Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Vincent Callebaut propõe fazenda urbana na cobertura da Notre-Dame

Vincent Callebaut propõe fazenda urbana na cobertura da Notre-Dame

Vincent Callebaut propõe fazenda urbana na cobertura da Notre-Dame
Vincent Callebaut propõe fazenda urbana na cobertura da Notre-Dame, © Vincent Callebaut Architectures
© Vincent Callebaut Architectures

A Vincent Callebaut Architectures revelou imagens de sua homenagem à Catedral de Notre-Dame após o incêndio que danificou gravemente a estrutura histórica. Um projeto transcendente que gera um símbolo de um futuro resiliente e ecológico, inspirado pela biomimética e uma ética comum para uma relação simbiótica mais justa entre os seres humanos e a natureza.

© Vincent Callebaut Architectures
© Vincent Callebaut Architectures

O projeto Palingenesis, derivado da palavra grega para "renascimento" e "regeneração", visa integrar-se à estrutura original naturalmente com um único traço que une o telhado e a torre. Dos quatro frontões, a geometria original do ático de 10 metros de altura foi respeitada, com telhados inclinados de 55 graus gradualmente se estendendo para formar uma torre vertical. Respeitando os princípios inerentes às cargas estruturais do edifício em direção aos arcobotantes e aos pilares internos fasciculados,as quatro linhas da cobertura e as quatro linhas das abóbodas do telhado se dobrame se unem em harmonia em direção ao céu,produzindo uma geometria paramétrica e leve.

Construída com vigas de madeira laminada cruzada, a estrutura de carvalho procura usar a quantidade mínima de material para garantir uma pegada de baixo carbono, oferecendo transparência à catedral. No topo da torre, o galo encontrado nos escombros coroará a adição, permanecendo um "pára-raios espiritual" e "protetor dos fiéis".

© Vincent Callebaut Architectures
© Vincent Callebaut Architectures

A nova arquitetura da torre, como uma mortalha que surge do transepto, evoca o renascimento, mas também o mistério da catedral e a ressurreição de Cristo. E sob a mortalha, vida e renovação emergem. A Notre-Dame deslumbra o mundo novamente enquanto amplia sua mensagem universal de paz e sua aspiração espiritual.
-Vincent Callebaut Architectures

Central para o projeto da Callebaut é a ideia de transformar a Notre-Dame em uma construção de energia positiva, produzindo mais energia do que consome. Através da solidariedade energética com o corpo do monumento histórico, a adição de vidro tridimensional gótica contemporânea produz a energia, o calor e a ventilação passiva do projeto.

A estrutura de madeira é coberta por vidro transparente tridimensional subdividido em elementos facetados em forma de diamante. Sendo uma camada ativa orgânica, este coquetel de carbono, hidrogênio, nitrogênio e oxigênio absorverá a luz e a transformará em energia. A energia, armazenada em células de combustível a hidrogênio,será diretamente redistribuída por toda a catedral.

© Vincent Callebaut Architectures
© Vincent Callebaut Architectures

A torre-cobertura no ático da catedral também fornece um espaço de transição térmica, que acumula ar quente no inverno para isolar melhor a catedral e libera ar fresco no verão através da evapotranspiração das plantas. Assim, a catedral se tornaria uma estrutura ecológica exemplar e a Igreja uma verdadeira pioneira da resiliência ambiental.

Na sua essência, o projeto apresenta um jardim dedicado à contemplação e meditação. Indo além da estética, o jardim deve ser cultivado por voluntários e associações de caridade. A aquaponia e a permacultura produzem até 25 kg de frutas e vegetais por metro quadrado por ano. Portanto, até 21 toneladas de frutas e vegetais podem ser colhidas e diretamente redistribuídas gratuitamente a cada ano. Para esse fim, uma feirinha seria realizada todas as semanas no praça da Notre-Dame.

Esta fazenda urbana é disposta no topo da planta em cruz latina da cobertura e colocada em grandes canteiros,que essencialmente redesenham o layout da abóbadas de seis partes no chão. Este jardim geométrico "à la française" conta com uma estrutura de dois andarescom solo leve para cultivar frutas e legumes ao longo da nave, de leste a oeste, das duas torres à abside.No eixo norte-sul, os telhados do transepto abrigam as bacias aquapônicas que oferecem às plantas fertilizantes naturais de peixes. Além disso, esses espelhos d'água ampliam o local refletindoas janelas rosas nas cumeeiras do lado norte e sul.

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Cita: Niall Patrick Walsh. "Vincent Callebaut propõe fazenda urbana na cobertura da Notre-Dame" [Vincent Callebaut Architectures Reveals Tribute to Notre-Dame with Rooftop Farm] 10 Mai 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Moreira Cavalcante, Lis) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/916567/vincent-callebaut-propoe-fazenda-urbana-na-cobertura-da-notre-dame> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.