O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Pavilhão da Austrália na Bienal de Veneza 2018 explora a relação da arquitetura com plantas ameaçadas de extinção

Pavilhão da Austrália na Bienal de Veneza 2018 explora a relação da arquitetura com plantas ameaçadas de extinção

Pavilhão da Austrália na Bienal de Veneza 2018 explora a relação da arquitetura com plantas ameaçadas de extinção
Pavilhão da Austrália na Bienal de Veneza 2018 explora a relação da arquitetura com plantas ameaçadas de extinção, © Linda Tegg
© Linda Tegg

Como parte de nossa cobertura da Bienal de Arquitetura de Veneza 2018, apresentamos a proposta para o Pavilhão Australiano. Abaixo, os participantes descrevem sua contribuição em suas próprias palavras.

O Instituto Real Australiano de Arquitetos (RAIA) apresentará o projeto Repair no Pavilhão Australiano durante a 16ª Exposição Internacional de Arquitetura - La Biennale di Venezia. Os diretores de criação, Mauro Baracco e Louise Wright da Baracco + Wright Architects, em colaboração com a artista Linda Tegg, organizaram uma instalação viva multi-sensorial para o Pavilhão, projetada para transformar as condições de visualização através das quais a arquitetura é normalmente entendida.

© Linda Tegg
© Linda Tegg

Os curadores instalarão dez mil projetos dentro e fora do pavilhão, incluindo 65 espécies de pastagens de Western Plains. Este componente da exposição, intitulado Grasslands Repair, servirá como um lembrete do que está em jogo quando ocupamos a terra - apenas 1% dessas espécies ameaçadas é deixado em seu ecossistema nativo. O Pavilhão será transformado em um campo de vegetação, permitindo que os visitantes entrem em um diálogo físico entre a arquitetura e as plantas ameaçadas de extinção.

Paralelamente, Linda Tegg e Baracco + Wright Architects criaram uma série de vídeos experimentais, intitulada Ground, apresentando quinze projetos australianos que mostram diversas iterações de reparo, que serão projetados dentro do Pavilhão. Uma terceira instalação, a Skylight, irá incorporar uma iluminação para simular a energia do sol necessária para sustentar as plantas dentro do Pavilhão. Através de cada uma dessas obras, os curadores buscam provocar uma reflexão sobre como valorizamos e, portanto, criamos o ambiente construído.

© Linda Tegg
© Linda Tegg

Abordando o tema Freespace definido pelos curadores Yvonne Farrell e Shelley McNamara para a Bienal de 2018, Repair irá abordar a chamada "estimular a discussão sobre valores arquitetônicos centrais" e validar a "relevância da arquitetura neste planeta dinâmico". Ele se concentrará na arquitetura que integra sistemas naturais e construídos para efetuar o reparo do meio ambiente e, ao fazê-lo, consertará ou melhorará outras condições sociais, econômicas e culturais. Através desta lente, a exposição irá provocar novas relevâncias e papéis para a arquitetura.

© Linda Tegg
© Linda Tegg

Os edifícios e paisagens urbanas da Austrália foram construídos para separar as pessoas do ambiente natural. As conseqüências dessa desconsideração agora estão sendo sentidas, resultando em uma mudança no pensamento entre as disciplinas do ambiente construído, no sentido de reparar o ambiente natural como uma estrutura para a forma urbana. Repair visa defender um papel para a arquitetura entre os muitos necessários para restaurar algo.

Os curadores Mauro Baracco e Louise Wright disseram: “Muitas vezes lutamos com nosso relacionamento como arquitetos quando consideramos o uso da terra - não é um ato pequeno. Acreditamos que há um papel para a arquitetura se envolver ativamente com a reparação dos lugares de que faz parte e que nossa exposição irá comunicar. Esperamos que a discussão que apresentamos engaje a profissão e inicie um legado na Bienal de Arquitetura de 2018. ”

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Kaley Overstreet
Autor
Cita: Overstreet, Kaley. "Pavilhão da Austrália na Bienal de Veneza 2018 explora a relação da arquitetura com plantas ameaçadas de extinção" [Australian Pavilion at 2018 Venice Biennale to Explore Architecture's Relation to Endangered Plants] 23 Mai 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/894816/pavilhao-da-australia-na-bienal-de-veneza-2018-explora-a-relacao-da-arquitetura-com-plantas-ameacadas-de-extincao> ISSN 0719-8906