Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Como seria viver na Lua? 8 arquitetos e artistas compartilham suas ideias

Como seria viver na Lua? 8 arquitetos e artistas compartilham suas ideias

Elon Musk, fundador de SpaceX, anunciou em meados de setembro que o milionário japonês Yusaku Maezawa será o primeiro cliente da companhia a visitar a Lua. A notícia causou muito entusiasmo principalmente porque Maezawa pretende viajar acompanhado por entre seis e oito artistas.

Conhecido como Dear Moon (Querida Lua), o projeto procura fazer com que os artistas "tenham sonhos que nunca tiveram antes, cantem canções que nunca haviam cantado antes, pintem o que nunca viram antes".

Em resposta ao anúncio, o The New York Times conversou com um grupo de importantes personagens do mundo da arte e da arquitetura, a fim de especular como, para eles, seria a vida na Lua.

As notícias chegam em um momento de grande interesse da comunidade arquitetônica em relação ao potencial estabelecimento em outros planetas e Lua. Recentemente, a NASA aprovou o projeto AI SpaceFactory, capsulas impressas em 3D para abrigar os astronautas em Marte, enquanto Foster + Partners mostrou seu projeto para habitats extraterrestres no Festival Goodwood, no Reino Unido.

A seguir, compartilhamos algumas das ideias expressadas pelos artistas:

Daniel Libeskind, Arquiteto, Nova York

Pavilhão de Asif Khant nas Olimpíadas Pyeongchang. Imagem © Luke Hayes
Pavilhão de Asif Khant nas Olimpíadas Pyeongchang. Imagem © Luke Hayes

Minha proposta é converter a Lua em um projeto artístico: é uma esfera e quero convertê-la em um quadrado perfeito. Esse é o sonho. Pensamos que a melhor forma seria pintando de negro algumas partes, assim não refletiriam a luz do sol. Para levar em conta a curvatura, seria necessário pintar quatro camadas esféricas na superfície da Lua. Eu gosto da maneira em que a Lua se transformaria em uma obra de arte contemporânea. 

Nota do Editor: A imagem usada para ilustrar a proposta de Daniel Libeskind é do Pavilhão Vantablack de Asif Khan para as Olimpíadas de Pyeongchang. O trabalho em si não está associado a Daniel Libeskind. Imagem © Luke Hayes, Cortesia da Asif Khan Ltd.

© NASA
© NASA

Ai Weiwei, Artista, Berlim

A intensidade da ausência de vida na Lua, a impossibilidade de que existam espécies ali é um reflexo. Isso nos faz apreciar mais o precioso milagre da vida neste planeta. Desta forma, o que posso colocar na Lua é uma observação: minha insignificância em relação ao universo e a usaria como ponto de vista para o planeta Terra. 

Cortesia de Donald Davis, NASA Ames Centro de Pesquisa
Cortesia de Donald Davis, NASA Ames Centro de Pesquisa

Kara Walker, Artista, Nova York

Comecei a pensar em uma colônia lunar da qual muitas pessoas têm falado seriamente ao longo dos anos. Assim, o que eu faria seria isso: para cada mulher nascida na Terra, um homem branco supremacista e racista seria enviado para a Lua. É um mundo monocromático lá. Eles provavelmente adorariam.

The Kennedy Center em Washington DC, atualmente passando por reformas lideradas por Steven Holl Architects. Imagem Cortesia de Steven Holl Architects
The Kennedy Center em Washington DC, atualmente passando por reformas lideradas por Steven Holl Architects. Imagem Cortesia de Steven Holl Architects

Laurie Anderson, Música e Artista, Nova York

No ano passado me apresentei nas celebrações do Kennedy Center na comemoração dos 100 anos do nascimento de John F. Kennedy e pensei muito sobre seus escritos em relação ao programa espacial. Ele disse coisas muito bonitas: "Desejo um Estados Unidos que não tenha medo da graça e da beleza". Guardo isso em meu coração. É tão antiético o que está acontecendo agora. 

A Fábrica do Sol, Pavilhão Alemão na Bienal de Artes de Veneza 2015 por Hito Steyerl. Imagem © Flickr user manybits
A Fábrica do Sol, Pavilhão Alemão na Bienal de Artes de Veneza 2015 por Hito Steyerl. Imagem © Flickr user manybits

Hito Steyerl, Artista e Escritor, Berlim

Minha ideia seria convencer os outros sete artistas a não embarcarem para a Lua e criar um espaço aqui na Terra. Existem tantos lugares que agora não são habitáveis: zonas de conflito, bairros que sofrem de grande pobreza e devastação ambiental. Criaríamos um ambiento rico em oxigênio, faríamos crescer as plantas e outros artistas e eu poderia trabalhar e criar. Trata-se de reciclar civilizações disfuncionais em habitats habitáveis. 

Tumbling Woman por Eric Fischl. Imagem © Flickr user mrulster
Tumbling Woman por Eric Fischl. Imagem © Flickr user mrulster

Eric Fischl, Pintor e Escultor, Nova York

A única forma em que pude compreender o absurdo de ter pensado que gostaria de estar ali em primeiro lugar é recorrer ao humor. Acredito que meu primeiro ato criativo, após aterrizar na Lua, seria tirar minha roupa espacial e fazer xixi em um espaço sem gravidade, em uma fútil tentativa de marcar meu território. 

3D-ma.r.s.09,’ 2013 por Thomas Ruff. Imagem via Motherboard
3D-ma.r.s.09,’ 2013 por Thomas Ruff. Imagem via Motherboard

Thomas Ruff, Fotógrafo, Düsseldorf

Para mim, o mais interessante sobre a Lua é o lado obscuro: o lado que nunca vemos desde a Terra. Os primeiros astronautas estavam nervosos quando caminharam pela Lua, porque você perde o contato pelo rádio até que reaparece no outro lado. Eu gostaria de fotografar isso e seguir fotografando quando voltarmos e tocarmos a Terra novamente. 

Tacita Dean no Tate Modern. Imagem © Flickr user acwozhere
Tacita Dean no Tate Modern. Imagem © Flickr user acwozhere

Tacita Dean, Artista e Cineasta, Los Angeles

Coleciono pedras, assim que quando chegarmos a Lua, em vez de somente orbitar em torno dela, sua superfície me entusiasmaria imediatamente: a rocha lunar, todos esses meteoritos de milhares de milhões de anos. Eu gostaria de fazer um filme sobre a experiência de simplesmente estar na Lua, concentrando-me em seus detalhes, exatamente como era. Não tentaria "pré-imaginar" a experiência, somente observaria. Absorver o máximo que eu possa. 

Via: The New York Times

Sobre este autor
Cita: Walsh, Niall. "Como seria viver na Lua? 8 arquitetos e artistas compartilham suas ideias" [Life on the Moon, According to 8 Architects and Artists] 13 Out 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/903358/como-seria-viver-na-lua-8-arquitetos-e-artistas-compartilham-suas-ideias> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.