandra Jaeschke vence o Prêmio Wheelwright de 2019, Cortesia de Aleksandra Jaeschke
Cortesia de Aleksandra Jaeschke

A arquiteta Aleksandra Jaeschke foi nomeada vencedora do Prêmio Wheelwright de 2019 da Harvard Graduate School of Design. Jaeschke receberá uma bolsa de viagem no valor de US$100.000 para financiar sua proposta de pesquisa UNDER WRAPS: Architecture and Culture of Greenhouses. A bolsa e o subsídio foram criados para apoiar abordagens investigativas da arquitetura contemporânea, com ênfase na pesquisa baseada em viagens de estudo.

Cortesia de Aleksandra Jaeschke Cortesia de Aleksandra Jaeschke Cortesia de Aleksandra Jaeschke Cortesia de Aleksandra Jaeschke + 7

Cortesia de Camron NY
Cortesia de Camron NY

A proposta vencedora de Jaeschke, UNDER WRAPS: Architecture and Culture of Greenhouses, visa explorar a cultura e a arquitetura de estufas agrícolas em todo o mundo, focando nas interações entre plantas e seres humanos em vários contextos e culturas, bem como na espacialidade de operações hortícolas. Jaeschke foi uma das três finalistas notáveis selecionadas entre mais de 145 candidatos, vindos de 46 países.

“Com seu trabalho pioneiro em estufas, Aleksandra Jaeschke reafirma que o campo da arquitetura pode e deve continuar a se envolver profundamente com a natureza, com a horticultura e com o ruralismo”, diz Mohsen Mostafavi, Dean e Alexander e Wiley, Professor de Design, Harvard GSD. “Enquanto aplaudimos Aleksandra e esperamos seu projeto, eu também quero aproveitar esta oportunidade para parabenizar as outras duas finalistas, Maria Shéhérazade Giudici e Garrett Ricciardi, por suas excelentes propostas, o que tornou a decisão sobre o prêmio deste ano extremamente desafiadora para o júri."

Cortesia de Aleksandra Jaeschke
Cortesia de Aleksandra Jaeschke

Formada pela Harvard GSD (Doutora em Design, 2018) e pela Architectural Association em Londres (AA Diploma, 2005), Jaeschke é arquiteta licenciada na Itália e professora assistente de Arquitetura e Design Sustentável na Universidade do Texas em Austin. Ela foi uma das bolsistas da Fundação Kosciuszko de 2014 e será a Fellow Centennial da Meadows Foundation, no Centro de Arquitetura e Design Americano da Universidade do Texas em Austin, de setembro de 2019 a agosto de 2021. Anteriormente ela lecionou na Woodbury School of Architecture em Los Angeles.

Os interesses de Jaeschke vão desde os principais discursos sobre sustentabilidade e noções mais amplas de ecologia até as estratégias de design integrativo e o papel dos arquitetos em projetos interdisciplinares. Sua proposta Wheelwright, UNDER WRAPS, deriva de sua fascinação com a natureza multifacetada das estufas e o próprio ato de dividir um telhado com a vida vegetal. Seu objetivo é investigar o impacto dos arranjos espaciais e especular sobre estratégias para um “ruralismo de estufa” mais equitativo e uma “(horti)cultura urbana engajada” - o primeiro para capacitar os agricultores, e o último para engajar moradores urbanos no ato de cuidar de plantas, que ela chama de “nosso substrato vivo e o derradeiro Outro”.

Cortesia de Aleksandra Jaeschke
Cortesia de Aleksandra Jaeschke

A intenção de Jaeschke é passar longos períodos de tempo em várias regiões com alta concentração de agricultura baseada em estufas visitando estufas urbanas e rurais notáveis que são únicas por sua arquitetura singular, abordagem adaptativa à tecnologia ou função complexa. Ela viajará para a Holanda, Espanha, Israel, Marrocos, México e Coréia do Sul e também visitará locais significativos no Canadá, Malásia, Taiwan, Reino Unido, Suíça e Polônia. Seu objetivo é catalogar e comparar vários tipos de estufas, de casas de fazenda a conservatórios botânicos, desde operações agrícolas à hospitaleiras; e locais ao longo de um trecho rural-urbano. Jaeschke também espera usar suas viagens para lançar projetos colaborativos.

Jaeschke trabalhou anteriormente na AION, uma empresa de arquitetura que ela co-fundou e co-dirigiu com Andrea Di Stefano. Como parte da AION, ela gerenciou inúmeros workshops de design e contribuiu com várias publicações. Ela participou da Exposição 27/37 da Arquitetura Italiana Jovem no Pavilhão Italiano da Expo Xangai 2010, e fez parte da ARCHITEKTUR! série de conferências realizada no Museu MAXXI em Roma em 2012. Em 2013, a AION realizou uma exposição individual, Eco-Machines, no Museu de Arquitetura de Wroclaw, na Polônia. Em 2011, Jaeschke recebeu o prêmio Europa 40 Under 40 conferido pelo Centro Europeu de Arquitetura, Arte, Design e Estudos Urbanos e Chicago Athenaeum.

O júri do Prêmio Wheelwright de 2019 foi formado por Tatiana Bilbao, Loreta Castro Reguera, K. Michael Hays, Eric Höweler, Erik L'Heureux (ganhador do Prêmio Wheelwright de 2015), Mohsen Mostafavi e Megan Panzano.

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Cita: Baldwin, Eric. "Arquiteta Aleksandra Jaeschke vence o Prêmio Wheelwright de 2019" [Architect Aleksandra Jaeschke Wins 2019 Wheelwright Prize] 15 Mai 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/916872/arquiteta-aleksandra-jaeschke-vence-o-premio-wheelwright-de-2019> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.