"Eu uso a fotografia como instrumento de ensino": entrevista com Hugo Segawa

Registrar os projetos arquitetônicos e urbanísticos não é só uma etapa final, mas um ato importante de preservação da memória. Neste episódio do Betoneira Podcast, o arquiteto Hugo Segawa, um dos precursores em usar a fotografia como ferramenta de pesquisa e documentação da arquitetura brasileira, reforçou o sentido de que o ato de documentar deve gerar conhecimento.

As melhores fotografias de arquitetura enviadas por nossos leitores em 2021

No dia 19 de agosto, celebramos o Dia Mundial da Fotografia. Este ano, para incentivar nossas leitoras e leitores entusiastas desta arte, lançamos uma chamada que convidava todos os interessados – fotógrafos amadores ou profissionais – a enviarem suas imagens de arquitetura e cidade.

Artista explora a poética do habitar a partir da desconstrução de plantas domésticas

Moradas é um projeto visual-literário iniciado em 2020 por Rafael Baldam, onde são utilizadas ilustrações baseadas em plantas-baixas e pequenos textos para refletir sobre o espaço da casa e sobre o morar. A partir do início da quarentena, o arquiteto e poeta passou a refletir sobre o espaço doméstico, já que este seria o cenário permanente dos meses seguintes, como veio a se confirmar e que ainda em fevereiro de 2021 perdura.

As mulheres esquecidas da Bauhaus

Quando Walter Gropius criou sua famosa escola de design e artes em 1919, Bauhaus, ele a criou como um lugar aberto a "qualquer pessoa de boa reputação, independentemente da idade ou do sexo". Um espaço onde não haveria “diferença entre o sexo belo e o sexo forte".

Arquiteturas e máscaras: a representação do tempo nas imagens

Fabricado entre 1924 e 1928, o Avions Voisin C7 apresentava uma construção inovadora para a época. O uso intenso de vidro, uma carroceria de alumínio e os ângulos agudos remetiam às formas de uma aeronave. Este era o automóvel que Le Corbusier gostava de estacionar em frente às suas obras – para o arquiteto, o automóvel era a tradução definitiva da modernidade e da técnica combinadas em um único objeto. Ele acreditava firmemente que a arquitetura tinha muitas lições a aprender com a máquina.

As virtudes e limites da fotografia na representação da arquitetura - cinco fotógrafos discutem

Enquanto meio de representação da arquitetura, a fotografia apresenta qualidades indiscutíveis. Com ela, é possível apresentar a um público distante obras erguidas em qualquer lugar do mundo, de vistas gerais a espaços internos e pormenores construtivos - ampliando o alcance e, de certo modo, o acesso à arquitetura.

14 Cursos online sobre arquitetura para acompanhar durante a quarentena

Pouco mais de quatro meses após o primeiro caso confirmado de coronavírus no Brasil, e cerca de três meses e meio após os primeiros decretos da quarentena, muitas cidades ainda mantêm medidas restritivas como forma de promover o isolamento social. Apesar da recente flexibilização que alguns estados e municípios têm adotado, as mudanças no cotidiano de arquitetos e estudantes permanecem e a popularidade de atividades remotas, como os cursos online, tem crescido nos últimos meses.

MMW, uma plataforma de representações arquitetônicas produzidas por mulheres

Mulher, Mujer, Woman, ou simplesmente MMW, é uma plataforma dedicada à curadoria de representações arquitetônicas cujo objetivo é ampliar a divulgação da produção feminina em nosso campo disciplinar. Desenvolvido pelas arquitetas Carol Vasques e Débora Boniatti como reação à ainda escassa difusão de referências femininas, a plataforma busca "evidenciar a importância e relevância da mulher no passado, presente e futuro da profissão."

Os melhores tutoriais de desenho para arquitetos no youtube

Seja pelas linhas um pouco trêmulas, os cantos com linhas passantes, as hachuras paralelas ou as letras em caixa alta, é inegável que os arquitetos desenvolveram um estilo de desenho com o passar do tempo. Por mais que as perspectivas à mão-livre não sejam mais a única forma de representação de um projeto de arquitetura, elas ainda têm uma importância enorme durante o processo projetual, tornando-se mais uma ferramenta de projeto do que uma forma de representação.  

