O potencial da figura humana na representação da arquitetura

O potencial da figura humana na representação da arquitetura
© Frances Edith Cooper
© Frances Edith Cooper

© Mariacristina Agnello, Mariarosario Bruno, Massimiliano Cafagna, Inés Martín Roldán, Luca Gnisci, Irene Laulo© Fala Atelier© Bakavou VasilikiCortesía de PKMN Architectures+ 24

A figura humana é fundamental para entender a escala em ilustrações, imagens realistas, colagens e representações tridimensionais. No entanto, muitas vezes ela parece ser um dos últimos elementos a serem incorporados, quando deveria ser uma decisão premeditada, intrinsecamente relacionada ao projeto. Afinal, o que queremos transmitir além da escala?

© Ignacio Darras - Ceu San Pablo, Madrid, Spain
© Ignacio Darras - Ceu San Pablo, Madrid, Spain

Nas representações arquitetônicas ortogonais, essas figuras atuam como um indicador claro e simples das proporções de um espaço. Dada a familiaridade e identificação, a comparação da arquitetura com o corpo se torna um exercício quase automático. Associamos as dimensões do nosso corpo às das figuras representadas, permitindo-nos perceber intuitivamente as dimensões do espaço. Nas perspectivas, ao incorporar a terceira dimensão, estas figuras assumem um novo papel, dando alguma profundidade à representação.

Cortesía de Mecanoo, Martinez + Johnson
Cortesía de Mecanoo, Martinez + Johnson

Por outro lado, o uso da figura humana nos permite transmitir ideias sobre como o espaço é concebido, destacar alguns aspectos, indicar tarefas, usos propostos, características funcionais ou até mesmo os perfis dos usuários. As figuras, então, atuam como elementos polissêmicos, que além da escala e da profundidade, fazem uso da natureza comunicativa da representação arquitetônica para transmitir outras ideias.

© Danica Vićanović
© Danica Vićanović

Em muitos casos, a figura humana é um dos últimos elementos a ser incorporado ao desenho, dando a impressão de ter sido inserida de última hora, sem muita reflexão. Por esse motivo, acaba sendo não mais do que um elemento de referência da escala. A inclusão de figuras humanas nas várias representações arquitetônicas deve ser uma decisão premeditada, intrinsecamente relacionada ao projeto.

© Fala Atelier
© Fala Atelier

Atualmente, a necessidade de escolher conscientemente, considerando as implicações de cada figura colocada, é evidente. Torna-se necessário, dado o poder comunicativo, que o arquiteto interpele as figuras usadas em relação ao seu projeto e o que elas comunicam - quem está usando? Fazendo o que? Com que técnica ou estilo ela representa isso?

© Stef Dingen
© Stef Dingen

Através do uso renovado de técnicas de fotomontagem e ilustração, as possibilidades para a incorporação da figura humana foram ampliadas. Nesse sentido, as abstrações geradas digitalmente representam uma importante contribuição. Variações aparecem como figuras planas com cores sólidas, silhuetas desenhadas à mão ou colagens digitais. Em muitos projetos, a figura humana é usada para dar origem a cenas irreais ou utópicas. Dissociações temporárias aparecem entre o edifício e o público que o habita; não há relação entre o uso real do edifício e os valores propostos; ou mesmo figuras de personagens reconhecidos são escolhidos. Ao expandir ainda mais a diversidade de figuras representadas, minorias que anteriormente eram ignoradas também aparecem. Aspectos como etnia, cultura ou religião são captados através do uso de diversas figuras que atuam como um manifesto em si e adquirem grande força comunicativa.

© Mariacristina Agnello, Mariarosario Bruno, Massimiliano Cafagna, Inés Martín Roldán, Luca Gnisci, Irene Laulo
© Mariacristina Agnello, Mariarosario Bruno, Massimiliano Cafagna, Inés Martín Roldán, Luca Gnisci, Irene Laulo

© Jisu Choi
© Jisu Choi
© Space Popular
© Space Popular
Cortesía de OFFICE Kersten Geers David Van Severen
Cortesía de OFFICE Kersten Geers David Van Severen
Cortesía de Pedro Livni
Cortesía de Pedro Livni
© (ab)Normal
© (ab)Normal
© Bakavou Vasiliki
© Bakavou Vasiliki
Cortesía de spbr
Cortesía de spbr
© Mariacristina Agnello, Mariarosario Bruno, Massimiliano Cafagna, Inés Martín Roldán, Luca Gnisci, Irene Laulo
© Mariacristina Agnello, Mariarosario Bruno, Massimiliano Cafagna, Inés Martín Roldán, Luca Gnisci, Irene Laulo

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Ott, Clara. "O potencial da figura humana na representação da arquitetura" [Explora el potencial de la figura humana en la representación arquitectónica] 28 Fev 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/912377/o-potencial-da-figura-humana-na-representacao-da-arquitetura> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.