O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Eliel e Eero Saarinen: A vasta influência de pai e filho na arquitetura

Eliel e Eero Saarinen: A vasta influência de pai e filho na arquitetura

Eliel e Eero Saarinen: A vasta influência de pai e filho na arquitetura
St Louis Gateway Arch. Image © Flickr user jeffnps licensed under CC BY 2.0
St Louis Gateway Arch. Image © Flickr user jeffnps licensed under CC BY 2.0

É raro um pai e filho compartilharem a mesma data de nascimento. Ainda mais raro que essa dupla trabalhe na mesma profissão e mais raro ainda ambos alcançarem sucesso internacional em suas respectivas carreiras. Esta, no entanto, é a história de Eliel e Eero Saarinen, os arquitetos finlandeses-americanos cujo portfólio conjunto retrata o desenvolvimento do pensamento arquitetônico moderno nos Estados Unidos. Desde os edifícios finlandeses inspirados pela Art Nouveau de Eliel e o planejamento urbano modernista até o estilo internacional de Eero e suas estruturas neo-futuristas, a dupla pai-filho produziu um corpo incomparável de trabalho, culminando em duas medalhas de ouro individuais do AIA.

© MWAA <a href='https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:FirstChristianChurch.jpg'>Photo by Greg Hume</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.5/deed.pt'>CC BY-SA 2.5</a> © <a href='https://www.flickr.com/photos/gabyu/305710396'>Ezra Stoller via Flikr user gabyu</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-nd/2.0/'>CC BY-ND 2.0</a> © <a href='https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Helsinki_Railway_Station_20050604.jpg'>Revontuli</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/deed.en'>CC BY-SA 3.0</a> + 22

© <a href='https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Helsinki_Railway_Station_20050604.jpg'>Revontuli</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/deed.en'>CC BY-SA 3.0</a>
© Revontuli licensed under CC BY-SA 3.0

Ambos deixaram “profundas influências sobre as cidades onde realizaram seu trabalho”, mas estas influências não estão isoladas ao contexto de seu trabalho. Os estudantes que passariam pela Academia Cranbrook, onde Eliel foi presidente de 1932 a 1948, viriam a mudar a aparência do projeto. Já os arquitetos que se inspiraram na abordagem promovida por Eero continuam a moldar nosso ambiente construído até os dias de hoje. Analisando suas influências históricas e culturais, podemos descobrir como sua arquitetura inspirou o projeto tanto global quanto em sua terra natal, a Finlândia - e quem, no panteão dos arquitetos, construiu baseado no legado em que deixou para trás.

Eliel Saarinen, nascido na Finlândia em 1873, foi indiscutivelmente o "mais notável arquiteto pré-modernista" e trabalhou na vanguarda do desdobramento finlandês do Romantismo Nacional. Este movimento “expressou ideais sociais e políticas progressistas, através da arquitetura doméstica reformulada” e contribuiu para vários estilos internacionais. Como muitos arquitetos finlandeses, o trabalho de Eliel é extremamente tátil e orgânico, inspirado na paisagem e cultura nórdica em que cresceu. No entanto, seu projeto para o pavilhão finlandês na Feira Mundial de 1900 sugeriu que algo novo estava se formando sob a superfície. A mistura inovadora dos estilos no pavilhão esteva bem fora do pensamento crítico do tempo.

Os dois Saarinens compartilharam essa característica: uma incansável busca pelo progresso e inovação dentro da arquitetura, apesar dos abismos estilísticos entre suas obras. Muito do que foi alimentado na Cranbrook Academy of Art, em Michigan.

Eliel mudou com sua família para os Estados Unidos em 1923, após sua segunda colocação na amplamente divulgado concurso ao edifício do Tribunal de Chicago em 1922 (a competição foi ganha por John Mead Howells e Raymond Hood). Estabeleceram-se primeiramente em Evanston, Illinois, onde ele supervisionou o trabalho de uma proposta ao desenvolvimento do lago de Chicago. Em 1924, mudou-se para Michigan, onde foi convidado a projetar o campus da "Cranbrook Educational Community", um lugar imaginado como a resposta americana para a Bauhaus.

© <a href='https://commons.wikimedia.org/wiki/File:MIT_Kresge_Auditorium.jpg'>Madcoverboy</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/deed.en'>CC BY-SA 3.0</a>
© Madcoverboy licensed under CC BY-SA 3.0

Eliel foi nomeado presidente da Cranbrook Academy of Art em 1932, e foi ali que Eero passou a maior parte de seus anos de formação. O jovem Eero seria amigo de vários estudantes e professores, incluindo Ray Keizer, Florence Knoll, Charles + Ray Eames e Matthew Nowicki - os três últimos, junto com seu pai, ele citaria como os quatro arquitetos mais influentes em sua carreira. Essas influências ideológicas e colaborações levam seu interesse por uma “arquitetura pós-guerra que envolveria a dependência mútua de forma e função”.

© <a href='https://www.flickr.com/photos/gabyu/305710396'>Ezra Stoller via Flikr user gabyu</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-nd/2.0/'>CC BY-ND 2.0</a>
© Ezra Stoller via Flikr user gabyu licensed under CC BY-ND 2.0

Após a morte de Eliel em 1950, Eero fundou seu próprio escritório e começou a produzir o trabalho fora da influência de seu pai. No início, pode-se dizer que Eero foi influenciado mais do que ele estava influenciando. Inspirado pelo trabalho de Mies van der Rohe, e utilizando os temas do estilo internacionalista, produziria algumas das peças de arquitetura mais puras e ideais do movimento. O GM Technical Center é um exemplo notável, com seu projeto em vidro e aço, racional e leve, criando um local de trabalho para a era moderna da América.