Esquemas e diagramas: 30 exemplos de como organizar, analisar e comunicar projetos

A construção de uma expressão gráfica para organizar e comunicar as ideias essenciais é tarefa inerente ao contexto criativo; é um processo de síntese de informação que - na busca por representar e transmitir uma mensagem clara ao receptor - permite identificar e modificar certos aspectos e componentes centrais do desenho. 

Os limites do corte: ensaio sobre representação gráfica

A representação gráfica na arquitetura, independente da plataforma, seja ela planta, corte, isométrica, perspectiva etc., é simultaneamente produto e procedimento. Produto enquanto resultado final referente ao objeto representado, articulando escala, informação e suporte. Procedimento enquanto processo de definição do que e como representar, de dissecação de informações e tradução, entendida não só como produto gráfico mas como processo de análise, seleção e tradução de uma manifestação para a outra, pensamento objetivo através do qual novas verdades a respeito do objeto aumentado são apresentados. Para que este procedimento e produto se façam completos precisam que suas informações sejam apreendidas pelo olhar do próximo. Assim, conformam-se padrões e códigos gráficos que normatizam o entendimento e usualmente dizem respeito à lógica construtiva do edifício ou da cidade, seja ele prévio ou posterior. Este produto gráfico nada mais é do que uma abstração da realidade, a tradução ortogonal irreal daquilo que interessa sistematizar.

Pdda: uma série de pequenos desenhos arquitetônicos

O arquiteto italiano Gaetano Boccia vem pesquisando desenhos e representações arquitetônicas nos últimos dois anos. O projeto Pdda (piccoli disegni di architettura) [pequenos desenhos de arquitetura] nasceu com a intenção de compartilhar suas reflexões, que ele sempre registrou mas manteve em cadernos.

10 Exemplos de como representar detalhes construtivos

A apresentação visual de um projeto, pela qual os arquitetos são responsáveis, deve efetivamente comunicar a organização dos elementos materiais do projeto. Este processo criativo essencial permite aos envolvidos identificar e mesmo modificar aspectos e componentes chave do edifício durante todas as fases da sua concepção.

60 melhores axonométricas de projetos residenciais

Durante a vida profissional em Arquitetura, a tarefa de projetar e desenhar uma residência é em grande parte, frequente. No entanto, representar um conjunto de ideias ao espaço a partir da compilação de desenhos à leigos é certamente uma das tarefas encontradas no desenvolvimento projetual. Posto isso, indo além da bidimensionalidade das plantas, cortes e elevações, as perspectivas axonométricas apresentam-se como eficientes instrumentos na representação espacial, uma vez que ao inserir a ideia de terceira dimensão, ainda que pela bidimensionalidade da tela do monitor ou folha de papel impressa, propicia um melhor entendimento àqueles não familiarizados aos desenhos técnicos.

Série de ilustrações "Architecture - Strictly Minimal" reduz edifícios ao essencial

O design de cartazes sobre obras de arquitetura já está se tornando uma espécie de tradição na Fakultet savremenih umetnosti de Belgrado. Os alunos do curso de design de interiores desenvolveram uma uma série de ilustrações chamada "Architecture - Strictly Minimal" como parte da disciplina de arquitetura e design contemporâneos. Seguindo um modelo padrão de apresentação, cada um dos alunos foi convidado a criar um cartaz que retratasse a sua obra favorita de arquitetura. A linguagem minimalista foi utilizada intencionalmente como um meio de simplificar a representação das obras de arquitetura. A estratégia de design procura revelar a essência de cada projeto, potencializando a sua capacidade de comunicação.

O potencial da figura humana na representação da arquitetura

A figura humana é fundamental para entender a escala em ilustrações, imagens realistas, colagens e representações tridimensionais. No entanto, muitas vezes ela parece ser um dos últimos elementos a serem incorporados, quando deveria ser uma decisão premeditada, intrinsecamente relacionada ao projeto. Afinal, o que queremos transmitir além da escala?

Por que continuar desenhando quando as ferramentas digitais oferecem imagens hiper-realistas?

A partir deste mês, o ArchDaily começará introduzir temas mensais que explorarão nossas histórias, postagens e projetos. Começamos este mês com a Representação Arquitetônica: do Archigram ao Instagram; de esboços de guardanapos a modelos de RV com sincronização em tempo real; de palestras acadêmicas a contadores de histórias.