Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Diversos
  3. 'Flor geometrizada' conforma um espaço de encontro no Deserto do Atacama

'Flor geometrizada' conforma um espaço de encontro no Deserto do Atacama

'Flor geometrizada' conforma um espaço de encontro no Deserto do Atacama
'Flor geometrizada' conforma um espaço de encontro no Deserto do Atacama, © Engels Ruelas
© Engels Ruelas

O projeto para um pavilhão de madeira no deserto da região de Antofagasta, do Colectivo Arrabal, aborda as características do material na construção de estruturas versáteis, resistentes e mutantes.

O projeto foi desenvolvido por estudantes no XXV Encuentro Latinoamericano de Estudiantes de Arquitectura e se materializa como uma 'flor de madeira', lã e conexões de aço, que permite diferentes situações ao abrir-se (um observatório do céu noturno) e fechar-se (um refúgio para o sol).

© David Ayala © German Redondo © David Ayala © David Ayala + 40

Descrição pela equipe de projeto. 'Doña Florinda' é o nome que demos a esse módulo de encontro para o deserto, por motivo folclórico da analogia com uma flor geometrizada.

© Pablo Cantillana
© Pablo Cantillana
© Maite Fernandez Escalona
© Maite Fernandez Escalona

O conceito se baseia em um pavilhão que pode mudar de forma, pensado para o deserto e marcando o XXV Encuentro Latinoamericano de Estudiantes de Arquitectura. O deserto e todas as suas qualidades poéticas e condições limitantes representavam uma grande oportunidade de tentar deixar uma marca ao nível da paisagem.

© David Ayala
© David Ayala
© David Ayala
© David Ayala

É uma analogia com uma flor como um espaço versátil; uma estrutura de madeira com conexões de aço, composta por 6 módulos (pétalas), projetada para servir de ponto de referência visual na imensidão do deserto (atinge 6,8 m de altura quando a flor é "fechada"). Quando aberto, funciona como um local de encontro para conhecer e observar o céu noturno de Calama.

© Engels Ruelas
© Engels Ruelas
© Engels Ruelas
© Engels Ruelas

Falando com o gerente do Observatório Chug-Chug, parte da Fundación Desierto de Atacama - onde o módulo foi proposto pelo comitê organizador do ELEA - concluiu-se que Doña Florinda deveria servir como ponto de referência visual para as caravanas que observam o deserto durante o dia e as estrelas durante a noite, para tornar a parte do deserto conhecida pelo mundo. Doña Florinda encontrou-os um marco atraente para chamar a atenção para Chug-Chug, usando o impacto da ELEA, onde cerca de 1.500 arquitetos e estudantes procuram deixar marcas em diferentes regiões da América Latina a cada ano.

Um dos objetivos da fundação é criar atrações para esta região do deserto, para protegê-lo e evitar que ele seja consumido por atividades de mineração.

© German Redondo
© German Redondo
© Maite Fernandez Escalona
© Maite Fernandez Escalona

O desafio era criar um pavilhão versátil, de impacto em escala, e que pudesse ser desenvolvido durante a semana do encontro. Por este motivo, a madeira foi escolhida como peça pré-fabricada para acesso fácil e manuseio. A ideia era construir, em uma semana, uma flor habitável que pudesse mudar de forma: fechada e aberta.

No princípio foi pensado como refúgio para o sol durante o dia, quando fechado; e um observatório durante a noite ao abrir-se, pois no Atacama pode-se ver um dos céus mais impressionantes e limpos para observação de constelações.

Módulo
Módulo
Diagrama
Diagrama

A função de refúgio -que implicava cobrir a flor como uma pérgola- foi resultado de um tecido de lã para reforçar a volumetria e dar um visual chamativo, cujas cores foram pensadas para combinar com as tonalidades da paisagem desértica. A lã é um material efêmero que pode ser facilmente relocado, inclusive as cores podem ir mudando com diferentes motivos, segundo as diferentes etapas da fundação.

Diagrama
Diagrama
Diagrama
Diagrama

Arquitetos: Colectivo Arrabal / Engels Ruelas, Javier Castro, Julio Gutiérrez, Ricardo Bocanegra (México)
Oficineiros: Engels Ruelas, Javier Castro
Localização: Observatorio de Chug-Chug, comuna de Maria Elena, II Región de Antofagasta

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Cita: Equipo Editorial. "'Flor geometrizada' conforma um espaço de encontro no Deserto do Atacama" [Esta 'flor geometrizada' genera un espacio de encuentro en el Desierto de Atacama] 21 Jan 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/887419/flor-geometrizada-conforma-um-espaco-de-encontro-no-deserto-do-atacama> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.