Nossa arquitetura é muito humilde. Deve ser mais orgulhosa, mais agressiva, muito mais rica e maior do que vemos hoje.
- Eero Saarinen

Mas a mente de Eero estava no futuro muito antes de seu relacionamento com o Estilo Internacional. Sua entrada vencedora para a competição Gateway Arch foi uma indicação precoce de seu interesse em outras ideias e conceitos. Seu projeto, um arco de 192 metros em aço revestido de concreto em seção triangular, exibia uma profunda abstração das qualidades orgânicas da arquitetura finlandesa, fundindo as ideias modernistas do momento com suas capacidades tecnológicas.

© nycarchitecture.com
© nycarchitecture.com
© Cameron Blaylock
© Cameron Blaylock

Seu projeto do TWA Terminal, Flight Centre e do Rinque de Patinação David S. Ingalls mostram as mesmas formas orgânicas, fazendo uso de curvas catenária e volumes de concreto ternsionados em estilo neo-futurista. Sua arquitetura parecia capturar o espírito da América do meio do século, e disparou o projeto para uma posição de crescente influência dentro do mundo arquitetônico. Como parte da Opera House de Sydney, Eero fez uma campanha pelo projeto expressivo de Jorn Utzon (que exibiu várias das qualidades de projeto de sua marca).

Sua morte precoce, em 1961, deixou a maior parte de seu trabalho para ser completada por seus sócios John Dinkeloo e Kevin Roche - ambos continuariam a ter carreiras extremamente bem-sucedidas (de fato, o Pritzker reconheceu) em seu direito. Como seus associados, Roche e Dinkeloo são os projetistas mais influenciados pelo trabalho de Eero: ambos exibiram as soluções e a experimentação expressiva nutrida por Eero.

Ele era uma pessoa incrível, verdadeiramente extraordinária. Era um verdadeiro arquiteto, no sentido de que ele se importava com o envolvimento das pessoas. Ele se preocupou com o porquê de fazermos isso, como nosso trabalho se relaciona com o resto da comunidade. Não estava obcecado com a ideia de arquitetura moderna, por si só. Estava obcecado com a ideia de arquitetura que cumpria um propósito.
- Kevin Roche

© Zaha Hadid Architects / MIR
© Zaha Hadid Architects / MIR

No entanto, a influência dos projetos de Eero ecoa muito mais do que apenas com seus associados. Zaha Hadid é a mais famosa proponente do neo-futurismo, um estilo que Saarinen propulsionou no popular discurso arquitetônico. Quando as fluídas expansões dos interiores de Hadid são mostradas ao lado dos de Saarinen, surge uma clara relação visual (se não teórica).

© Hufton + Crow
© Hufton + Crow

Santiago Calatrava é outro membro-chave do recente renascimento neo-futurista. Em suas distintas combinações de formas orgânicas e tecnologia estrutural, Calatrava cria edifícios impressionantes que exibem a independência formal e funcional, transportando as ideologias de Eero para os dias atuais.

Há pouca dúvida de que o trabalho de Eero permanecerá internacionalmente famoso nos próximos anos, mas é o trabalho de Eliel que será valorizado em sua terra natal. Mas isso não significa que o trabalho e as ideias de Eero não tiveram influência na Finlândia. Vislumbres de sua influência podem ser vistos em alguma arquitetura finlandesa hoje.

Courtesy of ALA Architects
Courtesy of ALA Architects

A Biblioteca Central Oodi, projetada por ALA Architects, com sede em Helsinque, mostra curvas orgânicas e interiores amplos semelhantes aos projetados por Eero, produzindo um "projeto atemporal e icônico" que promove "liberdade de expressão e democracia". O projeto Kilden do escritório também tem uma fachada marcante, cuja forma fluida em carvalho "cria uma superfície que separa o mundo real do ilusório", usando um "processo de projeto analítico cuidadoso" para criar o espaço.

© Marc Goodwin
© Marc Goodwin

O West Terminal 2 por PES-Architects também parece se basear em muitas das características do trabalho de Saarinen, especialmente no que diz respeito ao TWA Flight Center. A forma branca e pura exibe a estrutura do exterior, e a fachada envidraçada adicional demonstra uma interpretação nórdica do neo-futurismo internacional.

A influência de Eliel e Eero Saarinen tem sido, de certa forma, cíclica. Sua herança cultural nórdica forneceu uma inspiração nacional para gerações de arquitetos finlandeses, enquanto sua migração para a América e a adoção de movimentos internacionais projetuais trouxeram suas ideias para o mundo. O fato de seu trabalho continuar sendo relevante - tanto por conta própria quanto como influência para os projetistas atuais - sugere um gênio familiar incomumente encontrado em qualquer outro lugar, quanto mais nas florestas da Finlândia.

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Tom Dobbins
Autor
Cita: Dobbins, Tom. "Eliel e Eero Saarinen: A vasta influência de pai e filho na arquitetura" [Eliel and Eero Saarinen: The Sweeping Influence of Architecture's Greatest Father-Son Duo] 30 Ago 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Pereira, Matheus) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/900763/eliel-e-eero-saarinen-a-vasta-influencia-de-pai-e-filho-na-arquitetura> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.